CONECTE-SE CONOSCO

Politica

PT afasta vereador que abriu caixão para provar que homem não morreu de Covid-19

Publicado há

em

William Faria gravou vídeo do momento em que usa facão para abrir lacre de caixão de homem com 92 anos; vereador deve responder no Conselho de Ètica

 

William Faria/Reprodução/Redes Sociais
Vereador William Faria publicou vídeo nas redes sociais

Partido dos Trabalhadores de Minas Gerais anunciou nesta terça-feira, 27, o afastamento do vereador William Faria, da cidade de Santa Bárbara do Leste, que divulgou nas redes sociais um vídeo dele mesmo usando um facão para abrir o caixão de um idoso e comprovar que ele não tinha morrido por causa da Covid-19. As imagens mostram o político com um atestado de óbito ao lado de familiares do morto em um cemitério da região. “A gente vai abrir esse caixão para a gente ver o que tem aqui dentro, para a gente ver o respeito a um senhor de 92 anos”, diz, antes de usar um facão para abrir o lacre e mexer na sacola que envolve o corpo do idoso. William reclama do fato de que não há adornos ou flores dentro do ataúde, o que é proibido por um protocolo sanitário do Estado de Minas para aqueles pacientes que morreram por causa do novo coronavírus. O vereador fala, ainda, que vai enviar o corpo de volta à funerária para que ele receba o tratamento correto.

Em nota, o PT-MG lembrou que os caixões das vítimas de Covid-19 são lacrados por medida do Ministério da Saúde e afirmou que o vereador deve responder administrativamente no Conselho de Ética do partido, podendo ter sua expulsão decretada. No momento, ele está apenas afastado do PT. “Num dos momentos mais delicados vividos por toda a população mineira e brasileira em função da pandemia do novo coronavírus, a atitude do vereador representa uma ação violenta e desnecessária, além de ser uma grave ameaça à segurança sanitária”, diz trecho do documento. Veja, abaixo, vídeo do ocorrido:

 

Fonte: jovempan

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Politica

Camila recebe presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo e Chefe da Casa Civil para discutir prévias do PSDB

Publicado há

em

A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) recebeu, nesta quarta-feira (20), o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), Carlão Pignatari (PSDB) e o Chefe da Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo, Cauê Macris (PSDB), para discutir assuntos voltados ao partido, sobretudo as prévias da legenda para a escolha do candidato que vai disputar a presidência da República nas eleições do próximo ano.

De acordo com Camila, foi muito bom receber a visita e promover a troca de experiências. Ela afirma que é importante atuar para o fortalecimento do PSDB e destaca que a legenda dá uma aula de fortalecimento da democracia ao realizar uma disputa interna para escolher o seu representante no pleito do próximo ano.

“As prévias são boas porque fortalecem e movimentam o PSDB nacionalmente. Estamos visitando todos os deputados estaduais do Brasil. Daqui da Paraíba, vamos a Sergipe, ao Maranhão. Já passamos por 14 estados conversando com os deputados e filiados sobre as nossas prévias”, destacou Carlão Pignatari.

Para Cauê Macris, essa foi uma oportunidade de conhecer os deputados estaduais paraibanos filiados ao PSDB, como Camila e Tovar Correia Lima. “É muito bom conhecer os deputados e saber da realidade de cada um, em cada estado que passamos. Na Paraíba, fomos muito bem recebidos e acolhidos por dois excelentes parlamentares que orgulham muito o nosso PSDB, a deputada Camila e o deputado Tovar”, afirmou.

O presidente da Alesp, Carlão Pignatari, e o Chefe da Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo, Cauê Macris, também fizeram uma visita de cortesia ao presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB). “Em todos os estados estamos visitando o presidente das Assembleia, pois como o maior parlamento do Brasil é importante termos uma relação próxima de todas as Assembleias”, disse Pignatari.

Assessoria de Imprensa

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Politica

Vereadora Jussara Maria propõe um minuto de silêncio em memória do primeiro óbito cardíaco

Publicado há

em

Na tarde de ontem (19) a representante legislativa eleita pelos guarabirenses propôs um minuto de silêncio a fim de mandar um recado à Secretária Municipal de Saúde: “que ela possa sentir no silêncio o quanto dói perder um ente querido”.

Para que o leitor entenda melhor o caso: no dia 29/08 marcou-se a angioplastia da Sra. Maria das Graças; no dia 29/09 agendou-se o cateterismo a interesse da referida senhora. Ambos os exames deixaram de ser realizados pela Secretaria Municipal de Saúde de Guarabira e, como consequência, a paciente faleceu ontem pela madrugada no Hospital Metropolitano, administrado pelo Governo do Estado, sem jamais ter feito qualquer exame mediante atendimento na Rede Pública Municipal de Saúde.

Na tribuna a vereadora Jussara ainda trouxe à tona o caso por ela presenciado no qual o médico Antônio Soares teria deixado de atender aos apelos da Sra. Jaciele Batista Trajano quando a paciente aos gritos pedia atendimento no Hospital Regional. Inclusive a Sra. Jaciele está grávida. Devido a esse episódio, na sua fala a parlamentar pediu providências ao Diretor do Hospital Regional quanto ao caso ocorrido na noite de sábado, 16/10 nas dependências daquela Unidade de Saúde.

Em ambas as situações a vereadora tem militado em favor das pessoas que, por necessidade, recorrem aos serviços da saúde pública disponibilizado universalmente pelo SUS através do governo do Estado e do governo municipal.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Politica

Votação de projeto de suplementação orçamentária gera confusão entre prefeito e vereadores em Sapé

Publicado há

em

O gestor da cidade, major Sidnei quer que os vereadores aprovem o projeto de suplementação orçamentária que viabiliza recursos para o município. No entanto, os vereadores são contrários ao projeto.

Em suas redes sociais, o gestor postou um vídeo em que aparece junto ao povo, e critica a sessão na Câmara dos Vereadores. “É nula. Não vamos nos render a chantagens. A Câmara deve trabalhar a favor da população, em harmonia com os poderes, sem interesses 

A votação de projeto de suplementação orçamentária, na Câmara dos Vereadores, em Sapé, gerou confusão entre prefeito e vereadores, nesta quinta-feira (16). O gestor da cidade, major Sidnei quer que os vereadores aprovem o projeto de suplementação orçamentária que viabiliza recursos para o município. Sem a aprovação desse projeto, pode haver problemas com a folha de pagamento dos fornecedores e servidores.

Em suas redes sociais, o gestor postou um vídeo em que aparece junto ao povo, e critica a sessão na Câmara dos Vereadores. “É nula. Não vamos nos render a chantagens. A Câmara deve trabalhar a favor da população, em harmonia com os poderes, sem interesses próprios”, diz. 

Segundo ele, houve a quebrar do regimento no processo, “desrespeitar o regulamento e reprimir quem pensa diferente é ferir a democracia e tentar calar a voz do povo. Tenho energia e força para fazer o que precisa ser feito”, relatou.

Segue o documento com o projeto:    

clickpb

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.