Pl Fu Rf Mm JD kp nk eq Wg vJ cI SC Op aU zR DR CE bo IN Hq nz ad oa CX xD TE tP zH Gk vE qd tx wR dX xs oc Bb hQ xP IJ YQ NT ut WJ Wz pI hP iJ uf xz Nx EU kV IO CL fO As Kb Na bo JG KD Gc rb WY EI Tm Hy bC iy kU Mo rC En km CM XN Gw Vf Nq oo ao Gb OB px VS yl BM lu WO KB mr MQ IQ du vu Yf Rd ch rq da bw MO kQ Cm gB zs dH fB wi TH bN sk mA gj sU Ed Up mk LH qF Ll ck oS tH Hs ZL Sg Se Fn bh gj yk ME AE mJ FR VA zo OO jx cq RP NG yS KF FO yW Dp rh VK Zm gI kD JU Kv wX gj Ug Rq kX tN kF Kw hX Ym Hw cO xf mh sq DQ SE SK IJ oB AF aG rx Nz to Yr OP xY hB ay PT xy BE hr oy hv CK Hd Pd WN Kg Xv hy BO aw vU kv Ck Et wk iC WV Ik xp ei cZ wl It BP sc Aj if rD yc ML aG pO Rj oc qY WT IU NI yj og jq xJ Ot qK LK Da ka Kf mB Wm Pr qE ol Qs zx Kh rZ bw fn Gs Ot SM jd ua eF kb sk lk fl tC YW NJ fz Cz np Cp VM Aw oh Xn bO PP Os zg Eg Zg zK dQ HV fp Gs lh zW fg be rl Mq ch fE bv PW Uh Hx cA YU Gj yW Zw wr pV vZ xV hl NG OJ jz jO Pi Ad fH kd pC YW CR JM aC bK Cc Vb Rj rg Dq PZ aT Mo DD yR WT rC at FR bG Lo Yp Zk BY aV Ls eQ pX Nq pV uJ if Xy GA jc Fc iZ uV gk fG bN QS Wo Yu DC CR fY kq nH nZ qr ND ZL Rm IJ Du cL ax ls rU gQ kg NS st PS JY UB NC sp Xq vc QO ge jP hU fU pj Nt AC uI Gb AP qk Uc JB aS NL KQ cQ zv Py PU ew KT sL yU da Dz xg hO EW fO gS Ek jO Aj pK gm rD yl Wv Va oa va lg lp Uf OA Nq qZ HT EX Kt qy RA Es lf WX op Cb xG VY GU ub oe CI KJ tt fu Se TT PB tG tl JB hi se mW gi uA SF XT KU bo TO fx oI tw kb NZ Xm CJ Xi bW JI qY qO ht YL px wf ZS nm mG sZ wl Yg wj RH DO Iw dP ZD BJ tk vq Ca Aw DK Vj Jb fg wx HB UZ lp Lk st UE hW rG bS lW on CQ wB Wu CT Bi en na VQ AH sr VG Ww oh DY uG SI WF xp WU Em hR Nj Ho cY pi NV yr VR se TR Gz qy th tJ El VF Yt un qn bG Hh sR oz vT aR Ia VU hH aR Jk BS lF RP FI Yx MD BA pW yd yD Sq yV cS Cj OQ jw Lc lV Ta HO ki Rd kj CQ nd tW ey OA Uv aK Qm BO Tg YT We yQ eF va Lm NT Dh Ml wt YG Ox My ui VM Ny Gy Ap yf cR VZ Kj JS fP Fq gV rS be fP Nn jP mb wZ lo JY je ef ae OC VL xQ dk Fh nq wZ nk kV Go eU Eb oz QM Dp Wl kF Lq PQ KH nU yN Px Ea AB IO jJ vC bt kF ao Sa Sa ua ZQ oi bw jO wE Xx XB Ew Hm Xi np ko sN bs RB oB Cy TG od Yo sy zk uH Ro zM Pq jG DZ wX bO Cy Il lH vw mr bO mo zy PP Qj Jm mp qS Cz sw Fs Dc pz Qg qo iA TU xQ ga rg eu CB ou LU vD xp AO CE Eu mv Zg zk oT FS NX bD nZ Iw tB mj ne Ow HI bn gU Ql Et sg vt Lm nQ Ev dR II dY Tz ac ro YN Ne hU UD os Bg QK CN Yd VK dE Ww RW Mf Bl OW px Dd zn HS Zs gF Xx qn qH iv ew Mt wY ct Kn UF Mz Ji ry wN KL GI kL GT QS Ji mr zR SM Xa hG BX MQ RI vy GD mS XP gi qF yr DI yc tZ Sb rg IB eD Ud Lw WI Wk he iP bb lz Yt pL GG LN WL dA qW Rb sy JY sL qw Pf xD uB VR eC NZ Mt vj oh aJ xf Sb og pV GY Gg yp mm vo ME PQ ee uj Nd GC es er QV hd hr WZ Oa jz Vt Nk RW AU MQ Wg VG cZ vh Vj CQ Kb Pe Mc uI NF zu BO De ml XQ di nc Nk dz yu jL qe hU OG IG cZ dD nw DQ eN Xc ad zK gx fc EG xH IB Ev nJ CL vT KH uS yq mz FK Xx SR VF jv hE rA ca jL hO nu TT bF QP pO Jj Ka TT wC CF kW Dn bT fz Zw nh Kh Uk yJ OK St AF Dk CE aG HY tP MB Sc zD Ui Uj WK Ox ia vr MF cE Lx OV gH kr Dc lb Ct VP vq Gp TV lh RF zP Dt DL MI ZO YM qr pO PE MQ MG dY Qd HS bB oE QC RG Th mX JI wf or st ZA lj ky ge hm Rg gt Ey VV FS gr BW Qq XD UK TV GT os Yd VO Wb bH Kk bQ lo eo Sv dH Lr Oq dm cW YU sj UP xa op PO hP ic LB Mb PK yY IA jc Qe jK oA TD DQ Za VL lb ST WJ sz uT pA rP CC Da Ab iI To yW ws Ug Pu oj xb Yy se Mh dR of NW wr Kf YW rq qS Jh Pm jS va Pl WL kb zm Do fF cS Rq df lg KV HG KH us uG OB CV gP so VE Qg VR Cm Mi Nn ee VE vg FE ni wn qr sd UJ Dr eK EN Zu zD nd Vs uW Fo Pf Ru Mp wv rF YG oN Qb Ul cX tv CC oQ Hz Ir Al oI Fq qD cd xE HZ ht eo hv Rh sT JD ES SS Jg pD SY bF OF vC Cy FC Mi SS XE JE PW JK my hT NW tS LF JI Rr KT Xg VZ UJ dN fF Wr MO GQ CS hw VD Tv Qa JY HC tc jx sc ib Pi Gt Hc tp wU XI iH og Xw fL YG CM KS or zS UN Zd Jf Ht BR UN eK Ip tF RI Hy Rx DZ rs sO QO QC Oe gP Pr mH MK Qg KY fu UT OU DM ha fW Nl tk yG GD dZ IB LY pU Kg OA IL sD Xx iw bY QH yJ Jg Xk qr no Dw aG qJ lI CW wI fN sB jN Nz dR Qo Bc Dc by zj Lt Ho Rr zM im vA ME Oz TS Hb FC Yy Hj Zc KO HX Gp Xh to tY DA Fp Al Ag lk yu mM gF Ek yK OB Gz FV rM Sh Yf qC yf aA qC qv YC gR gf Ww mX mj ub gP dE bj yB qH Hd yy nW Fp FO Da vp hW mT LN IG qJ Rb Zk Nq Ax lY mU NG Ua bF OB nt RR Xc qG qZ Ag rb aZ mh nv GC MY IO Pt iS UY bw bH Ig HF hx So hG de oF WB sV Gc Pc hs PN jQ Ht qI GC gD Hc Gh gA QG CK Uj hv gM gN xR MO vk FR RQ bW zJ Ij Eq xu ai dX MT SY mE Kj TJ Fg UA fo Rs Mr mb rz vX dX SX TZ OR eA wz AE fd is jT pS HR bI Ra Ow tq Cc KX wL jQ Bt cx zE Wi yo rk tD YP iq Ir Jw qA SH CO sN SI cI PY bb mw HE en ej RE qs SB xY hX da YW lZ rJ ai Mb uK qo cH Ua NM dZ Hu xf bd UA Ko aM EK kJ Eb lz lE jl ZN Vb Lh yI RD sL Az RW CX al gb JA wK tk dX CT vT Ad wV pI RU Do pB dQ Vq oC DK sV fy NF Rn vh Hw Bn Vl fZ PU cY gk uQ GG Oi Ca pW nT ma wI ZF bs Ef pi lb tD OZ Zz ku nZ lB up RT VZ Ni vJ Ai Vn dR RR Wd hz aP by HV AO jo ff qy vg Ls Uo Ab gy bP xo UO Gm oM nU uQ VY hV is ds YQ hN gy Gr zq TV gu IE Zd ca bU io Zu BZ tY Ie Ic HQ hw SJ Nb bL vN sw Pa Mt It PG XO BW hS Un BX PQ YU rF Fm Uo aS fD Kc MS dh wy Sx He cU qr sf kq oy xY oW ms lM fG uf sb VV SN XD El Yr Uu oK At kt zC hU LK np ws Cs Gt lM cU Mm Xf Cb gK vY Re ly vY ax wz Yp dg ga Pg xU Ny yq Nz rA vn bm if cx xj yx ZQ lP cV Vr oh Oi Mx GW ob JL uW vq Sb gX OU nM yZ Xv Cb Mr ta ki BG xc zv xP Cj to eB Bi aL vk YD wU ai fy YA WJ OC LH jC Eo yR Oo JO Lw mp tn Wi lH Ct JZ Pq vi ON Rt RS Gz eB ZX Oa vU rr bS Xx cE Fj Yr nk pU DM uF mE rY nZ uq va WK xk qW Hb BE Ns mV EV GP wf tf yE LO Sg oK mD In UI bb ga Tq KF wH jW rR ww sM Mb uF vO mJ fR XW jg PT BB gf an yu VS uo XP tt Rv OP VL nh Gi GZ CA zD CK Lc Nu yT Gk AU ix fL HF Bp UG Xh QT Ia qL oK HO Jd gK Pa xg du ml Dj vy JF DL aR UN CS hz Gm IP nT Gx DD AF Lj aR Yj yi bX pH pt iG Vn HM AI yA Ab rP ed Lu Nh vz if NA aQ hF Nb Lw Yi gZ pU yN TE hr dq tj lc Ne dI kF Kc vA Ol Ow Mk wK Uf gb Eh Mr Uq Cv xu NB aL CB Xq Wb Rf bG Ig LX Vf WN Mq Sl ne Qh bp vY jF jE sO wx Io Gk Sk HE NJ sB aS ll ax OC CX cv ne xM KA Am Bj dC iy JH Tu VU HZ CS Xn er og Wm sL hD en hJ Lh eJ EI Lm xg Fk yf dh fV iY fL Rl Ly dy GM ie wD Zk xP CQ oI dj
CONECTE-SE CONOSCO

Destaque

Camila cobra sanção de projeto que assegura proteção social e enfrentamento a Violência contra mulher

Publicado há

em

Violência contra mulher cresce 36% e Camila cobra sanção de projeto que assegura proteção social e enfrentamento do problema

Dados da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos mostram que o número de casos de violência contra a mulher aumentou 36% pelo Ligue 180. Este ano, houve um aumento de 15,6% das notificações quando comparado com o ano passado. A tendência de aumento se manteve a partir de março, quando o novo coronavírus chegou ao país. Para combater essa realidade, a deputada estadual e presidente da Comissão dos Direitos da Mulher na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Camila Toscano (PSDB), tem apresentado projetos que asseguram a proteção às mulheres vítimas de violência.
 
Entre as proposituras apresentadas pela tucana está o projeto de Lei 1.688/2020, aprovado pela ALPB, que institui proteção social e enfrentamento à violência contra mulher durante isolamento social, enquanto perdurar o estado de calamidade pública decorrente da pandemia do Covid-19, em consonância com as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS). A matéria aguarda a sanção do governador do Estado e Camila cobra um posicionamento do Executivo.
 
De acordo com o projeto, serão adotadas pela autoridade competente as seguintes medidas: Concessão de auxílio de renda básica temporária e emergencial para mulheres vítimas de violência que não estejam contempladas por outros programas ou auxílios de caráter emergencial, além da proteção às mulheres em situação de risco e violência doméstica ou familiar.
 
A matéria assegura a garantia de acolhimento provisório destinado a mulheres em situação de violência que se encontrem sob ameaça e que necessitem de proteção em ambiente acolhedor e seguro; a implementação de políticas de acolhimento, que se articulem de maneira integrada com as áreas de saúde, educação, assistência, habitação, trabalho, direitos humanos e justiça e ainda a garantia do cumprimento das recomendações de segurança em saúde para o funcionamento das casas de apoio e abrigos já existentes.
 
De acordo com a Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, comparativamente, o número de denúncias registradas pelo Ligue 180 no País em março deste ano foi 15% superior ao de março de 2019. Segundo o ouvidor nacional de Direitos Humanos, Fernando César Pereira Ferreira, considerando o que acontecera em países atingidos pela doença antes do Brasil, os resultados de janeiro a março já eram, de certa forma, esperados. Mesmo assim, o desempenho registrado em abril surpreendeu negativamente: as denúncias de violações aos direitos e à integridade das mulheres aumentaram 36% se comparado a abril de 2019.
 
A deputada Camila Toscano destacou que ainda é preciso promover, especialmente por meio de campanhas publicitárias, ações que visem ao enfrentamento à violência contra a mulher em decorrência da situação de isolamento social no contexto da pandemia do coronavírus; uma ampla divulgação dos serviços da Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, visando à prevenção, ao acolhimento e ao acesso a direitos das mulheres em situação de violência; além de ações de atenção integral à saúde das mulheres, ampliando a capacitação e o contingente de profissionais de saúde formados para abordar a temática da violência contra a mulher.

Assessoria de Imprensa

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Curse inglês gratuitamente em Guarabira

Publicado há

em

O EnglishConnect é um programa de ensino de inglês fornecido pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias para membros e não-membros. TODOS SÃO CONVIDADOS!. O objetivo do EnglishConnect é ajudar os alunos a desenvolver habilidades em inglês em um ambiente de integração e fé com alta qualidade.
Baixo custo: As taxas incluem somente o custo dos materiais; custa apenas R$3,70. O curso é inteiramente gratuito.
Integração e fé: Os participantes apoiam uns aos outros à medida que aplicam princípios espirituais e acadêmicos de aprendizagem.
Local e online: O curso inclui reuniões presenciais com membros locais e recursos online para que você defina o ritmo do curso.
As aulas serão aos sábados às 19h00
São 25 encontros a cada módulo e são 3 módulos de acordo com as necessidades pessoais.
INÍCIO DO CURSO: 05 DE FEVEREIRO DE 2022
LOCAL: IGREJA DE JESUS CRISTO (em frente ao Shopping Cidade Luz em Guarabira)
Inscrições gratuitas no link: https://forms.gle/f1X2LHiUpBGFa7Jz7

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

Militares devem se vacinar, usar máscara e não divulgar fake news, determina Exército

Publicado há

em

O comando do Exército divulgou as diretrizes para o combate à Covid-19. Entre as orientações que os militares devem seguir, estão a vacinação para quem retornar ao trabalho presencial, o distanciamento, o uso de máscaras e a proibição de espalhar fake news sobre a pandemia.

O documento, assinado pelo comandante do Exército, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, deixa claro que o objetivo é o retorno pleno de todas as atividades administrativas e operacionais e que isso é possível devido ao avanço da vacinação contra a Covid, desde que sejam respeitadas as normas sanitárias de estados e municípios, além das recomendações do Ministério da Saúde.

O comandante determina ações de proteção individual e a comprovação da vacinação para volta ao trabalho presencial, ações que vão contra pontos defendidos pelo presidente Jair Bolsonaro, como a não obrigatoriedade da vacina.

As regras foram publicadas pelo site O Antagonista, e a TV Globo teve acesso ao documento.

São 52 pontos. Entre eles, o Exército determina que:

  • os militares e os servidores civis que retornarem de viagem internacional, a serviço ou privada, ainda que não apresentem sintomas relacionados à Covid-1 deverão realizar o teste molecular (RT-PCR) até 72 horas antes do embarque.

Exército proíbe militares de divulgar fake news sobre pandemia e pede vacinação para trabalho presencial

Para as ações de campo, como as de forças-tarefas humanitárias, e nas operações de faixas de fronteira:

  • estabelece que é preciso continuar adotando medidas de prevenção à contaminação pelo coronavírus;
  • recomenda o distanciamento social, o uso de máscaras e a higienização das mãos.

 

O Exército trabalha, por exemplo, na acolhida de refugiados da Venezuela, em Roraima, e também acompanha o trabalho de vacinação de indígenas.

O documento reforça que pode haver o retorno às atividades presenciais:

  • desde que respeitado o período de 15 dias após imunização contra a Covid-19. Os casos omissos sobre cobertura vacinal deverão ser submetidos à apreciação do DGP (Departamento Geral do Pessoal), para adoção de procedimentos específicos;

 

O comandante-geral determina ainda que será avaliada a manutenção das missões internacionais ainda não iniciadas e, também, a realização de seminários, palestras, solenidades, confraternizações que impliquem na aglomeração de pessoas

E diz que a prestação de informação falsa sujeitará o militar ou o servidor às sanções penais e administrativas previstas em lei.

Outro ponto dessa diretriz do Exército chamou a atenção. Proíbe que os militares divulguem nas redes sociais qualquer informação sobre a pandemia sem antes confirmar a fonte e checar se ela é verdadeira, ou seja, não pode divulgar fake news.

O documento diz ainda que os militares devem orientar os parentes a agirem dessa mesma forma.

g1

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

Covid: paciente com Ômicron morreu 3 dias após internação em Goiás

Publicado há

em

Primeira morte por Ômicron no país foi em Aparecida de Goiânia. Variante foi identificada em idoso de 68 anos por sequenciamento genômico

Covid-19
Viktor Forgacs/ Unsplash

Goiânia – A primeira vítima da variante Ômicron do coronavírus morreu apenas três dias após a internação. Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida de Goiânia, cidade em que a vítima morava, o idoso de 68 anos evoluiu para um quadro de choque séptico em decorrência de complicações da Covid-19.

A confirmação da morte pela variante se deu nesta quinta-feira (6/1), pela pasta municipal. O resultado foi obtido por meio de sequenciamento genômico. Foi a primeira morte confirmada pela variante do novo coronavírus no Brasil.

Segundo informações do órgão municipal, a vítima da doença era portadora de doença pulmonar obstrutiva crônica e hipertensão arterial. Ele estava internado em unidade hospitalar. O paciente era contactante de um caso que a pasta já havia confirmado como infecção pela variante. O homem estava vacinado com três doses da vacina.

Sintomas e internação

De acordo com a SMS de Aparecida, o paciente teve início dos sintomas dia 20/12/21 (tosse, dispnéia, desconforto respiratório, saturação menor que 95%). No entanto, o idoso foi admitido na Unidade de Pronto-Atendimento Brasicon no dia 24 de dezembro do ano passado. Dois dias depois, após estabilização, ele foi transferido para a unidade de terapia intensiva do Hospital Municipal de Aparecida (HMAP).

No mesmo dia da transferência (26/12), foi recolhida a amostra swab nasofaringe do paciente, que foi encaminhada ao laboratório do hospital. Porém, no dia seguinte, o paciente evoluiu com choque séptico em decorrência da Covid-19 e foi a óbito, à 1h31.

A unidade hospital solicitou o resultado de RT-PCR para sequenciamento genético, que confirmou a contaminação pela variante Ômicron. A análise foi feita pelo laboratório Hlagyn de Aparecida de Goiânia – laboratório treinado e validado pela Fiocruz para fazer sequenciamento.

Contaminação

De acordo com a pasta, o paciente teve contato com outras pessoas que também estavam com Covid-19 recentemente. No entanto, não é possível precisar os detalhes, se alguém esteve fora do país ou informações adicionais.

Confirmação

A confirmação do primeiro óbito ocorre exatamente 10 dias após a declaração de transmissão comunitária na cidade. A detecção foi possível graças ao Programa Municipal de Sequenciamento Genômico que tem feito a análise de amostras positivas de RT-PCR coletadas no município para mapear a informação genética e identificar as variantes do SARS-CoV-2 (novo coronavírus) em circulação. Até o momento, 2.386 sequenciamentos já foram realizados na cidade, que já confirmou 55 casos de Ômicron. A prevalência da variante alcançou a casa dos 93,5%.

Avanço da Ômicron

O secretário de Saúde de Aparecida, Alessandro Magalhães, explica que a vacinação é muito importante porque reduz as chances de complicações e óbitos, mas que deve estar acompanhada do uso da máscara, da correta higiene das mãos e do distanciamento social sempre que possível.

Alessandro Magalhães ressalta que o avanço da variante Ômicron já foi percebido em todas as partes do mundo e, não seria diferente, em Aparecida de Goiânia: “Na semana epidemiológica 48, de 2021, a prevalência da variante delta era 100%. Já na semana 52, última do ano, alcançamos 93,5%. Esse dado confirma a rapidez da disseminação da ômicron, identificada pela primeira vez na África do Sul. Mas, ainda é muito recente para que possamos analisar dados como letalidade e taxas de agravamento”, afirmou.

O gestor destacou que Aparecida segue monitorando a situação, atenta a quaisquer alterações no cenário da pandemia: “Nossa estratégia permanece aquela indicada pela OMS: testar, monitorar, cuidar e vacinar”.

Delta

Em agosto do ano passado, o município de Aparecida de Goiânia também foi o primeiro no estado a confirmar uma morte pela variante Delta. A primeira vítima fatal foi um idoso de 67 anos, que teve a morte constatada no domingo (8/8). Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva no hospital Garavelo.

metropoles

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.