CONECTE-SE CONOSCO

Notícias

Escritora paraibana recebe título de Doutora Honoris Causa

Publicado há

em

A dramaturga paraibana Lourdes Ramalho foi homenageada na tarde da última sexta-feira (27), pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). A instituição de ensino organizou uma reunião extraordinária do Conselho Universitário (Consuni) e Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), com o objetivo de outorgar, in memoriam, à professora, dramaturga e poetisa, o título honorífico de Doutora Honoris Causa.

A homenagem póstuma para Lourdes Ramalho, decorreu de uma proposta encaminhada pelo Departamento de Letras e Artes (DLA) do Centro de Educação (CEDUC), por meio dos professores Diógenes Maciel e Ludmila Mota de Figueiredo Porto, tendo como relatora a professora Ivonildes Fonseca.

A solenidade foi presidida pelo reitor Rangel Junior e aconteceu no Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP). Além do reitor o evento contou com os conselheiros Francisco de Assis Batista, Alexandra Teixeira e José Luan da Costa, e com o secretário de Educação da Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG), Rodolfo Gaudêncio.

A escritora foi representada na cerimônia pelo filho, George Suetônio Ramalho, que recebeu a honraria das mãos do reitor e pela neta Luana Ramalho, que recebeu um troféu da UEPB como mais uma reverência ao brilhantismo da autora.

Outros familiares, amigos e admiradores da escritora participaram da solenidade de forma presencial e remota. Também participaram do evento, o pró-reitor de Cultura, José Cristóvão de Andrade, uma das curadoras da Sala de Cordel do MAPP, Joseilda Diniz, a pró-reitora de Gestão Administrativa (PROAD), Eliana Maia, o coordenador de comunicação da UEPB, Hipólito Lucena, a diretora adjunta do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), Vaneide Silva Lima, o curador da Sala de Artesanato do MAPP, Angelo Rafael, Luciano Albino Barbosa, pró-reitor de Planejamento da UEPB; Maísa Marques e Antônio Augusto Pereira de Sousa, entre outros. Ainda estiveram na iniciativa, o presidente do Instituto Histórico de Campina Grande (IHCG), Wanderley de Brito, e Maria Ida Steinmuller.

O evento foi oficialmente aberto com o hino nacional, puxado pela sanfona de oito baixos do professor do Centro Artístico Cultural (CAC), Luizinho Calixto, e a posterior leitura da Resolução de Outorga, pelo chefe de gabinete da UEPB, professor Ricardo Soares.

O filho de Lourdes, George Ramalho, ressaltou a felicidade e o orgulho da família pela ocasião e distinção concedida. “Agradecemos aos que colaboraram para esse evento acontecer. Foi uma caminhada gratificante, muitos títulos dados quando ela estava viva e bem lúcida. Essa homenagem coroa todas as recebidas anteriormente”, disse.

Rangel Junior enfatizou ser um desejo seu que essa oportunidade ocorresse ainda no exercício de seu reitorado. “É com alegria que saúdo especialmente os familiares. Eles carregam em si essa herança cultural tão rica, além do enorme tesouro afetivo que ela construiu com cada um ao longo de sua vida, de maneira humana e amorosa. Na memória de todos, fica o registro de reverência a essa mulher que deu voz sobretudo aos oprimidos do Nordeste”, afirmou.

José Cristóvão de Andrade explanou que, notadamente nos últimos anos, a UEPB veio fazendo diversas manifestações de respeito e admiração a Lourdes e com a presença dela, inclusive no Museu. “A Instituição assim expressa seu carinho àquela que com imaginação e engenho nos mostrou um ideário regional carregado de vivacidade, de identidade e musicalidade”, enfatizou.

Professor do Centro Artístico Cultural da UEPB, o ator Chico Oliveira apresentou uma performance com recortes do espetáculo “As Velhas”, do qual fez parte em 1987, com direção de Moncho Rodriguez. “Foram duas canções. Uma delas se refere aos retirantes, a outra retrata o sofrimento das mães nordestinas, na luta pela sobrevivência”, detalhou.

Chico encenou, igualmente, um trecho da peça “A Feira”. “Foi a minha singela demonstração de apreço e gratidão a Lourdes. Minha relação com ela é estreita, vem desde o início da minha carreira no teatro, em 1982, quando a conheci. Fiz várias montagens, a primeira foi Fogo-Fátuo e teve a direção de Hermano José. Participei de infantis também, como Corrupio e Tangará, Dom Ratinho e Dom Gatão, através do Centro Cultural Paschoal Carlos Magno, fundado por ela e que tive a graça de integrar”, assinalou.

Para Chico, a lembrança de Lourdes ficou não só como um dos pilares da profissão escolhida por ele, mas como a imagem de uma pessoa acolhedora, gentil, generosa, incentivadora. “Ela era uma mãezona, nos dava o melhor dela, estar aqui nesse momento é emocionante para mim, pois como ator me sinto envaidecido, lisonjeado de ter convivido com ela e de ter dado vida aos personagens que criou”, endossou.

ClickPB

Comente com seu Facebook

Davi Carrero é jornalista (DTR 3342-PB). Acadêmico de Direito e atua no Tribunal de Justiça da Paraíba lotado na 3• Vara Mista de Sapé.

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Criança é esfaqueada pelo irmão de nove anos na PB após briga por celular

Publicado há

em

 Uma criança de 11 anos foi esfaqueada pelo irmão de nove anos após briga por celular, neste domingo (17), no bairro Dona Milindra, na cidade de Patos, no Sertão da Paraíba. De acordo com informações, a mãe das crianças tinha saído e deixou os filhos sozinhos na residência.

As duas crianças começaram a discutir por conta do celular, quando o menino de 9 anos pegou uma faca e golpeou o outro. A criança esfaqueada começou a gritar pedindo socorro aos vizinhos que acionaram o Samu.

O menino foi socorrido para o Hospital Infantil Noaldo Leite. O estado de saúde da criança não foi informado.

A Polícia Militar também foi chamada na casa e acionou o Conselho Tutelar. A mulher deve prestar esclarecimentos por ter deixado as crianças sozinhas. Além dos dois meninos, a mãe tem um terceiro filho que é deficiente físico.

clickpb

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias

Pagamento de indenizações do Dpvat passa a ser feito pela Caixa

Publicado há

em

A partir desta segunda-feira (18), a Caixa assume a gestão dos recursos e do pagamento das indenizações do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Dpvat). De acordo com a instituição, “as solicitações de indenização poderão ser feitas nas agências do banco para acidentes com vítimas ocorridos a partir de 1° de janeiro de 2021”.

De responsabilidade da Superintendência de Seguros Privados (Susep), vinculada ao Ministério da Economia, o Dpvat é um seguro obrigatório destinado a indenizar vítimas de acidentes de trânsito ocorridos em todo o território nacional. Conforme contrato firmado entre a Caixa e Susep, o banco será o responsável pela gestão dos recursos do seguro e pelo pagamento das indenizações, assegurando à população o acesso ao benefício.

Atendimento

Segundo a Caixa, as solicitações de indenização poderão ser feitas nas agências, já a partir desta segunda-feira. Para isso, a pessoa deve apresentar a documentação requerida por lei, conforme a cobertura aplicável. “Com a solicitação aprovada, o pagamento da indenização será feito em até 30 dias em uma Conta Poupança Social Digital da Caixa, no Caixa Tem, em nome da vítima ou dos beneficiários, dependendo do caso”.

A Caixa informa ainda que, em breve, será lançado o App Dpvat, que irá proporcionar ainda mais facilidade na hora de solicitar o seguro. O aplicativo permitirá o upload dos documentos e o acompanhamento da solicitação de indenização. Mais informações no site www.caixa.gov.br/dpvat ou pelo telefone 0800 726 0207.

Dpvat

Criado em 1974, o Dpvat indeniza vitimas de acidentes de trânsito, sejam motoristas, passageiros ou pedestres, brasileiros ou estrangeiros, sem apuração de culpa. A indenização é paga em casos de morte, invalidez permanente total ou parcial e para o reembolso de despesas médicas e hospitalares da rede privada por danos físicos causados por acidentes com veículos automotores de via terrestre ou por suas cargas. Estão enquadrados os acidentes de trânsito envolvendo carros, motos, caminhões, caminhonetes, ônibus e tratores (sujeitos ao licenciamento do Detran).

portalcorreio

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias

Vacinas contra Covid-19 devem chegar à Paraíba a partir desta segunda (18)

Publicado há

em

O Ministério da Saúde iniciará o transporte das vacinas contra a Covid-19 nesta segunda-feira (18). O lote de imunizantes que deve chegar à Paraíba está entre as 513 caixas – que equivalem a 15 toneladas – distribuídas para mais cinco estados.

O transporte das vacinas será realizado pelo Avião Solidário da LATAM, com apoio da VTCLOG e ABEAR (Associação Brasileira das Empresas Aéreas). Além da Paraíba esse lote também contempla os estados da Bahia, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Pernambuco.

+ Primeira dose da CoronaVac é aplicada no Brasil

A agilidade no transporte é fundamental não apenas pela importância da vacina, mas também para garantir a cadeia de frio.

Início da campanha

A previsão para o início da vacinação é para a próxima quarta-feira (20). Na Paraíba, para a imunização, o governo realizou a organização da rede de frio, a logística de recebimento e distribuição das vacinas, assim como, a descrição dos grupos prioritários com maior risco de desenvolver complicações e óbitos pela doença.

Quais documentos levar? 

O registro das doses aplicadas será nominal e individualizado, por meio do número do Cartão Nacional de Saúde ou número do CPF do usuário. A Secretaria de Estado da Saúde está estimulando a população a baixar e usar o aplicativo de celular do Ministério da Saúde, o Conect SUS (disponível para iOS e Android), para agilizar no processo de vacinação. A falta do cadastro prévio no aplicativo não impede a vacinação nas unidades de saúde.

Primeira vacinada no Brasil

Após autorização do uso emergencial das vacinas de Oxford CoronaVac pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o governo de São Paulo aplicou a primeira dose da vacina.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.