CONECTE-SE CONOSCO

Sem categoria

Comer torradas queimadas é mais tóxico do que inalar fumaça de motores

Publicado há

em

Uma equipe de pesquisadores norte-americana revelou que a forma mais saudável de torrar o pão consiste em deixá-lo atingir apenas uma tonalidade dourada.

Isso porque, ao torrar o pão até ter camadas mais escuras pode expor os indivíduos a mais poluição atmosférica do que se eles estivessem em uma estrada.

A equipe da Universidade do Texas, em Austin, nos Estados Unidos, apurou os perigos de queimar em excesso o pão e concluiu que os indivíduos devem deixar que o alimento atinja apenas um “tom semelhante ao ouro claro”.

Os especialistas concluíram também que assar e fritar alimentos é igualmente tóxico.

Porém, a investigadora Marina Vance revelou ao jornal britânico The Times que a equipe ficou chocada ao constatar o impacto nocivo das torradeiras. Foi apurado que esses eletrodomésticos emanam partículas tóxicas para atmosfera quando se encontram ligados.

“Quando fazemos uma torrada, aquele aparelho começa a aquecer os detritos e sugeira presentes na torradeira e que ainda inclui óleos”.

“Ao acrescentarmos o pão – a torradeira vai emitir para o ar uma variedade perigosa de elementos”, revelou Vance. “Descobrimos por exemplo o etanol, um produto derivado da levedura”.

“Quando resquícios ou migalhas do pão entram em contato com o quente, muitas vezes vemos fumaça saindo da torradeira – essa fumaça está repleta de partículas”.

“Partículas essas que são consideradas tóxicas e nada saudáveis, sendo comparadas até aos níveis comuns de poluição a que estamos expostos nas estradas ou ruas das grandes cidades”. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) a poluição atmosférica não deve conter mais de 25 microgramas de partículas finas.

Esta pesquisa inédita concluiu que, quando o pão atinge uma tonalidade de castanho dourado, a concentração de partículas no ar circundante atinge os 300 e 400 microgramas por metro cúbico.

Já quando o pão fica castanho escuro, as partículas sobem para perigosos três a quatro mil microgramas por metro cúbico, ou seja 150 vezes mais do que o limite referido pela OMS.

NOTICIAS AO MINUTO

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem categoria

Show do cantor João Gomes é cancelado no Piauí devido à pandemia da Covid-19

Publicado há

em

O show que estava marcado para o dia 14 de dezembro, em comemoração ao aniversário da cidade foi cancelado por causa da pandemia da Covid-19.

O show de João Gomes foi cancelado no Piauí (Foto: Reprodução)

A Prefeitura de Bom Jesus, no Piauí, informou na manhã desta segunda-feira (29), que decidiu cancelar o show do cantor de forró João Gomes. O show que estava marcado para o dia 14 de dezembro, em comemoração ao aniversário da cidade foi cancelado por causa da pandemia da Covid-19. A informação foi divulgada por meio de redes sociais.

Ainda segundo a prefeitura, a decisão leva em consideração as recomendações do Conselho Regional de Medicina do Piauí (CMR-PI) para evitar festas de fim de ano e carnaval que possam gerar aglomeração de pessoas.

Além disso, um decreto estadual foi publicado nesse domingo (28) em função da nova onda de casos da doença .

clickpb

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Sem categoria

Prefeito de Guarabira torce pela chapa “Doria e Eduardo” em 2022

Publicado há

em

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Sem categoria

Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero do Creci-PB combaterá racismo

Publicado há

em

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis da Paraíba deve promover no próximo mês de novembro, dedicado à consciência negra, campanha contra o racismo estrutural, que consiste num conjunto de práticas discriminatórias, institucionais, históricas, culturais, que privilegiam algumas raças em detrimento de outras.

A iniciativa, da Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero, foi apresentada pela coordenadora Melissa Kettley ao superintendente em exercício Mário Vicente e ao conselheiro e presidente eleito Ubirajara Marques que, na ocasião, assegurou a manutenção da Comissão para o próximo triênio.

Nesse contexto, ela também propôs o acréscimo à nomenclatura da Comissão do termo étnico-racial, para agregar pessoas negras e outras etnias, onde a própria Comissão já tem. E sugeriu a destinação de uma parte dos alimentos arrecadados quando das inscrições para os eventos realizados pelo Creci-PB, para instituições que apoiam LGBTQIA+ em situação de vulnerabilidade.

O termo racismo estrutural é usado para reforçar o fato de que há sociedades estruturadas com base no racismo, que favorecem pessoas brancas e desfavorecem negros e indígenas.

Desde a sua criação, de forma inédita no país, a Comissão já fez denúncias de cunho LGBTFÓBICAS nas redes sociais, workshop em Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e campanha alusiva ao Dia da Visibilidade Trans (29 de janeiro).

“Na ocasião, foram confeccionados 500 cartazes da lei estadual que proíbe a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero nos estabelecimentos públicos e privados, e distribuídos nas imobiliárias, escritórios, construtoras, delegacias e em outros locais. Por ter sido revestida de êxito, devemos repetir essa campanha em janeiro”, concluiu.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.