CONECTE-SE CONOSCO

Destaque

“Esse presidente precisa ser interditado”, afirma Marina Silva sobre Bolsonaro, em entrevista à RTC

Publicado há

em

“Esse presidente precisa ser interditado”, afirma Marina Silva sobre Bolsonaro, em entrevista à RTC

A ex-ministra do meio ambiente Mariana Silva defendeu a interdição do presidente Jair Bolsonaro. “Ele negligencia a vida quando destrói a natureza, negligencia quando está conduzindo da pior forma possível a pandemia, negligencia quando não respeita as instituições e a nossa constituição. A nossa constituição tem dispositivos que asseguram que se você tiver um governo que está colocando em risco a vida do seu povo, esse presidente tem que ser interditado. Isso é um dever cívico, um dever ético, um dever moral”, sugeriu Marina em entrevista à Rede Tambaú de Comunicação (RTC).

Sobre as sinalizações de mudança de postura de Bolsonaro, que chegou a usar máscara em um evento do governo na semana passada e fez declarações favoráveis a vacina, a ex-ministra considerou como estratégica meramente eleitoral. “É uma pessoa que faz as coisas não por convicção, mas porque está preocupado com sua eleição. Um estadista não faz isso. Um estadista perde a eleição, mas não perde o rumo daquilo que é a proteção do seu povo. O presidente Bolsonaro deu sustentação a Pazuelo que não é médico, não entende de saúde e depois a gente descobriu que não entende de logística”, declarou Marina.

Íntegra

Além da pauta ambiental e a gestão de Bolsonaro, Marina comentou a situação da pandemia, a retirada das condenações do ex-presidente Lula, Sérgio Moro e a “Frente ampla”. A entrevista foi conduzida pelo repórter de política da RTC, Daniel Lustosa.

Link da entrevista:

portalt5

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Terça do PÃO no Supermercado Leomar

Publicado há

em

O Supermercado Leomar fica na avenida Rui Barbosa, Centro de Guarabira. De frente ao Posto de Combustíveis Opção. Siga o Leomar nas redes sociais @supermercadoleomar. .

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

João Pessoa cancela festas de Réveillon na orla para não promover aglomerações

Publicado há

em

As festas de Réveillon, que estavam sendo planejadas na orla de João Pessoa, foram canceladas conforme anunciou o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, nesta segunda-feira (29), durante uma coleta de imprensa. Apesar disso, praia vai estar liberada para livre circulação de pessoas e reuniões particulares. Festas em bares e em casas de shows podem acontecer com protocolos de prevenção à Covid-19.

Segundo o prefeito, a preocupação com a nova variante do coronavírus, o Ômicron, e com uma possível nova onda de contaminação foram as razões que levaram ao cancelamento dos eventos.

A prefeitura decidiu não divulgar o nome das bandas que fariam parte dos shows previstos, porém afirma que não houve prejuízo para os cofres públicos.

Já o “Natal dos Sentimentos”, com polos na praia, na Praça da Independência e no Parque da Lagoa, está mantido. Conforme a prefeitura, nesses eventos a gestão consegue ter controle de público e não vai gerar uma aglomeração de 200 mil pessoas, como uma virada do ano na orla faria.

A festa vai acontecer nesses três polos, que serão interligados por vias decoradas e com deslocamento garantido. Neles, será realizada uma série de eventos integrando os polos e a população. O público vai poder participar de corridas e passeios ciclísticos.

G1

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

Marcus fala sobre recomendação do MP para não realizar a FDL2022: “Não fui informado oficialmente”

Publicado há

em

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.