CONECTE-SE CONOSCO

Sem categoria

Comer carne processada aumenta risco de doença respiratória

Publicado há

em

Um novo estudo, que teve como base mil indivíduos na França e foi publicado no periódico científico Thorax, revela que consumir mais de quatro porções por semana de carne processada é um risco para a saúde.

Os investigadores crêem que um conservante de nome nitrito, usado em carnes como salsichas, salame e presunto, possa ser o responsável por piorar as condições das vias respiratórias.

Ainda assim, os cientistas salientam: “Mais do que se preocuparem apenas com um tipo especifico de comida, os indivíduos devem manter uma dieta saudável e equilibrada”.

O consumo de carne processada já foi associado à incidência de vários tipos de câncer.

Especialistas afirmam que não é recomendável comer mais do que 70 gramas por dia de carne vermelha e processada – o que equivale a uma salsicha e mais uma fatia de bacon por dia, por exemplo.

Estudo

Para o estudo, voluntários responderam a uma pesquisa sobre alimentação e saúde durante dez anos, de 2003 a 2013.

Metade dos participantes tinha asma. O restante – o chamado grupo de controle – não tinha qualquer histórico da doença.

A pesquisa analisou os sintomas da asma – falta de ar, chiado e sensação de aperto no peito – e o consumo de carne processada: uma porção simples foi classificada como duas fatias de presunto, uma salsicha ou duas fatias de salame.

Entre os asmáticos, um maior consumo de carne foi associado a um agravamento dos sintomas pulmonares.

Pessoas que admitiram ingerir mais de quatro porções por semana – oito fatias de presunto ou quatro salsichas, por exemplo – registraram um agravamento superior da sua condição asmática no final do estudo.

Os pesquisadores destacam que esta experiência não prova a 100% que a causa do agravamento seja a dieta, já que vários fatores na vida de uma pessoa podem agravar um quadro de asma.

“Embora certos alimentos possam desencadear alergias em algumas pessoas, não há uma recomendação específica de dieta para lidar com sintomas da asma de modo geral”, afirma Erika Kennington, chefe de pesquisa no centro Asthma UK.

Para a maioria dos pacientes, segundo ela, ter uma alimentação saudável “funciona da mesma maneira do que para o restante das pessoas: ter uma dieta equilibrada que inclua muitos alimentos frescos e não processados, com baixo teor de açúcar, sal e gorduras saturadas, como uma dieta de estilo mediterrânico”.

NOTICIAS AO MINUTO

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem categoria

Show do cantor João Gomes é cancelado no Piauí devido à pandemia da Covid-19

Publicado há

em

O show que estava marcado para o dia 14 de dezembro, em comemoração ao aniversário da cidade foi cancelado por causa da pandemia da Covid-19.

O show de João Gomes foi cancelado no Piauí (Foto: Reprodução)

A Prefeitura de Bom Jesus, no Piauí, informou na manhã desta segunda-feira (29), que decidiu cancelar o show do cantor de forró João Gomes. O show que estava marcado para o dia 14 de dezembro, em comemoração ao aniversário da cidade foi cancelado por causa da pandemia da Covid-19. A informação foi divulgada por meio de redes sociais.

Ainda segundo a prefeitura, a decisão leva em consideração as recomendações do Conselho Regional de Medicina do Piauí (CMR-PI) para evitar festas de fim de ano e carnaval que possam gerar aglomeração de pessoas.

Além disso, um decreto estadual foi publicado nesse domingo (28) em função da nova onda de casos da doença .

clickpb

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Sem categoria

Prefeito de Guarabira torce pela chapa “Doria e Eduardo” em 2022

Publicado há

em

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Sem categoria

Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero do Creci-PB combaterá racismo

Publicado há

em

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis da Paraíba deve promover no próximo mês de novembro, dedicado à consciência negra, campanha contra o racismo estrutural, que consiste num conjunto de práticas discriminatórias, institucionais, históricas, culturais, que privilegiam algumas raças em detrimento de outras.

A iniciativa, da Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero, foi apresentada pela coordenadora Melissa Kettley ao superintendente em exercício Mário Vicente e ao conselheiro e presidente eleito Ubirajara Marques que, na ocasião, assegurou a manutenção da Comissão para o próximo triênio.

Nesse contexto, ela também propôs o acréscimo à nomenclatura da Comissão do termo étnico-racial, para agregar pessoas negras e outras etnias, onde a própria Comissão já tem. E sugeriu a destinação de uma parte dos alimentos arrecadados quando das inscrições para os eventos realizados pelo Creci-PB, para instituições que apoiam LGBTQIA+ em situação de vulnerabilidade.

O termo racismo estrutural é usado para reforçar o fato de que há sociedades estruturadas com base no racismo, que favorecem pessoas brancas e desfavorecem negros e indígenas.

Desde a sua criação, de forma inédita no país, a Comissão já fez denúncias de cunho LGBTFÓBICAS nas redes sociais, workshop em Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e campanha alusiva ao Dia da Visibilidade Trans (29 de janeiro).

“Na ocasião, foram confeccionados 500 cartazes da lei estadual que proíbe a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero nos estabelecimentos públicos e privados, e distribuídos nas imobiliárias, escritórios, construtoras, delegacias e em outros locais. Por ter sido revestida de êxito, devemos repetir essa campanha em janeiro”, concluiu.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.