CONECTE-SE CONOSCO

Destaque

Dono da Autoescola Rainha da Paz morre de complicações da Covid-19, em João Pessoa

Publicado há

em

Empresário não resistiu às complicações da doença e morreu na madrugada de hoje.

Empresário estava internado há dias em hospital particular de João Pessoa. (Foto: Reprodução/redes sociais)

O proprietário da Autoescola Rainha da Paz, Irenaldo Cavalcanti Vieira, morreu nesta quarta-feira (21), em João Pessoa, vítima de complicações de Covid-19. O paraibano é natural do município de São José de Piranhas, no Sertão do Estado.

De acordo com informações apuradas pelo ClickPB, o empresário estava internado em um hospital particular da capital paraibana há dias, mas não resistiu às complicações decorrentes da doença e faleceu na madrugada de hoje. Nas redes sociais da empresa, trouxe uma nota de pesar e frisou que Irenaldo era “um trabalhador incansável” e que “seu exemplo de nunca se render, nunca desistir diante da adversidade vive em cada um de nós que fomos tocados pela sua vida”.

Conforme o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde, a Paraíba contabiliza 282.039 casos confirmados da doença. Foram realizados 803.172 testes para diagnóstico da Covid-19 até o momento. Quanto aos óbitos, o Estado totaliza 6.520 mortes. O boletim registrou ainda um total de 194.932 pacientes recuperados da doença.

clickpb

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Extensas pautas marcam reunião de diretoria e sessão plenária do Creci-PB

Publicado há

em

Por

A reunião de diretoria e a sessão plenária do Creci-PB, realizadas, respectivamente, às 9h e 15h desta sexta-feira (7), tiveram em comum uma extensa pauta, que constou da apresentação da ata do Conselho Fiscal referente a aprovação da prestação de contas do 10 trimestre de 2021, comunicados da presidência, aprovação de portarias, bem como de 200 processos, por exemplo, de transferência, inscrição e reinscrição de pessoas físicas, inscrição como estagiário, inscrição pessoa jurídica, inscrição secundária expedida e recebida e isenção.

O número de comunicados, dimensionou o volume de ações desenvolvidas pelo Órgão durante o mês passado, como a retomada das edições virtuais do programa de educação continuada Educacreci, os pedidos aos governos federal, estadual e prefeituras, de prioridade para os corretores de imóveis na vacinação contra a Covid-19 e mais um convênio firmado com a Preferencial Saúde,100% gratuito para acesso à rede de atendimento do Plano Pharma, além dos projetos de campanhas de valorização profissional, combate ao exercício ilegal, ampliação e aprimoramento dos cursos disponíveis na Faculdade Corporativa e do programa Educacreci.

Uma das portarias aprovadas foi a que corrige de acordo com o que foi definido em Acordo Coletivo dos funcionários com a diretoria, em 5% os valores das tabelas salariais do Plano de Cargos e Salários e dos cargos de livre provimento em comissão, cuja aplicação foi viabilizada pelo equilíbrio financeiro mantido pela gestão.

Nesse contexto de valorização, vale destacar a adoção de um calendário anual de pagamento que ocorre sempre no último dia útil do mês trabalhado, a implantação do próprio PCS, que garante novos horizontes através de princípios como meritocracia e vantagens indiretas (vales transporte e alimentação), além de assistências médica-hospitalar e odontológica, decorrente de planos de saúde coletivos contratado pelo Conselho.

Por fim, foram apresentados Relatórios dos setores de fiscalização, ouvidoria, imprensa, marketing, financeiro, compras, contratos, secretaria, entre outros.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

Bolsonaro veta projeto que adiava prazo de entrega da Declaração do IR

Publicado há

em

Declaração do Imposto de Renda 2021.
© Marcello Casal jr/Agência Brasil

Com decisão, prazo fica mantido até 31 de maio

O presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente o projeto de lei 639/2021, aprovado pela Câmara dos Deputados no último dia 13 de abril, que estendia o prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2021 de 31 de maio para 31 de julho. O veto será publicado na edição desta quinta-feira (6) do Diário Oficial da União, mas poderá ser derrubado pelo Congresso Nacional. O presidente acatou recomendação da equipe econômica para não estender o prazo. 

Segundo o governo, apesar de “meritória”, a prorrogação do prazo contrariava o interesse público porque seria o terceiro adiamento consecutivo da entrega da declaração este ano. Uma nova postergação, de acordo com a equipe econômica, poderia afetar o fluxo de caixa do governo, prejudicando a arrecadação da União, dos estados e dos municípios, já que impactaria no repasse dos recursos destinados ao Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE) e no Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

“Desse modo, a proposta foi objeto de veto por causar um desequilíbrio do fluxo de recursos, o que poderia afetar a possibilidade de manter as restituições para os contribuintes, além de comprometer a arrecadação dos entes federativos. Em abril deste ano, a Receita Federal publicou a Instrução Normativa RFB nº 2.020/2021 adiando o prazo de entrega da Declaração de Imposto de Renda do exercício de 2021, de abril para maio, como forma de suavizar as dificuldades impostas pela pandemia do coronavírus (covid-19)”, informou, em nota, a Secretaria-Geral da Presidência da República.

Agência Brasil

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

Pediatra alerta sobre Alergia ao leite e Intolerância à lactose.

Publicado há

em

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.