CONECTE-SE CONOSCO

Notícias

Adriano Galdino anuncia repasse de mais R$ 2 milhões da ALPB ao Estado para ações de combate ao coronavírus

Publicado há

em

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, participou de debate, realizado na noite dessa terça-feira (30), realizado através do sistema de videoconferência, para discutir ações e investimentos para o enfrentamento do Coronavírus (Covid-19) no Estado. Na oportunidade, o presidente anunciou que até a próxima semana a ALPB realizará a transferência de recursos, na ordem de R$ 2 milhões, para que o Governo Estadual aplique no combate à pandemia.

Segundo Galdino, o valor de R$ 1 milhão será encaminhado para a Secretaria de Desenvolvimento Humano para, através da rubrica de compra de alimentos, para adquirir cestas básicas para a população mais carente do estado; e R$ 1 milhão para a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, na função programática de apoio a pesquisas, para contemplar os seguimentos de testes, certificação, diagnóstico e aquisição de equipamentos.

“O recurso está para ser disponibilizado para as duas secretarias. Quero destacar a boa vontade de cada deputado em dar a sua contribuição. Nós cortamos despesas, diminuímos as verbas de gabinete, despesa de custeio, repactuamos contratos administrativos da Casa, dialogamos com fornecedores, devolvemos os carros alugados, cortamos passagens aéreas, diárias, entre outras coisas para contribuir com o povo paraibano em um momento tão difícil como esse”, ressaltou Galdino. 

O debate foi realizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq) e contou também com a participação do secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Cláudio Furtado; do secretário de Desenvolvimento Humano, Tibério Limeira; além do presidente da Fapesq, Roberto Germano.

Cláudio Furtado agradeceu a iniciativa do Legislativo Paraibano e destacou o pioneirismo da Casa ao decidir pelo convênio. “Nós agradecemos essa ação tão grandiosa em destinar recursos tão sérios em um momento como esse. O valor será para pesquisa e inovação, para soluções que virão da nossa comunidade acadêmica para ser utilizada no combate à Covid-19. Uma ação de grande importância e nós reconhecemos a visão da ALPB”, disse o secretário.

Já o secretário de Desenvolvimento Humano, Tibério Limeira, parabenizou o presidente Galdino e ressaltou que a Assembleia Legislativa tem feito um excelente trabalho no combate à pandemia. “Com esse recurso, nós vamos fortalecer a atuação no atendimento às pessoas em situação de vulnerabilidade por causa da pandemia. Diante desse momento complexo, a Casa dá um exemplo importante, com ações voltadas principalmente a segurança alimentar”, disse.

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Prefeitura de Araçagi realiza dia D 12+ sem comorbidades de vacinação contra a COVID-19

Publicado há

em

A Prefeitura Municipal de Araçagi através da Secretaria de Saúde, realizou na manhã desta quinta-feira (21), o dia D 12+ sem comorbidades de vacinação contra a COVID-19.
Ação aconteceu na escola Agripino Ribeiro Filho e contou com um grande número de jovens para receber a primeira dose da vacina.
O resultado positivo de todas as ações e planejamento do município já é visível, contudo não podemos relaxar os cuidados e muito menos parar com nossas ações, vamos seguir avançando cada dia mais.
Prefeitura Municipal de Araçagi

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias

Saúde distribui 217.170 doses de vacinas contra a covid-19 nesta sexta-feira

Publicado há

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) distribui, nesta sexta-feira (22), mais 217.170 doses de imunizantes contra a covid-19. A 59ª pauta de distribuição compreende 125.820 doses da vacina Pfizer/Comirnaty, sendo 111.666 doses de reforço (Dref), para idosos acima de 60 anos, e 14.154 doses dois (D2), para completar o esquema da população entre 18 e 59 anos. Fazem parte da pauta ainda 91.350 doses da Astrazeneca/Fiocruz que também são destinadas para segunda dose da população maior de 18 anos.

A dose de reforço deve ser administrada na população idosa acima de 60 anos 6 meses após a última dose do esquema vacinal (segunda dose ou dose única), independente do imunizante aplicado anteriormente no esquema vacinal. O secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, reforça que é importante que os municípios se atentem a este público, uma vez que é a população mais vulnerável ao vírus.

“É fundamental a imunização dos idosos e o complemento deste esquema vacinal com a dose de reforço, para que se tenha uma proteção ainda maior da população mais suscetível ao vírus. Orientamos os municípios que insistam nas buscas ativas, vacinem seus idosos e estejam atentos a vacinação em tempo oportuno, de acordo com os prazos estabelecidos”, ressalta o secretário.

Ele reforça ainda que o cidadão que faz parte de grupos já abertos e que não tenha ainda recebido o imunizante não poderá ficar sem acesso à vacinação. A campanha de vacinação é contínua e o acesso deve ser garantido pela gestão de cada município.

A Paraíba já distribuiu 5.562.946 doses de imunizantes até esta quinta-feira (21) e já conta com 41,48% da população total do estado vacinadas com duas doses ou dose única contra a covid-19.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias

Assembleia aprova projeto que assegura igualdade de premiação entre atletas e paratletas

Publicado há

em

Os deputados aprovaram durante a sessão desta nesta terça-feira (19) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) o projeto de Lei 2.827/21, de autoria de Camila Toscano (PSDB), que assegura igualdade entre atletas e paratletas. A matéria estabelece que atleta com deficiência que participar de eventos e competições paradesportivas com emprego de recursos públicos estaduais, receba a mesma premiação e os mesmos benefícios assegurados ao atleta sem deficiência que compete em categoria igual ou similar.

“Esse é um projeto importante. É público e notório que existem diferenças nas premiações e incentivos dados aos atletas brasileiros, visto que normalmente a maior fatia fica para o futebol masculino. Quanto realizamos um recorte de gênero, mesmo no futebol, a desigualdade é gigante entre homens e mulheres. Mas, quando focamos nos paratletas, especialmente as mulheres, a desigualdade é estarrecedora. Então, propomos esse projeto para combater, no âmbito esportivo, mais uma forma de desigualdade entre pessoas com e sem deficiência”, destacou a deputada.

De acordo com o projeto, o direito assegurado ao atleta com deficiência não exclui a igualdade de premiações entre homens e mulheres que competirem em mesma categoria nas competições esportivas e paradesportivas.

O descumprimento do que é proposto no projeto pode acarretar as instituições públicas uma responsabilização administrativa de seus dirigentes, quanto pessoa física ou jurídica de direito privado como: advertência, quando da primeira autuação da infração e ainda multa, quando da segunda autuação, podendo chegar a R$ 5,5 mil.

Assessoria de Imprensa

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.