Itália fica de fora da Copa pela primeira vez em 60 anos

A seleção da Itália empatou nesta segunda-feira com a Suécia em 0 a 0, no estádio San Siro, em Milão, e deu adeus à chance de ir à Copa do Mundo de 2018, na Rússia, que será a primeira edição do torneio em 60 anos sem a presença dos tetracampeões.

Já a vice-campeã mundial justamente na última competição sem a ‘Azzurra’, em 1958, conseguiu se classificar para a Copa, pela 12ª vez na história, graças à vitória obtida na sexta-feira passada na partida de ida, na Friends Arena, em Solna, por 1 a 0. Os nórdicos voltarão ao Mundial após 12 anos, já que ficaram fora das edições de 2010, na África do Sul, e 2014, no Brasil.

A Itália, por sua vez, cai em Eliminatórias pela segunda vez na história. A primeira foi para a Copa de 1958, quando perdeu para a Irlanda do Norte na rodada decisiva do grupo 8, que ainda tinha Portugal, por 2 a 1, em Belfast. Em 1930, a ‘Azzurra’ também ficou fora, mas por desistência dos dirigentes.

Com a queda dos campeões de 1934, 1938, 1982 e 2006, esta será a primeira vez desde a Copa disputada na Alemanha, há 11 anos, sem um dos detentores de títulos mundiais. Naquela ocasião, o Uruguai é que não conseguiu carimbar o passaporte, ao perder também em uma repescagem, para a Austrália.

EXAME

  • Comentar