CONECTE-SE CONOSCO

Destaque

Comissão da Mulher vai debater em audiência pública participação feminina na política e equidade na disputa eleitoral

Publicado há

em

14 DE AGOSTO
A Comissão dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), presidida pela deputada Camila Toscano (PSDB), vai realizar no dia 14 de agosto um debate sobre a participação feminina na política e equidade para disputa eleitoral. A audiência pública acontecerá às 10h de forma remota por conta da pandemia causada pelo coronavírus. Participarão dos debates mulheres que ocupam cargos eletivos, presidentes de partidos e representantes da sociedade civil que atuam de forma direta, incentivando a participação feminina na política.

Na Paraíba, apenas 15% do total de cargos eletivos são ocupados por mulheres. “É preciso mudar esta realidade e oferecer igualdade de oportunidade para que a disputa seja justa. Temos que buscar equidade em relação aos gêneros, tratando os diferentes de forma diferente”, destacou a parlamentar.

Das 223 Prefeituras paraibanas, por exemplo, apenas em 40 têm mulher à frente da gestão, o que representa 18% do total. Na Assembleia Legislativa, o percentual da participação feminina é ainda menor, com apenas 13,8% das 36 vagas. “Precisamos levar esse debate para dentro da Casa de Epitácio Pessoa como forma de incentivarmos a participação de mais mulheres na política. Esse é um ano eleitoral e as mulheres devem estar nas disputas das prefeituras e das câmaras municipais”, destacou Camila, afirmando que os partidos políticos devem incentivar e viabilizar essas candidaturas.

Segundo a deputada, a realização da audiência pública tem como objetivo incentivar uma maior participação feminina na política, mas também dar voz as mulheres que hoje estão no comando de prefeituras e nas câmaras de vereadores de todo o estado. “A voz dessas mulheres precisa ser ouvida. Elas têm a capacidade de incentivar outras mulheres mostrando as possibilidades e as realidades que podem ser modificadas por meio da política”, destacou.

Camila afirmou ainda que o debate sobre o tema envolve a qualificação e estrutura para que as mulheres entrem na disputa eleitoral de forma igualitária. “Precisamos falar da importância de ações junto aos partidos políticos, para que eles colaborem com as candidaturas femininas durante as disputas eleitorais. A disputa deve ser igual entre homens e mulheres e as oportunidades partidárias também devem seguir a mesma linha”, observou

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Projeto garante isenção de inscrições dos atletas com deficiência e isenção parcial dos atletas guias em provas de corridas

Publicado há

em

 

O projeto de Lei 2.120/2020 de autoria da deputada Camila Toscano (PSDB), em tramitação na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), garante a isenção total na inscrição dos atletas com deficiência e isenção parcial na inscrição dos atletas guias, do pagamento de taxa de inscrição em caminhadas, corridas de rua, maratonas, meias maratonas e congêneres, realizadas em vias públicas do Estado da Paraíba. Os organizadores de eventos esportivos ficam obrigados a conceder isenção.

De acordo com o projeto, a deficiência do solicitante da isenção deverá ser comprovada com Laudo Médico seja de órgão particular ou público, sendo observado o número do CID (Classificação Internacional de Doenças), ou apresentando o Cartão Acessibilidade para a pessoa com deficiência.

O projeto diz ainda que a isenção parcial concedida aos atletas guias será de 50%. Outro ponto destacado no texto diz respeito a não presença do atleta inscrito. Caso o atleta beneficiário da isenção que injustificadamente não participar dos eventos, somente poderá solicitar nova isenção após 90 dias.

Segundo Camila, a propositura tem como objetivo incentivar a prática de esportes, possibilitando que as pessoas com deficiência participem das corridas tendo isenção total do pagamento da taxa de inscrição.

“Pretendemos incentivar as pessoas com deficiência a praticarem cada vez mais o esporte, como também motivar ainda mais as pessoas que são voluntárias, e se oferecem como instrumento de auxílio, para que as pessoas com deficiência, participem dos eventos esportivos. O esporte tornar-se uma importante ferramenta de inclusão social e promoção de qualidade de vida a todas as pessoas envolvidas nesses eventos”, destacou a deputada.

Assessoria de Imprensa

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

40% dos trabalhadores de UTI podem desenvolver transtorno de estresse pós-traumático e Camila pede atenção do Governo para problema

Publicado há

em

A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) fez um apelo ao Governo do Estado para que tenha um olhar especial e cuidados com a saúde mental dos profissionais de saúde que estão trabalhando na linha de frente no combate ao coronavírus na Paraíba. A parlamentar lembra que apresentou Requerimento na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) no sentido de que sejam firmadas parcerias entre a Rede de Saúde Mental da Paraíba e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) dos municípios, viando a implantação de um serviço especializado para atendimento das situações de crises em saúde mental no contexto psicossocial, com núcleos móveis de atendimento com equipe multidisciplinar.

Para justificar seu apelo, Camila destacou o estudo da King’s College London com profissionais de saúde de UTI, que cuidam de pacientes com covid-19, em que mostra que 45% atingiram o limite em pelo menos um problema de saúde mental: 6% de depressão grave, 40% de transtorno de estresse pós-traumático, 11% de ansiedade grave e 7% de alcoolismo. Cerca de 13% relatou ainda ter tido pensamentos negativos frequentes. A pesquisa ainda revelou que os problemas de saúde mental são mais pronunciados em enfermeiros do que em médicos e outros profissionais de saúde.

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Ottawa também confirma o impacto da pandemia de covid-19 sobre a saúde mental. Especialistas concluíram que a prevalência da insônia chegou a 24%, a do transtorno por estresse pós-traumático alcançou 22%, a incidência da depressão se situou em 16%, e a da ansiedade chegou a 15%. O artigo salienta que o transtorno por estresse pós-traumático, a ansiedade e a depressão se tornaram, respectivamente, cinco, quatro e três vezes mais frequentes em comparação aos dados habitualmente relatados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Estamos no Janeiro Branco, mês dedicado ao cuidado da saúde mental. Nos últimos meses, em meio a pandemia, tivemos aumento de casos de depressão, ansiedade e outros transtornos. Precisamos cuidar da saúde mental das pessoas e ter um olhar especial para os profissionais de saúde, que certamente não serão os mesmo depois que tudo isso acabar”, disse Camila.

Assessoria de Imprensa

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

Paraíba registra 1.134 novos casos de Covid-19 neste sábado

Publicado há

em

Por

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, neste sábado (23), 1.134 casos da Covid- 19. Entre os confirmados hoje, 62 (5,5%) são casos de pacientes hospitalizados e 1.072 (94,5%) são leves. Agora, a Paraíba totaliza 182.907 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, 575.600 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

Também foram confirmados 13 novos óbitos desde a última atualização, sendo 07 deles nas últimas 24h. Os óbitos ocorreram entre os dias 13 de maio de 2020 e 23 de janeiro de 2021, sendo 05 em hospital privado e os demais em hospitais públicos. Com isso, o estado totaliza 3.968 mortes. O boletim registra ainda um total de 138.680 pacientes recuperados da doença.

Concentração de casos

Cinco municípios concentram 597 novos casos, o que corresponde a 52,6% dos casos registrados neste sábado. São eles: João Pessoa, com 346 novos casos, totalizando 46.855; Campina Grande, com 93 novos casos, totalizando 16.757; Sousa, com 71 novos casos, totalizando 4.371; Cabedelo, com 52 novos casos, totalizando 4.529; Pombal, com 35 novos casos, totalizando 1.847.

* Dados oficiais preliminares (fonte: e-sus VE, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h do dia 23/01/2021, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Óbitos

Até este sábado, 197 cidades paraibanas registraram óbitos por Covid-19. Os 13 óbitos confirmados neste boletim ocorreram entre residentes dos municípios de João Pessoa (4), Campina Grande (4), Esperança (1), Cuité (1), Salgado de São Felix (1), Serra Branca (1) e Sousa (1). As vítimas são 08 homens e 05 mulheres, com idades entre 67 e 90 anos. Diabetes foi a comorbidade mais frequente e 03 deles não apresentavam comorbidades.

Ocupação de leitos Covid-19

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 52%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 53%. Em Campina Grande estão ocupados 62% dos leitos de UTI adulto e no sertão 60% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar, 29 pacientes foram internados nas últimas 24h.

Cobertura Vacinal

O sistema do Programa Nacional de Imunização entrou no ar na tarde desta sexta (22). Neste sábado não houve atualização dos dados e permanece a informação de 423 doses aplicadas no estado da Paraíba. Tal número diverge dos dados já divulgados pelas Secretarias Municipais de Saúde uma vez que o sistema está instável e é necessário um período para adequação desses registros.

Os dados epidemiológicos com informações sobre todos os municípios e ocupação de leitos estão disponíveis em: www.paraiba.pb.gov.br/coronavirus

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.