CONECTE-SE CONOSCO

Entretenimento

Governo lança campanha para lembrar a resistência das mulheres negras

Publicado há

em

03.jpeg

O dia 25 de julho se tornou um marco internacional de luta e resistência das mulheres negras latino-americanas e caribenhas e a Paraíba lembra os passos dessa história contra o racismo e a desigualdade lançando a campanha “Paraíba – Mulheres negras protagonistas”, que leva em caráter informativo para a população paraibana a importância sobre a data e sobre o serviço do Centro da Igualdade Racial João Balula. No Brasil, também se celebra o Dia Nacional de Tereza Benguela, que no século XVIII liderou um quilombo e o fez resistir por duas décadas.

A data que leva a hastag #25J reconhece a luta da Rede de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-Caribenhas junto à Organização das Nações Unidas (ONU) no enfrentamento do racismo, da violência e desigualdade sofridas pelas mulheres negras ao longo dos séculos. “Por isso, 25 de julho é um dia marcante para refletir sobre as demandas da diversidade de mulheres negras e de fortalecimento do protagonismo delas em todos os setores da sociedade, evidenciando as lutas antirracistas”, afirma a secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Lídia Moura.

A protagonista da campanha é a pedagoga Emanuelle Costa, 38 anos, que trabalha como assessora técnica da Gerência de Igualdade Racial da Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana. O rosto dela estará espalhado em outdoors e busdoors na Paraíba representando as mulheres negras. “Já enfrentei o racismo e essa luta é diária. A diferença é que antes eu não sabia que o que eu passava era racismo. Hoje eu sei onde denunciar, qual serviço buscar. Assim como Tereza de Benguela, tenho um quilombo simbólico para lutar, pois hoje temos o Centro Racial João Balula, que faz o atendimento à população negra”, afirma Emanuelle Costa.

Para ela, é importante que as campanhas institucionais debatam com a sociedade civil as políticas públicas de enfrentamento ao racismo e na redução das desigualdades étnico-raciais. Além da campanha virtual e nas ruas, a rádio Tabajara vai veicular um spot de rádio sobre a data. Durante todo o mês, a Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana promoveu debates no Instagram @semdhgovpb para discutir com especialistas ações e políticas de enfrentamento do racismo. Neste sábado (24), às 19h, também pelo instagram, terá uma live-show com o trabalho musical de Jany Santos e Zé Reinaldo, apresentando diversidades da cultura afro-brasileira e afro-paraibana. Com atuação pedagógica da História e Artes, a musicalidade da dupla ganhou os palcos com o Ijexá, samba, reggae e outros ritmos da cultura negra.

Serviço

O Centro Estadual de Referência da Igualdade Racial – João Balula é um espaço idealizado para o acolhimento e atendimento da população afetada pelo racismo e pela intolerância religiosa, especializado em acompanhar casos que violam os direitos humanos e impactam tantas vidas, além de orientação jurídica, psico e socioassistencial.

Rua Rodrigues de Aquino, nº 220, Centro – João Pessoa

Telefone –  3221-6328

Instagram – @centroracialpb

Facebook – Centro da Igualdade Racial João Balula

WhatsApp – (83) 99340-3946

 

paraiba.pb.gov.br

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Fé e ostentação: pastora paraibana acusada de ser ‘estelionatária da fé’ ganhou fama através de polêmicas; relembre

Publicado há

em

Desde 2017, Renallida Carvalho publica vídeos com pregações e testemunhos para milhões de seguidores nas redes sociais.

Pastora Renallida Carvalho (Foto: Reprodução/Instagram)

 

Com 2,3 milhões de seguidores no Instagram, a pastora Renallida Carvalho, da pastoral Regional da Catedral IPTM, tem um carreira meteórica no meio gospel. Desde 2017, a paraibana publica vídeos e lives com pregações e testemunhos nas redes sociais, iniciando mensagens e profecias sempre com a pergunta “você tem um minuto?”.

Para acompanhar o crescimento nas redes, a então missionária mudou drasticamente a aparência física, desde a cor e corte de cabelo à mudança no estilo de roupa. Além de colocar silicone, Renallida começou a ostentar roupas, jóias, capas de celular, maquiagem, produtos para o cabelo, óculos e bíblia personalizada. Ao passo que se tornava mais conhecida, a pastora virou alvo de críticas de fiéis por supostamente seguir uma vida de ‘influencer’.

“Como é de se esperar, esses pregadores que surfam na onda da ostentação e flertam com a ambição e idolatria dos seus seguidores, costumam trazer uma ministração bastante pirotécnica, com pouco conteúdo, mas abastada em gritos e pulos eufóricos”, disse uma publicação de outubro de 2018 no portal O Fuxico Gospel.

Renallida também se aproximou de personalidades famosas do Brasil. Em 2019, a pastora gerou polêmica ao se hospedar na casa do humorista Carlinhos Maia e seu marido Lucas Guimarães para abençoar o casal. Já em 2020, participou de uma gravação de uma música com a cantora e compositora de forró Márcia Fellipe.

No início deste ano, ao responder um comentário de um seguidor que a chamou de “puta” no Instagram, a pastora chocou fiéis respondendo o insulto com provocação: “você ama tanto a que parece uma puta, que não sai dos stories dela, né? tá se inspirando, amor?”.

Renallida também possui um histórico de desrespeito às normas sanitárias. Em fevereiro, antes da vacinação contra a covid-19 ter início, a pastora promoveu aglomeração na Igreja Evangélica Internacional El Shadday, na zona sul de Recife.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram o local lotado, com muitas pessoas sem máscara ou usando o item de proteção de maneira incorreta, sem cobrir o nariz e a boca, para evitar o contágio pelo novo coronavírus. Renallida chegou a aparecer de mãos dadas com uma mulher da plateia, ambas sem máscara.

Culto da Igreja Evangélica Internacional El Shadday em fevereiro de 2021. (Foto: Reprodução)

Recentemente, Renallida foi acusada de pedir PIX em troca de orações e cobrar por vaga no culto de inauguração da sede da Igreja Pentecostal Templo de Milagres, em Cabedelo. A mais nova polêmica fez com que pastores e fiéis a criticassem por uso da religião para enriquecimento pessoal e foi classificada como ‘estilionatária da fé’ pelo pastor Anderson Silva. Ela disse que vai processá-lo por calúnia e difamação.

A sede, no entanto, não chegou a ser inaugurada devido a uma série de irregularidades constatadas pela Vigilância Sanitária do município, entre elas fiação exposta, extintor vencido, alimentos sem procedência e, mais uma vez, aglomeração.

Após a interdição a pastora realizou o culto a céu aberto na praia de Tambaú, em João Pessoa. A pregação foi transmitida ao vivo nas redes sociais e Renallida chegou a prometer curas milagrosas durante orações e afirmar que os fiéis não “precisam ir ao médico” nem “fazer quimioterapia”.

Com igreja fechada, pastora reúne fiéis na praia e faz pregação e promessas de cura

clickpb

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Entretenimento

Novo decreto de João Pessoa libera retorno de público nos estádios e ginásios, permitindo até 20% da capacidade

Publicado há

em

Entre as regras para entrada nos estádios e ginásios em João Pessoa, também haverá a exigência de apresentação do cartão de vacinação contra a Covid-19.

Fica proibida a venda e consumo de bebida alcoólica nos estádios e ginásios. (Foto: Divulgação)

O novo decreto da Prefeitura de João Pessoa liberou o retorno do público aos estádios e ginásios, com permissão de até 20% da capacidade e com restrições para que seja mantido o distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas, uso de álcool gel e máscaras. O novo decreto foi publicado na tarde desta quarta-feira (15), conforme apurou o ClickPB.

Entre as regras para entrada nos estádios e ginásios, também haverá a exigência de apresentação do cartão de vacinação contra a Covid-19. E fica proibida a venda e consumo de bebida alcoólica nos estádios e ginásios.

O decreto tem validade de 16 a 30 de setembro de 2021.

Igrejas, bares e restaurantes

Igrejas e outros templos, assim como bares, restaurantes, lanchonetes, praças de alimentação e similares poderão funcionar com 50% da capacidade de público. No setor dos bares e restaurantes, o funcionamento é permitido das 6h às 00h00, conforme regra já em vigor.

Construção civil, comércio e serviços

A construção civil poderá funcionar das 7h às 17h. Comércio e serviços mantêm as 10 horas por dia de atividade.

Aulas

Escolas de ensino básico, cursos livres e instituições de ensino superior poderão manter o funcionamento conforme a regra em vigor, de 50% da capacidade para as escolas municipais públicas. Todas devem respeitar o distanciamento e ofertar álcool gel.

Praças, parques, boates

Fica proibida a aglomeração nas praias, praças e parques e permitida a atividade física individual sem contato entre atletas. As boates e locais com dança ainda estão proibidos de operar com essas atividades.

Confira o novo decreto da Prefeitura de João Pessoa na íntegra

clickpb

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Entretenimento

Juliette lança primeiro clipe musical; assista

Publicado há

em

Clique de “Diferença Mara” ganhou as redes sociais.

Juliette (Imagem: Reprodução / Youtube)

A paraibana campeã do Big Brother Brasil 21, Juliette Freire, lançou nesta segunda-feira (6) o primeiro clipe musical do  EP: ela canta “Diferença Mara”. Em menos de duas horas, o clipe acumulou mais de 300 mil visualizações.

A produção da Rainha dos Cactos ganhou as redes após a própria anunciar a novidade em uma postagem no Instagram. “Saiu o clipe de Diferença Mara, o primeiro single do meu EP. Disponível agora no meu canal do YouTube (link na bio) #DiferençaMara”, escreveu.

portalt5

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.