CONECTE-SE CONOSCO

Notícias

SESSÃO REMOTA: Assembleia aprova pedido de Camila para descongelar adicional de insalubridade e risco de vida aos profissionais de saúde

Publicado há

em

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou nesta quarta-feira (8) o Requerimento 8.115/2020 de autoria da deputada Camila Toscano (PSDB) que pede ao Governo do Estado que sejam adotadas as medidas para o descongelamento do adicional de insalubridade e risco de vida aos profissionais de saúde que atendem pacientes com a Covid-19, causada pelo coronavírus. Também foram aprovados requerimentos que tratam sobre a violência contra mulher e saúde mental.

 
No Requerimento 8.116/2020, a deputada solicita ao Estado que sejam adotadas as providências visando a divulgação ampla e irrestrita dos serviços existentes na Paraíba de prevenção e combate da violência contra a mulher, notadamente nas mídias sociais, televisivas, radiofônicas, em eventos realizados pelo Governo durante o período de isolamento social em decorrência da pandemia causada pela propagação da Covid-19. Também foi solicitada, por meio do Requerimento 8.117/2020, a criação de mecanismos para subsistência alimentar e assistência social especializada às mulheres vítimas de violência doméstica durante o período de isolamento social.
 
Para o Secretário de Segurança e da Defesa Social do Estado, a deputada Camila Toscano pediu por meio do Requerimento 8.119/2020 que sejam adotadas as providências para disponibilização de dados informativos sobre os casos de violência física e virtual contra a mulher. Os deputados aprovaram ainda o Requerimento 8.121/2020, onde Camila pede a Secretria da Mulher e da Diversidade Humana, a instituição de campanha que repercuta a prevenção e a repressão à violência virtual contra a mulher, além de indicadores de avaliação e monitoramento das políticas públicas de enfrentamento à violência contra mulheres, esse último pelo Requerimento 8.122/2020.
 
Saúde Mental – Dentro das matérias aprovadas está também o Requerimento 8.118/2020 em que a deputada pede que sejam firmadas parcerias entre a rede de saúde mental da Paraíba e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) dos municípios paraibanos, visando a implantação, neste período de isolamento social, de um serviço especializado para atendimento das situações de crises em saúde mental no contexto psicossocial, com núcleos móveis de atendimento com equipe multidisciplinar in loco. Já no 8.120/2020, Camila requer a transferência dos pacientes do Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira acometidos pela Covid-19 para hospitais especializados no tratamento desta doença respiratória.

 

 

 

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Bananeiras se torna Município de Interesse Turístico da Paraíba

Publicado há

em

A Lei 12.082/2021, de autoria do deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB), publicada no Diário Oficial tornou a cidade de Bananeiras um Município de Interesse Turístico da Paraíba. Conhecida pela sua paisagem serrana e seu clima agradável durante boa parte do ano, ela tem atraído cada vez mais turistas. Com a classificação, o município tem mais possibilidades de receber recursos para investir no turismo, ampliando a geração de emprego e renda para a região.

“Além do clima mais ameno, o município oferece ainda muitos atrativos, como o turismo rural, visitas a cachoeiras, engenhos que produzem cachaça, um interessante túnel, trilhas, rapel, sítios arqueológicos, um conjunto arquitetônico de casarios preservado, uma belíssima igreja, comidas típicas da região, bons restaurantes e a famosa e concorrida festa de São João, em junho, que atrai milhares de turistas para a cidade. Por essas riquezas naturais e gastronômicas apresentamos esse projeto para que o município seja classificado como de Interesse Turístico”, destacou o deputado.

Além disso, Tovar lembra que o município de Bananeiras é uma das cidades que compõem a Rota Cultural Caminhos do Frio na Paraíba, oferecendo aos visitantes, durante os meses de julho a setembro, uma ampla programação cultural.

Bananeiras está localizada no estado da Paraíba e, segundo estimativa do IBGE, possui 21.269 habitantes e uma área de 255,641 km². Situado na Serra da Borborema, região do Brejo paraibano, a 141 km de João Pessoa e a 70 km de Campina Grande, o município foi fundado em 16 de outubro de 1879.

História – A Resolução do Conselho do Governo datada de 9 de maio de 1833 criou o Município de Bananeiras, verificando-se sua instalação em 10 de outubro do mesmo ano. O distrito foi criado pela Lei provincial n.º 5. de 26 de maio de 1835. A Lei provincial n.º 690, de 16 de outubro de 1879, concedeu foros de cidade à sede municipal.

A região foi no início produtora de cana-de-açúcar e depois de café. Em 1852, a produção cafeeira chegou a ser a maior da Paraíba e a segunda do Nordeste. Isto tornou a cidade uma das mais ricas da região, riqueza esta expressa na arquitetura de seus casarões.

Assessoria de Imprensa

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias

Pedal Creci será mais que um passeio ciclístico. Inscrições encerram amanhã (15)

Publicado há

em

A manhã do próximo domingo (17) promete, para além de um passeio ciclístico, momentos dos mais agradáveis para corretores de imóveis verem, reverem, confraternizar com amigos e colegas e o que é mais importante, cuidar da saúde, para deixar a mente e o corpo saudáveis.

A concentração para o “Pedal Creci” será às 6h no Busto Tamandaré e a saída às 7h. Um sorteio de brindes acontecerá às 9h e o evento será encerrado uma hora depois. O local disporá de uma tenda, com água e frutas, além de um carro de som, que acompanhará o passeio.

As inscrições podem ser feitas até a noite desta sexta-feira (15), clicando aqui e maiores informações podem ser obtidas pelo número (83) 98880-5258 (WhatsApp).

No domingo, para receber a camisa da ação, os corretores de imóveis adimplentes com o Conselho devem levar 2 Kg de alimentos não perecíveis, a serem doados à entidade filantrópica.

O evento foi idealizado pela Comissão de Esportes, Cultura e Lazer do Creci-PB, que tem, dentre seus integrantes, praticantes de ciclismo, maratona, corrida de orientação, musculação, natação, arte da dança e até de artes marciais.

O grupo é composto por Leandro Xavier de Oliveira (coordenador), André Silva Aquino de Gusmão, Alexandre Holanda Spíndola, Ana Flávia Carrazoni de Carvalho, Fábio Henrique de Souza Leão Andrade, Leandro Augusto de Souza, Simplício de Castro Farias Neto, Sedamar de Chaves Uchoa, Natanael Anselmo de Almeida Júnior, Emanuelle Maria Lisboa de Aragão Costa, Claudianataly Silva dos Santos, André Luiz Silva dos Santos, Eudes Henrique de Lima, Luana Karen Teixeira de Carvalho e Rodrigo Justino Franklin Chacon.

O “Pedal Creci” conta com apoio da Unimed e da PMJP, através do SAMU e das secretarias de Juventude, Esporte e Recreação, de Segurança Urbana e Cidadania, do Meio Ambiente, de Desenvolvimento Urbano e da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana. O patrocínio é das as construtoras Tropical, Litoral, Equilíbrio e Salinas, Faculdade Três Marias, Espaço de Negócios Imóveis e Shopping das Bicicletas.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias

Reconhecida a Utilidade Pública da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Brejo Paraibano

Publicado há

em

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Brejo Paraibano passou a ser reconhecida como Utilidade Pública por meio da Lei 12.077/2021, de autoria da deputada Camila Toscano (PSDB). A Associação beneficiada fica localizada no município de Areia.

“Não temos dúvidas de que a associação desenvolve relevantes serviços em favor da população paraibana, que dela se beneficia, e atende os requisitos legais e necessários para o reconhecimento de utilidade pública estadual que foi conferida pela Lei 12.077/2021”, destacou Camila.

A deputada explicou que a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Brejo Paraibano é uma organização de direito privado civil, de caráter educacional e assistencial, que tem como finalidade a preservação e combate a princípios de incêndios, operações de busca, salvamento e proteção do meio ambiente, estimulando a participação ativa, desenvolvendo programas e atividades educacionais de projetos e movimentos que visem elevar a segurança e bem estar da população paraibana.

A concessão do título de Utilidade Pública a entidades, fundações ou associações civis significa o reconhecimento do poder público de que as instituições, em consonância com o seu objetivo social, são sem fins lucrativos e prestadoras de serviços à coletividade. Com isso, as entidades também podem firmar convênios com o Poder Público para obtenção de benefícios.

Assessoria de Imprensa

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.