CONECTE-SE CONOSCO

Policial

PF desarticula quadrilha que comandava tráfico internacional de drogas

Publicado há

em

A Polícia Federal prende o banqueiro Eduardo Plass em nova etapa da Operação Hashtag, desbodramento da Lava Jato no Rio de Janeiro.
© Tomaz Silva/Agência Brasil

Justiça determina a busca e apreensão de dez aeronaves

Policiais federais cumpriram nesta quinta-feira (6) 110 mandados judiciais – 38 de prisão e 72 de busca e apreensão – em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Amazonas, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. A ação faz parte da Operação Grão Branco, cujo alvo é uma quadrilha responsável por tráfico internacional de drogas.

A 1ª Vara da Justiça Federal de Cáceres (MT) determinou ainda a busca e apreensão de dez aeronaves e o sequestro de todos os bens de 103 pessoas físicas e jurídicas investigadas. O valor total de bens sequestrado está sendo apurado.

Como foi o início da investigação

As investigações tiveram início em janeiro de 2019, quando a Polícia Federal (PF) e o Grupo Especial de Fronteira – Gefron, de Mato Grosso – apreenderam 495 kg de cocaína no município de Nova Lacerda (MT). Na operação, foram realizados mais de dez flagrantes com apreensão de aproximadamente quatro toneladas de cocaína, aeronaves e veículos utilizados no transporte e a prisão de mais de 20 pessoas envolvidas com o crime.

“O líder da organização criminosa, já condenado por tráfico de drogas,  encontrava-se foragido da Justiça brasileira e controlava toda a logística do transporte da droga a partir de uma mansão em um condomínio de luxo em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, desde a saída da droga daquele país por meio de aeronaves, até o recebimento dela em pistas clandestinas no Brasil, o carregamento em carretas e a entrega em grandes centros do Brasil”, disse a PF, em nota.

Em 2020, por meio de uma cooperação internacional com a Polícia Boliviana (Cerian – Centro Regional de Inteligência Antinarcóticos), o líder foi expulso do país e entregue às autoridades brasileiras, iniciando o cumprimento da pena pelo crime. Ao mesmo tempo, seus familiares e outros integrantes da organização criminosa continuaram  comandando a logística de transporte da droga.

O nome do líder da organização criminosa não foi divulgado. O nome da Operação Grão Branco deve-se ao transporte de grãos (soja, milho) de Mato Grosso para São Paulo para justificar as viagens das carretas que transportavam a cocaína.

agenciabrasil

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Filhos são esfaqueados pelo padrasto ao tentar defender mãe em Boqueirão; mulher foi morta a facadas

Publicado há

em

O principal acusado do feminicídio é o ex-marido, Severino Vandeilson Aires. (Foto: Reprodução)

Uma mulher foi morta a facadas na madrugada desta terça-feira (08), na cidade de Boqueirão, no Agreste da Paraíba. O principal acusado do feminicídio é o ex-marido, Severino Vandeilson Aires.

Os filhos da vítima, Anderson Emerson, de 22 anos, e Wesley Emerson Sousa Silva, de 20 anos, ficaram feridos ao tentar defender a mãe do padrasto.

De acordo com informações, Maria Betânia de Sousa, de 41 anos, estava em casa com os filhos quando, o ex-marido invadiu a residência e desferiu golpes de faca na vítima. Os filhos dela que estavam no quarto e tentaram defender a mãe quando também foram feridos.

Após o crime, o homem fugiu do local. A mulher não resistiu aos ferimento e morreu.

Anderson Emerson foi socorrido para o Hospital de Trauma de Campina Grande. Ele foi atendido e recebeu alta nesta manhã de terça-feira (08). Já Wesley Emerson Sousa Silva foi socorrido para o Hospital de Boqueirão e o estado de saúde não foi informado.

A vítima havia se separado do acusado a cerca de quarenta dias, mas ele não aceitava o fim do relacionamento.

A delegada Maíra Araújo informou que o suspeito segue foragido.

ClickPB

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Policial

Polícia Militar prende em Pernambuco suspeito de matar ex-esposa a facadas em Pitimbu

Publicado há

em

Foi preso nessa terça-feira (25) um homem acusado de assassinar a facadas a ex-esposa, no distrito de Acaú, município de Pitimbu, no dia 12 de abril. A prisão foi efetuada pela Polícia Militar na zona rural da cidade de Pesqueira, em Pernambuco, onde o suspeito estava escondido na residência de uma irmã.
Contra ele pesava um mandado de prisão preventiva expedido pela comarca de Caaporã pelo feminicídio da ex-companheira, Raquel Florentino dos Santos, 32 anos. Testemunhas revelaram que os dois tinham um relacionamento conturbado e o crime teria sido motivado por ciúmes.
A localização do acusado foi descoberta pela Polícia Militar de Pernambuco.
“A investigação do fato criminoso foi capitaneada pelo Núcleo de Homicídios da 6º DSPC, que reuniu todas as provas necessárias para a decretação da preventiva. O suspeito será recambiado para cidade de Alhandra a fim de ser interrogado e ficará à disposição da Justiça”, explicou o delegado Marcos Paulo que investiga o caso.
Fonte: Portal do Litoral PB

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

Homem é assassinado na zona rural de Dona Inês-PB

Publicado há

em

Por

Por volta das 11h desta quinta-feira (27) a polícia militar foi acionada para uma ocorrência no sítio Zé Paz, zona rural de Dona Inês-PB. A vitima estava caída próximo a uma parada de ônibus em uma estrada de barro.

A vítima identificada como Nego de Lourival foi assassinada com vários disparos de arma de fogo.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.