CONECTE-SE CONOSCO

Entretenimento

Após votação com gritos e choro, Juliete, Rodolffo e Sarah se enfrentam no 9º paredão do BBB 21

Publicado há

em

Conforme Tiago Leifert avisou no dia da prova do líder, a votação foi aberta, ou seja, todos tiveram que dizer suas indicações na sala, diante dos colegas de confinamento.

Juliette, Rodolffo e Sarah estão no paredão (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Aconteceu na noite deste domingo (28) a formação do nono paredão do BBB 21. Conforme Tiago Leifert avisou no dia da prova do líder, a votação foi aberta, ou seja, todos tiveram que dizer suas indicações na sala, diante dos colegas de confinamento.

Thaís, o Anjo da semana, imunizou Viih Tube, fazendo com que, além de o líder, a influenciadora também não pudesse ser votada. Arthur, então, fez seu anúncio e colocou Juliette na berlinda. “Em todas as cinco inscrições que fiz no BBB, disse que faria o que meu coração mandasse. Fiquei surpresa como me tornei primeira opção de uma pessoa da casa”.

Em seguida, Sarah foi avisada que a pulseira branca que Gil deu a ela após atender ao Big Fone significava que ela seria a primeira a votar e que, em seguida, tinha que dizer quem deveria continuar a votação. Com votos de Viih, Juliette, Rodolffo, Caio e Pocah, Sarah foi a mais votada pela casa.

Os dois emparedados tiveram direito a contragolpe. Juliette puxou Rodolffo ao paredão e Sarah colocou Thaís na berlinda. Com exceção da advogada, os outros três participaram da prova Bate e Volta, que foi dividida em três fases, Thaís levou a melhor e se livrou do paredão.

FolhaPress

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Arqueólogos descobrem ‘Pompeia’ no Egito

Publicado há

em

Imagem das ruínas de uma cidade egípcia que foi recentemente encontrada no país — Foto: Ministério Egípcio de Antiguidades/Via AFP

Imagem das ruínas de uma cidade egípcia que foi recentemente encontrada no país — Foto: Ministério Egípcio de Antiguidades/Via AFP

Arqueólogos revelaram na quinta-feira (9) que descobriram as ruínas de uma cidade no Egito. A cidade foi construída há mais de 3.400 anos, no reinado de Amenhotep III, um dos faraós mais poderosos da civilização egípcia.

Arqueólogos descobrem cidade de 3.400 anos no Egito

A equipe foi liderada pelo arqueólogo egípcio Zahi Hawass.

Eles começaram a fazer buscas em um templo perto de Luxor, em setembro, mas em semanas encontraram restos de edifícios feitos com tijolos de argila em todas as direções.

Acabaram encontrando uma cidade bem preservada, com paredes quase completas, e casas com cômodos com ferramentas, cerâmicas e tijolos com selos.

De acordo com Hawass, algumas das paredes das casas têm três metros de altura.

As escavações aconteceram na margem oeste de Luxor, perto dos templos do rei Ramses II e do Vale dos Reis.

Peter Lacovara, diretor do Fundo de Arqueologia e Patrimônio do Egito Antigo, com sede nos Estados Unidos, afirmou que essa é uma descoberta muito importante.

O estado de preservação e a quantidade de itens do cotidiano lembram outras descobertas famosas, segundo ele.

“É como uma Pompeia Egípcia, e mostra a necessidade de preservar a área como um parque arqueológico”, disse ele.

Foram encontrados no local fornos para fazer vidro e cerâmica, junto com os destroços de milhares de estátuas, disse Betsy Bryan, especialista no reinado de Amenhotep III.

“A descoberta do local dos centros de manufatura já abre os detalhes de como os egípcios fizeram o que fizeram sob um grande e rico governante como Amenhotep III”, disse ela. Segundo Bryan, a nova escavação “fornecerá conhecimento por muitos anos”.

A oeste da cidade está a antiga vila de trabalhadores de Deir el-Medina, segundo Hawass. Segundo referências históricas, é onde estavam os palácios e os centros administrativos e industrial do reinado de Amenhotep III.

G1

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Entretenimento

Ex-pastor Felipe Heiderich diz que achou ‘estranho beijar um homem’

Publicado há

em

Felipe Heiderich contou que o primeiro beijo no youtuber Bruno de Simone aconteceu em setembro de 2020, e logo eles começaram a namorar. Mas, segundo o ex-pastor, os primeiros meses de relacionamento foram complicados.

“Vou confessar que para mim foi tudo muito difícil no início, nos primeiros meses. É muito estranho beijar um homem, tocar… É tudo muito diferente e eu tive vários momentos doidos de altos e baixos para entender a situação”, afirmou Heiderich em entrevista ao programa Na Real, apresentado pela jornalista Fábia Oliveira.

O namoro com Bruno Simone é o primeiro relacionamento homoafetivo do ex-pastor, que também falou sobre as críticas e ofensas que têm recebido após assumir ser bissexual e tornar público seu namoro com o youtuber.

“O meio gospel não aceita. Diz que aceita. Que aceita não, tolera”, afirmou. Ele também comentou sobre a reação da sua mãe ao falar sobre sua orientação sexual. “Mãe, virei viado. Ela ficou muda quase meia hora. Depois disse: ‘sabe que é difícil, né? Cidade do interior… o povo aqui não vai reagir bem…’ Mas agora está tudo bem”.

Na entrevista, Simone também contou que a sua mãe levou um susto ao saber sobre o namoro dele com um pastor. “Ela ficou preocupada, mas entendeu porque sabia que eu queria viver um amor. Eu queria viver um amor, mas nunca ia imaginar com um pastor envolvido numa polêmica tenebrosa”, afirmou.

O youtuber contou ainda que foi pedido em casamento por Heiderich.”Já aceitei e só faltam as alianças. Felipe Heiderich é o homem que eu amo. A gente se ama muito.”

“Nunca namorei pensando em terminar. Não estou com o Bruno para passar tempo e se eu namoro alguém é claro que eu planejo um futuro”, completou o ex-pastor.

folhapress

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Entretenimento

Treze vence clássico paraibano da Copa do Nordeste realizado no DF

Publicado há

em

Duelo contra o Botafogo-PB foi disputado pela 1ª vez fora da Paraíba

Treze vence clássico paraibano da Copa do Nordeste realizado no DF

Deu Treze no primeiro Clássico Tradição fora da Paraíba. Nesta quinta-feira (1), o Galo da Borborema derrotou o Botafogo-PB por 1 a 0 no estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF), pela sexta rodada da Copa do Nordeste.

A equipe de Campina Grande (PB) foi aos oito pontos e assumiu o quinto lugar do Grupo A, um ponto atrás do Sampaio Corrêa, quarto colocado e último na zona de classificação às quartas de final. Único time que ainda não venceu na competição, o Belo segue com quatro pontos e encerra a rodada na lanterna do Grupo B.

Apesar do mando trezeano, a partida teve que ser disputada no Distrito Federal devido a um decreto do Governo da Paraíba que proíbe a realização de jogos de futebol no estado para conter o avanço do novo coronavírus (covid-19). Foi, também, a primeira vez que um duelo pela Copa do Nordeste não foi realizado na região.

A missão do Botafogo ficou mais difícil com menos de um minuto de bola rolando, graças à expulsão do meia Kaio Wilker após uma entrada pesada em cima do zagueiro Marlon. Com um a mais, o Treze teve mais volume no primeiro tempo. Aos 42 minutos, Romeu balançou as redes, mas o lance foi anulado, pois o volante estava impedido. No minuto seguinte, o atacante Jairinho assustou em chute da entrada da área, defendido pelo goleiro Felipe.

O Belo voltou melhor do intervalo e obrigou o goleiro Jeferson a três ótimas defesas em sequência, entre os 11 e 12 minutos, em tentativas do meia Marcos Aurélio e do atacante Rafael Oliveira (duas vezes). Quem balançou as redes, porém, foi o Galo. Aos 33 minutos, o meia Ancelmo cruzou pela direita, Marlon cabeceou, o zagueiro Samuel salvou e o atacante João Leonardo, na sobra, fez o gol da vitória trezeana.

O Treze volta a campo neste domingo (4), às 18h (horário de Brasília), contra o Vitória, no Barradão, em Salvador. Na segunda-feira (5), o Botafogo recebe o Confiança no Almeidão, em João Pessoa, às 19h30.

portalt5

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.