CONECTE-SE CONOSCO

Destaque

CPI da Covid vai seguir caminho da cloroquina para demonstrar aposta intencional na imunidade de rebanho

Publicado há

em

Integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid devem adotar uma espécie de roteiro da cloroquina. Os parlamentares pretendem demonstrar que o governo fez uma aposta intencional na imunidade de rebanho ao produzir, estimular e divulgar o uso da medicação, que não tem eficácia comprovada contra a Covid-19.

Na avaliação de senadores, esse caminho revela que o governo Jair Bolsonaro expôs a população ao risco de contaminação com a certeza de que haveria medicação para o tratamento da Covid-19.

Uma farta documentação já está sendo levantada por integrantes da CPI, além de declarações do presidente Bolsonaro e de outras autoridades do Ministério da Saúde.

Camarotti: ‘Roteiro do grupo majoritário na CPI é seguir o caminho da cloroquina’

Entre os documentos, está o ofício enviado pelo Ministério da Saúde à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, pedindo que a instituição desse ampla divulgação ao tratamento com uso de cloroquina e hidroxicloroquina como medicamentos que podem ser utilizados nos primeiros dias de sintomas de Covid-19.

O ofício, datado de 29 de junho, é assinado pelo secretário de Atenção Especializada à Saúde, Luiz Otavio Franco Duarte.

“O governo conduziu a pandemia de forma temerária. O presidente Bolsonaro estimulou aglomerações. Foi uma aposta intencional na imunidade de rebanho que expôs os brasileiros”, disse ao blog o senador Rogério Carvalho (PT-SE), suplente da CPI da Covid.

“Ao invés de comprar vacina, providenciou a produção e a distribuição de cloroquina como um medicamento que iria curar a Covid-19. O presidente agiu de forma dolosa nessa pandemia”, disse Carvalho.

Em fevereiro, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que a Polícia Federal investigasse gastos do Ministério da Saúde com a compra de cloroquina.

G1

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Geraldo Medeiros anuncia flexibilização de medidas contra covid-19 para o setor de eventos na Paraíba em novo decreto

Publicado há

em

O anúncio foi dado em entrevista exclusiva ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM.

Secretário de Saúde, Geraldo Medeiros.

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, afirmou que haverá flexibilizações em relação a eventos no estado. As medidas devem ser divulgadas no próximo decreto a ser publicado nesta sexta-feira (1º). O anúncio foi dado em entrevista exclusiva ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM.

“O decreto estadual vai terminar no dia 30 de setembro e surgirão algumas medidas de flexibilização em relação a eventos”, disse.

Apesar de ainda estarem em fase de estudos, as medidas não trarão riscos para a população, segundo o secretário.

clickpb

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

Prefeitura de Araçagi inicia vacinação de adolescentes de 12+ com comorbidade

Publicado há

em

A vacinação contra a COVID-19 chegou para o público 12+ com comorbidades, na próxima segunda-feira (27).
Local: Unidade Mista
De segunda a quinta
Turno: tarde
Horário: das 13 às 16 horas
Documentos necessários: CPF ou cartão do SUS, documento de identificação com foto e comprovante de residência atualizado.
Para mais informações procure seu agente de saúde.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

Estelionatário aplica golpe em empresários usando o nome do prefeito de Guarabira-PB

Publicado há

em

Dois empresários proprietários de um estabelecimento comercial do setor varejista (supermercado) na cidade de Guarabira, Agreste paraibano, foram vítimas de golpe aplicado por um estelionatário que usou o nome do prefeito Marcus Diôgo.

Em contato com a empresária, ela disse que na quinta-feira (23) recebeu uma ligação de um homem que se passava pelo prefeito de Guarabira, e que precisava de uma ajuda financeira no valor de R$ 3.800,00 (três mil e oitocentos reais) para realizar um evento na área da saúde. Ela disse que ficou surpresa em receber tal ligação, achou estranho e comunicou ao sócio. Mesmo desconfiada a empresária disse que o criminoso sabia de informações privilegiadas, que só saberia quem morasse na cidade.

Depois da ligação, ela disse que o estelionatário passou a se comunicar por mensagens no WhatsApp e disse que seu assessor e advogado por nome de Paulo, ficaria na responsabilidade de manter o contato com ela.

A empresária disse que o criminoso é bastante habilidoso e que conseguiu convencer o sócio dela, que decidiu fazer um pix no valor pedido por ele.

A transação foi concluída na sexta-feira (24) quando a transferência foi feita para uma conta cujo CPF apresenta uma dívida de cerca de R$ 80.000,00 (oitenta mil reais).

Depois da transferência o criminoso não manteve mais contato e bloqueou o telefone. Ao perceber que haviam sido vítimas de um golpe, os empresários resolveram levar o caso à polícia civil. Um boletim de ocorrência e foi feito na delegacia de Guarabira.

A empresária que pediu para não ser identificada nem o nome do seu estabelecimento, disse que quer alertar outros empresários para não caírem no golpe.

Ela disse que além da revolta, está com a sensação de impotência e decepcionada com o episódio.

 

Mais detalhes no Manhã de Notícias, a partir das 7h com Michele Marques.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.