CONECTE-SE CONOSCO

Destaque

Sequenciamento genético identifica 19 variantes do coronavírus em circulação na Paraíba

Publicado há

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou, nesta quinta-feira (27), o Boletim Epidemiológico (BE) da Covid-19, referente à Semana 20 de 2021. A publicação traz os dados sobre uma análise quinzenal, que mensura os dados epidemiológicos do coronavírus no estado. Até 22 de maio de 2021 (SE 20), foram identificadas 19 variantes para o vírus em circulação no estado e foram registrados 315.648 casos da doença, representando um aumento de 4,87% em relação ao último BE, divulgado no dia 12 de maio.

O Boletim leva em conta os casos confirmados pelos resultados dos laboratórios públicos e privados, com a coleta do SWAB para o exame RT-PCR, considerado o padrão ouro para diagnosticar o vírus em casos suspeitos. Os casos positivos neste método apresentaram um índice significativo. Das amostras analisadas na Semana Epidemiológica (SE) 20, 40,48% foram detectáveis para a covid-19 no período estudado, o que caracteriza alta circulação viral.

O secretario estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, reforça que a Paraíba permanece com 19 linhagens do vírus identificadas, e das 20 amostras já sequenciadas todas são da linhagem P.1 “Nós já temos a circulação comunitária desde o mês de janeiro, quando foram identificados os primeiros casos pelo Lacen e sabemos que é uma variante mais transmissível e com uma letalidade maior dos casos, daí a importância de serem mantidas as medidas de prevenção por parte da população”, reforça o secretário.

Atualmente, 168 amostras já foram enviadas para sequenciamento no Laboratório de referência, e aguardam por análise. Os casos já confirmados da variante P1 estão divididos entre residentes de oito municípios: João Pessoa (12), Conde (02), Ingá (01), Boa Vista(01), Cabedelo (01), Carrapateira (01), Sousa (01), Pedras de Fogo (01). Dos 20 casos, 19 tiveram evolução para a cura, e 01 caso para óbito, no dia 12 de março. O paciente tinha 34 anos, era do sexo feminino e não apresentava comorbidade.

Ainda de acordo com o secretário estadual de Saúde, quando comparado ao Boletim Epidemiológico anterior, observa-se ainda o aumento de casos e de óbitos nas 1ª, 2ª e 3ª Macrorregiões de Saúde entre as SE 18 e 20/2021. “A 2ª Macrorregião foi a região que apresentou o maior aumento na taxa de mortalidade nesse período, passando de 132,30 para 145,04 óbitos por 100 mil habitantes”, enfatiza.

Em relação ao total de mortes pela doença, foram confirmados 7.402 no Estado, mantendo a letalidade de 2,34%. O BE demonstra ainda que houve um aumento de 10,8% nas internações ocorridas entre os jovens de 20 a 49 anos, quando comparado a SE 16 no mês abril, registrada no BE 70.

Já em relação aos casos de reinfecção por covid-19, a Paraíba possui um total de 103 casos sinalizados para e destes, 27 casos foram enviados à Fiocruz para validação e sequenciamento das amostras. Dos casos enviados, 01 é residente do Rio Grande do Norte e foi confirmado, os outros 26 casos residem na Paraíba, nos municípios de Cabedelo, Cuité, João Pessoa e Monteiro; houve 12 casos descartados e os demais seguem em investigação na referência.

Confira o boletim

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Terça do PÃO no Supermercado Leomar

Publicado há

em

O Supermercado Leomar fica na avenida Rui Barbosa, Centro de Guarabira. De frente ao Posto de Combustíveis Opção. Siga o Leomar nas redes sociais @supermercadoleomar. .

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

João Pessoa cancela festas de Réveillon na orla para não promover aglomerações

Publicado há

em

As festas de Réveillon, que estavam sendo planejadas na orla de João Pessoa, foram canceladas conforme anunciou o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, nesta segunda-feira (29), durante uma coleta de imprensa. Apesar disso, praia vai estar liberada para livre circulação de pessoas e reuniões particulares. Festas em bares e em casas de shows podem acontecer com protocolos de prevenção à Covid-19.

Segundo o prefeito, a preocupação com a nova variante do coronavírus, o Ômicron, e com uma possível nova onda de contaminação foram as razões que levaram ao cancelamento dos eventos.

A prefeitura decidiu não divulgar o nome das bandas que fariam parte dos shows previstos, porém afirma que não houve prejuízo para os cofres públicos.

Já o “Natal dos Sentimentos”, com polos na praia, na Praça da Independência e no Parque da Lagoa, está mantido. Conforme a prefeitura, nesses eventos a gestão consegue ter controle de público e não vai gerar uma aglomeração de 200 mil pessoas, como uma virada do ano na orla faria.

A festa vai acontecer nesses três polos, que serão interligados por vias decoradas e com deslocamento garantido. Neles, será realizada uma série de eventos integrando os polos e a população. O público vai poder participar de corridas e passeios ciclísticos.

G1

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

Marcus fala sobre recomendação do MP para não realizar a FDL2022: “Não fui informado oficialmente”

Publicado há

em

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.