CONECTE-SE CONOSCO

Notícias

SES confirma mais 15 mortes e 1.101 casos de Covid-19 na PB

Publicado há

em

A Paraíba contabilizou mais 1.101 casos confirmados de Covid-19, totalizando 169.646. O número de óbitos em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus saiu de 3.740 para 3.755, com mais 15 confirmados entre essa terça-feira (5) e esta quarta-feira (6), sendo quatro ocorridos nas últimas 24 horas. Vinte e sete mortes ainda estão sob investigação. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Até o momento, 541.482 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados na Paraíba.

Resumo | Últimas 24h na Paraíba

Confirmados: 169.646 (eram: 168.545)
Descartados: 221.081 (eram: 220.216)

Dentre os casos confirmados:

  • Recuperados: 128.558  (eram: 127.864)
  • Isolados em casa: 37.021 (eram: 36.631)
  • Internados: 312 (estável)
  • Mortos: 3.755 (eram: 3.740)
Entre os confirmados nesta quarta-feira, 66 (6%) são casos de pacientes hospitalizados e 1.035 (94%) são leves.
Cinco municípios concentram 508 novos casos, o que corresponde a 46,13% dos casos registrados nesta quarta. São eles: João Pessoa, com 266 novos casos, totalizando 42.963; Campina Grande, com 79 novos casos, totalizando 15.640; Sousa, com 76 novos casos, totalizando 3.731; Patos, com 47 novos casos, totalizando 7.295; Pombal, com 40 novos casos, totalizando 1.638.

Mortos

Dos 15 óbitos confirmados nesta quarta-feira pela SES, quatro ocorreram nas últimas 24 horas. As vítimas são dez homens e cinco mulheres, com idades entre 27 e 92 anos. Uma das vítimas não possuía comorbidade informada às autoridades de saúde. Cardiopatia foi a comorbidade mais frequente. Até esta quarta-feira, 192 cidades paraibanas registraram óbitos por Covid-19, o que representa 86,09% dos 223 municípios.

Ocupação de leitos

A ocupação total de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto, pediátrico e obstétrico em todo o estado é de 50%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa (RMJP), a taxa de ocupação chega a 51%. Em Campina Grande, estão ocupados 60% dos leitos de UTI adulto, mesmo índice registrado no Sertão do estado. De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar, 20 pacientes foram internados nas ultimas 24 horas.

Leitos para Covid-19 ativos em todo o estado
  • Enfermaria: 496 (168 ocupados)
  • UTI: 302 (144 ocupados)

Gráficos



Portalcorreio

Comente com seu Facebook

Davi Carrero é jornalista (DTR 3342-PB). Acadêmico de Direito e atua no Tribunal de Justiça da Paraíba lotado na 3• Vara Mista de Sapé.

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Banco deve indenizar correntista por descontos indevidos em sua aposentadoria

Publicado há

em

A Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba entendeu de manter a sentença proferida pelo Juízo da Vara Única de Água Branca, na qual o Banco Bradesco foi condenado a pagar a uma correntista uma indenização por danos morais no valor de R$ 5 mil, por realizar descontos nos seus proventos de aposentadoria, bem como em sua conta corrente, sem a sua autorização, relativos a dois empréstimos. A relatoria da Apelação Cível nº 0800586-73.2018.8.15.0941 foi do desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides.

A Instituição financeira recorreu da sentença, alegando que se tratam de contratos de empréstimos válidos, formalizados corretamente pela promovente, sendo um consignado e outro firmado no caixa eletrônico, pessoalmente pela autora, mediante o uso do cartão e senha eletrônica. Afirmou, ainda, que agiu o banco dentro do exercício legal de um direito ao descontar as parcelas dos empréstimos contratados, uma vez que houve prova do crédito em conta. Pugnou, por fim, pela redução da indenização por dano moral, entendendo que o valor fixado foi exacerbado.

Analisando o caso, o relator do processo entendeu que restou comprovada a falha na prestação do serviço. “Forçoso reconhecer a falha na prestação do serviço, constatando-se ilícita a conduta da instituição ré, que, não adotou qualquer providência, a fim de evitar os descontos indevidos, ensejando prejuízos a recorrente, que ficou privada de seus recursos, o que o torna responsável pelo evento danoso e o obriga a reparar os danos morais sofridos”, observou.

Sobre o valor da indenização, o desembargador-relator considerou que o montante de R$ 5 mil está em consonância com os parâmetros da razoabilidade e da proporcionalidade. “No que concerne ao “quantum” indenizatório, a reparação serve para atenuar o sofrimento da vítima e ainda de sanção ao causador do dano, como fator de desestímulo, para que não volte a praticar aquele ato lesivo à personalidade do ser humano”, pontuou.

Da decisão cabe recurso.

Confira, aqui, o acórdão.

Por Lenilson Guedes/Gecom-TJPB

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias

Concurso da Prefeitura de JP para área administrativa inscreve até esta segunda

Publicado há

em

As inscrições para o concurso da Prefeitura de João Pessoa para a área da administrativa terminam nesta segunda-feira (25). O certame está oferecendo 320 vagas em cargos de níveis médio e superior.

Os interessados devem realizar as inscrições exclusivamente no site da organizadora do certame, o Instituto AOCP, até às 23h59. A taxa de inscrição varia entre R$ 50 e R$ 90.

No certame estão sendo ofertadas vagas para assistente administrativo, engenheiro e arquiteto. As remunerações variam de R$ 1.306,48 a R$ 6.412,30.

As provas acontecem em 28 de fevereiro e a de títulos será no dia 19 de março. O resultado final do concurso está previsto para sair no dia 7 de abril de 2021.

com paraibaja

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias

Idosa de 114 anos é 1º vacinada em instituição de longa permanência na PB

Publicado há

em

A Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa (SMS-JP), por meio da Seção de Imunização, dá inicio nesta segunda-feira (25) a vacinação contra a Covid-19 em instituições de longa permanência. A imunização acontecerá nesta tarde, a partir das 14h, na Associação Promocional do Ancião (ASPAN). A primeira vacina será aplicada em uma idosa de 114 anos que vive na Associação.

A vacinação deste grupo está prevista como prioritária para a primeira remessa das vacinas. “Levando em consideração o grau de exposição dos idosos que vivem nessas instituições, bem como dos trabalhadores que ali atuam, estamos iniciando na tarde de hoje a imunização desse grupo, que já estava prevista como prioritária”, destaca o chefe da Seção de Imunização da SMS, Fernando Virgolino.

Dentro desse grupo, devem receber a vacina os idosos e trabalhadores de 12 instituições de longa permanência localizadas na Capital. A ordem de vacinação acontecerá conforme agendamento da instituição junto à Seção de Imunização, bem como o repasse da lista contendo o quantitativo e o nome dos trabalhadores e dos residentes de cada local. Também será necessário que cada instituição assine um termo de responsabilidade quanto à veracidade das informações repassadas.

Além da ASPAN, também recebem vacina na tarde desta segunda-feira os idosos e trabalhadores do Lar da Providência e Lar Melodias.
As demais instituições devem realizar o repasse das informações necessárias à SMS para finalizar o agendamento junto a Seção de Imunização.

com paraibaja

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.