CONECTE-SE CONOSCO

Notícias

BEM-ESTAR ANIMAL: 47,9 milhões de domicílios têm cães ou gatos; projeto estabelece funcionamento de hospital público veterinário nos estados

Publicado há

em

Os animais de estimação estão presentes em uma quantidade considerável de lares brasileiros. De acordo com dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 46,1% dos domicílios têm pelo menos um cachorro. Já os gatos eram parte de 19,3% dos lares brasileiros. Ao todo cães e gatos estão presentes em 47,9 milhões de domicílios. Deste total, 33,8 milhões de unidades possuem cães e 14,1 milhões contam com pelo menos um gato.

Muitos desses tutores, não possuem recursos para tratamento veterinário para os seus pets. Para tentar solucionar este problema, o projeto de Lei 2030/2021 estabelece o funcionamento de ao menos um hospital público veterinário nos estados e no Distrito Federal. A matéria, que tramita na Câmara Federal, é de autoria do deputado Rafafá, que tem uma das bandeiras de luta do seu mandato a causa animal.

Com a legislação, os Estados da Federação e o Distrito Federal ficam obrigados a manter o funcionamento de ao menos um hospital público veterinário em seu território. As despesas serão por conta das dotações orçamentárias próprias.

“O Brasil apresenta carência de serviços públicos para atendimento de animais domésticos. Famílias dos mais variados níveis sociais apresentam necessidades de saúde, relacionadas a seus animais, e que muitas delas não possuem recursos suficientes para proporcionar uma adequada atenção de saúde, é relevante que o Poder Público assegure a oferta de serviços nessa área”, defendeu o parlamentar.

Rafafá lembra que, além de bem-estar animal, a matéria colabora diretamente  e para a saúde pública do País, pois são numerosas as doenças que podem ser transmitidas dos animais para os seres humanos. “Ter o atendimento veterinário, vamos evitar proliferação de doenças também”, argumentou.

Assessoria 

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

ALPB aprova teste de mapeamento genético para detectar risco de câncer de mama

Publicado há

em

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, por unanimidade, na sessão desta quarta-feira (15), o Projeto de Lei 2.651, de autoria da deputada Cida Ramos, que dispõe sobre a disponibilidade pela rede pública de saúde do Estado de teste de mapeamento genético às mulheres com elevado risco de desenvolver câncer de mama.

De acordo com o projeto, a rede pública de saúde do Estado da Paraíba deverá ofertar a todos os recursos necessários à disponibilização do teste genético que identifica a mutação no gene BRCA às mulheres que forem classificadas em laudo médico com alto risco de desenvolver câncer de mama.

Segundo a deputada Cida Ramos, em recente debate no Senado Federal, médicos, pacientes e representantes da sociedade civil defenderam o uso de testes genéticos para o diagnóstico e o tratamento de câncer pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “Com os dados em mão, será possível promover campanhas educacionais para o esclarecimento da população sobre a importância da detecção precoce da doença”, justificou a parlamentar.

Ainda em defesa dos direitos das mulheres, o Plenário aprovou o Projeto de Lei 2.678/2021,  da deputada Camila Toscano, estabelecendo que as delegacias de polícia do Estado serão obrigadas a comunicar os pedidos de concessão de medidas protetivas para vítimas de violência doméstica à Coordenação Geral das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher e aos organismos municipais de defesa dos direitos da mulher.

O projeto especifica que o comunicado deverá ser feito até 24 horas após o pedido contendo informações sobre os encaminhamentos e medidas adotadas.

PROPOSTA DE EMENDA CONSTITUCIONAL

A ALPB também instalou hoje a comissão que irá analisar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32/2021, que trata do Marco Legal da Ciência e Tecnologia. De acordo com o presidente da ALPB, Adriano Galdino, além de tratar de políticas de inovação na Paraíba, a PEC irá criar um fundo onde aplicará recursos destinados a estas políticas.

A comissão será composta pelos deputados Ricardo Barbosa, como presidente; Cabo Gilberto, na vice-presidência; Buba Germano, como relator; Taciano Diniz, Galego Souza, Eduardo Carneiro e Wilson Filho. Os suplentes serão os deputados Anderson, Anísio Maia Branco Mendes, Edmilson Soares, Inácio Falcão, Jutaí Meneses e Tovar.

O deputado Buba, que preside a Frente Parlamentar da Ciência e Tecnologia da ALPB, explicou que a PEC irá inserir uma nova nomenclatura de inovação tecnológica na Constituição Estadual. No entanto, o parlamentar defende que haja um amplo debate sobre tema em todas as regiões do estado através de audiências públicas.

“Iremos fazer um grande debate com as universidades, pesquisadores e instituições que geram tecnologia e inovação. Esse é o caminho para estarmos nesse mercado globalizado e competitivo através da ciência e da tecnologia. Convidaremos reitores, pesquisadores, universidades e instituições para discutirmos a PEC. Parabenizo o Governo do Estado pela iniciativa”, disse Buba.

ALPB

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias

AGORA É LEI! Programa Dignidade Menstrual garante à população carente acesso a absorventes

Publicado há

em

Agora é Lei. O governador João Azevêdo sancionou, nesta quarta-feira (15), a Lei nº 12.048 que institui e define diretrizes para o “Programa Estadual Dignidade Menstrual no Estado da Paraíba”, com o objetivo de promover o acesso a absorventes descartáveis e reutilizáveis, coletores menstruais e calcinhas absorventes, para crianças, adolescentes, mulheres em idade reprodutiva e homens trans. Além de garantir os produtos higiênicos a essa população carente, o programa fará um trabalho de conscientização sobre a menstruação enquanto processo natural no ciclo de vida das mulheres. A nova lei foi publicada no Diário Oficial do Estado e é de autoria do Poder Executivo.

O Programa de Dignidade Menstrual foi proposto num primeiro momento pela deputada Estela Bezerra e aprovado pela Assembleia Legislativa da Paraíba. Porém, foi vetado pelo governador por inconstitucionalidade. Mas o Governo do Estado absorveu a proposta, dada a importância do tema, encaminhando a matéria à Casa de Epitácio Pessoa – desta vez como autoria do Executivo – e que foi chancelada pelo Plenário.

A lei nº 12.048 pretende, além do acesso a produtos de higiene e saúde menstrual, promover ações para ampliar o diálogo sobre o tema nos espaços da rede pública e privada de saúde, na comunidade escolar e de serviços da rede socioassistencial. Também será oferecido assistência integral com apoio psicológico, social, terapia hormonal, não hormonal e outros a pessoas do sexo feminino que estão em processo de climatério e menopausas.

O acesso aos benefícios da lei será garantido a crianças, adolescentes, mulher em idade reprodutiva, em processo de climatério e menopausa e homem trans que tenham renda per capita abaixo de um salário mínimo por família; estar em situação de rua; estar inserida em programas sociais do governo federal ou estadual; ser discente da rede de ensino público; e ser de comunidades tradicionais e povos originários.

 

ALPB

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias

Corretora de imóveis homenageia clientes por seu Dia, de forma diferenciada

Publicado há

em

Comemorado anualmente em todo o país em 15 de setembro, o Dia do Cliente motivou a corretora de imóveis e integrante da Comissão de Desenvolvimento Urbano de João Pessoa do Creci-PB, Aline Pontual, a felicitar, de forma diferenciada nesta quarta-feira, através de alguns, todos aqueles aos quais, com dedicação, afinco e profissionalismo, garante segurança e auxilia na realização de um bom negócio.

Sob a curadoria do Clube HS Histórias & Sabores, a homenagem foi materializada por meio de uma bandeja da Arte em Pinus em madeira de reflorestamento pinus, sustentável e reutilizável, com design exclusivo. A arte ficou por conta da Odara Estamparia Pensada (@odaraestampariapensada) e incluiu imagens de casas em condomínios horizontais (nicho de mercado em que Aline é especialista), ipês amarelos típicos de João Pessoa e representação de Jurandy do Sax como atração turística da cidade.

Itens genuinamente paraibanos

A bandeja contém um mini bouquet do Atelier RV (@rv.atelierfloral), personalizado com flores secas e essência exclusiva, com design desenvolvido por Rayane Vasconcelos, um duo de manteiga aromatizada e molho pesto artesanal, especiais da linha de finalização do Chef Filipe Rodriguez, do Quintal Restô (@quintal.resto); uma bolsa térmica da DiBufalo (@dibufalobr), exclusiva com três produtos de mozzarella de búfala, ideal para os amantes da boa gastronomia, incluindo alguns desenvolvidos na região da Campana da Itália: Mozzarella Manta, Burrata e Bocconcini Alla Panna.

Além disso, inclui um exemplar do livro “Os segredos das mulheres empreendedoras do mercado imobiliário”, do qual Aline é co-autora e discorre sobre “A arte de vender casas em condomínios horizontais”; uma porção de pain au chocolat, artesanalmente preparado com ingredientes selecionados da Padoca do Cicico (@padocadocicico); unidades de sourdough tradicional, sourdough de calabresa e sourdough de provolone com preparo longo e fermentação natural do Pão do Araújo (@paodoaraujo); sucos de frutas sazonais da Loca Como Tu Madre (@locacomotumadregastropub) em garrafas reutilizáveis, preparados pelo bartender da marca.

“Através dessa edição exclusiva, Aline Pontual presenteia seus clientes especiais e de gosto refinado, com peças feitas à mão. Todos os itens são genuinamente paraibanos, selecionados por uma curadoria também exclusiva do Clube HS Histórias & Sabores”, afirmou a empresária Carol Nóbrega.

Ela acrescentou que o propósito do Clube é conectar histórias da Paraíba e fortalecer o senso de comunidade, o que se conecta diretamente com o trabalho de Aline. “Em um dos capítulos do livro, ela conta um pouco da sua história inspiradora e no Instagram (@clubehs) apresentamos cada detalhe das empresas que compõem esse presente”, concluiu.

Sobre Aline Pontual

Atuou por quatro anos como operadora de financiamentos de um banco e por cinco numa empresa de vendas diretas. Iniciou a carreira no mercado imobiliário em 2015, trabalhou em três imobiliárias ao longo de 2017 e tornou-se autônoma, por meio da Aline Pontual Negócios Imobiliários em formato home office e online. É mentora do Instituto Quebre as Regras, leader coach e analista comportamental pela Academia Brasileira de Coach e Desenvolvimento Especialista na venda de casas em condomínios horizontais, tida como referência em seu nicho e conhecida em sua cidade como “corretora das casas”.

Foto: Deise Rathge

Assessoria Creci-PB

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.