CONECTE-SE CONOSCO

Cidades

Fiocruz aponta outras linhagens de coronavirus

Publicado há

em

Um estudo do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) apontou a existência de oito linhagens do novo coronavírus circulando no Amazonas, que sugerem, ao menos, oito introduções do SARS-CoV-2 no estado, informou o instituto nesta segunda-feira (16). Em julho, três linhagens haviam sido identificadas.

Até esta segunda (16), o estado possui mais de 169 mil casos confirmados da doença.

De acordo com a Fiocruz Amazônia, pesquisadores sequenciaram 79 genomas do novo coronavírus desde o surgimento do primeiro caso de Covid-19 no Amazonas, em março.

Os dados foram coletados a partir de amostras obtidas em 18 municípios do estado.

As amostras sequenciadas são provenientes dos municípios de Anori, Autazes, Careiro, Iranduba, Itacoatiara, Jutaí, Lábrea, Manacapuru, Manaquiri, Manicoré, Maués, Nova Olinda do Norte, Parintins, Presidente Figueiredo, Santa Isabel do Rio Negro, Santo Antônio do Içá, e Tabatinga, além da capital Manaus.

Linhagens inéditas

O estudo apontou, ainda, a identificação de quatro linhagens que ainda não haviam sido sequenciadas no Brasil.

“As quatro novas linhagens identificadas são a B.1.107; B.1.111; B.1.1.2; e B.1.35 que circularam na Dinamarca, Colômbia, Reino Unido e País de Gales, respectivamente. Com essas, sobem para 30 o número de linhagens encontradas no Brasil”, informou o Instituto.

De acordo com o vice-diretor de Pesquisa e Inovação do ILMD/Fiocruz Amazônia, Felipe Naveca, o resultado do estudo mostra que o vírus entrou, ao menos, oito vezes no estado entre março e início de junho, a partir de diferentes origens.

“As proporções em que encontramos as linhagens aqui foram diferentes do Sudeste do país, mostrando uma diferença no padrão epidemiológico aqui no Amazonas. As origens mais prováveis não são as mesmas das maiorias das amostras no Sudeste”, disse.

Ainda conforme o pesquisador, a diferença entre as linhagens ajuda a identificar por onde os vírus circularam e como se dispersaram. Além disso, o sequenciamento é importante para protocolos de diagnóstico.

“Os dados do sequenciamento nos ajudam também a verificar se há a necessidade de ajustes nos protocolos de diagnóstico, por exemplo, se aqui o vírus acumulou alguma mutação que leve a um resultado falso-negativo”, informou.

Segundo Naveca, os protocolos em uso atualmente foram desenvolvidos em outros países, como China, EUA e Alemanha, levando em consideração o que se sabia da variabilidade viral naquele momento.

Com CLICK PB

Comente com seu Facebook

Davi Carrero é jornalista (DTR 3342-PB). Acadêmico de Direito, atua no Tribunal de Justiça da Paraíba - TJPB.

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Paraíba tem 2.034 novos casos de COVID-19 registrado nas últimas 24h

Publicado há

em

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Cidades

Brasil registra mais 3.808 mortes por Covid-19 em 24h

Publicado há

em

Nesta terça-feira (13), o Brasil registrou 3.808 novas mortes em decorrência da covid-19 nas últimas 24 horas.

Os números foram divulgados pelo Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) e, com isso, o Brasil chega a 358.425 o número total de óbitos em razão da doença.

De ontem para hoje, foram registrados mais 82.186 novos casos, levando o total de notificações da doença no País para 13.599.994.

NOTICIAS AO MINUTO

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Cidades

Em 1 ano, Guarabira soma 6332 casos de covid-19 e 92 mortos

Publicado há

em

A cidade de Guarabira soma a marca de 6332 casos de covid-19 e 92 óbitos  durante todo o período da pandemia, segundo a plataforma do painel Covid do Governo do Estado da Paraíba.
Nos últimos dias foram noticiadas aumento de mortes pelo coronavírus, e os cidadãos se viram com o sistema de saúde frágil e lotado, onde os pacientes que antes eram restritos a UPA tiveram que ser transferidos e atendidos no Hospital Regional de Guarabira.
A cidade está classificada como bandeira laranja pelo Governo do Estado.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.