CONECTE-SE CONOSCO

Destaque

43% dos homicídios de mulheres por arma de fogo acontecem no Nordeste; Camila defende agilidade na punição dos assassinos

Publicado há

em

Nos últimos 20 anos, 51% das mulheres vítimas de violência letal foram mortas por disparo de armas de fogo, segundo levantamento feito pelo Instituto Sou da Paz (ISP), a partir de dados dos sistemas de notificação de violência do Ministério da Saúde. A maior concentração de mulheres mortas está na região Nordeste, com 43%. Diante do aumento da violência contra a mulher, a deputada estadual Camila Toscano (PSDB) defendeu mais agilidade para punição dos agressores, proteção mais eficaz para as vítimas e, sobretudo, educação como forma de reduzir os índices.

Os dados do Atlas da Violência, produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública apontam que em 2019, 33,3% do total de mortes violentas de mulheres registradas ocorreram dentro de casa, e que nos últimos 12 anos, enquanto os homicídios de mulheres nas residências cresceram 10,6%, os assassinatos fora das residências apresentaram redução de 20,6% no mesmo período, indicando um provável crescimento da violência doméstica.

“Os dados são alarmantes e mostram que não estamos conseguindo mudar a nossa realidade e proteger as nossas mulheres. Precisamos é educar melhor as futuras gerações e punir agressores de forma mais severa”, disse Camila.

O levantamento feito pelo Instituto Sou da Paz mostra que em 2019, ano dos dados mais recentes do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), utilizado no estudo, o percentual de mulheres assassinadas com emprego de arma de fogo fica um pouco abaixo, em 49%. O perfil dessas mortes por emprego de arma de fogo aponta para uma maioria de mulheres negras (70,5%) e jovens (51,8%).

“A cada dois minutos, uma mulher registra agressão sob a Lei Maria da Penha. A legislação foi um avanço grande para o Brasil, pois criou mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher. Agora, a nossa polícia e a nossa justiça devem se preparar melhor para garantir segurança, proteger as vítimas e punir com mais rigor e agilidade os agressores”, defendeu.

Assessoria de Imprensa

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Geraldo Medeiros anuncia flexibilização de medidas contra covid-19 para o setor de eventos na Paraíba em novo decreto

Publicado há

em

O anúncio foi dado em entrevista exclusiva ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM.

Secretário de Saúde, Geraldo Medeiros.

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, afirmou que haverá flexibilizações em relação a eventos no estado. As medidas devem ser divulgadas no próximo decreto a ser publicado nesta sexta-feira (1º). O anúncio foi dado em entrevista exclusiva ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM.

“O decreto estadual vai terminar no dia 30 de setembro e surgirão algumas medidas de flexibilização em relação a eventos”, disse.

Apesar de ainda estarem em fase de estudos, as medidas não trarão riscos para a população, segundo o secretário.

clickpb

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

Prefeitura de Araçagi inicia vacinação de adolescentes de 12+ com comorbidade

Publicado há

em

A vacinação contra a COVID-19 chegou para o público 12+ com comorbidades, na próxima segunda-feira (27).
Local: Unidade Mista
De segunda a quinta
Turno: tarde
Horário: das 13 às 16 horas
Documentos necessários: CPF ou cartão do SUS, documento de identificação com foto e comprovante de residência atualizado.
Para mais informações procure seu agente de saúde.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

Estelionatário aplica golpe em empresários usando o nome do prefeito de Guarabira-PB

Publicado há

em

Dois empresários proprietários de um estabelecimento comercial do setor varejista (supermercado) na cidade de Guarabira, Agreste paraibano, foram vítimas de golpe aplicado por um estelionatário que usou o nome do prefeito Marcus Diôgo.

Em contato com a empresária, ela disse que na quinta-feira (23) recebeu uma ligação de um homem que se passava pelo prefeito de Guarabira, e que precisava de uma ajuda financeira no valor de R$ 3.800,00 (três mil e oitocentos reais) para realizar um evento na área da saúde. Ela disse que ficou surpresa em receber tal ligação, achou estranho e comunicou ao sócio. Mesmo desconfiada a empresária disse que o criminoso sabia de informações privilegiadas, que só saberia quem morasse na cidade.

Depois da ligação, ela disse que o estelionatário passou a se comunicar por mensagens no WhatsApp e disse que seu assessor e advogado por nome de Paulo, ficaria na responsabilidade de manter o contato com ela.

A empresária disse que o criminoso é bastante habilidoso e que conseguiu convencer o sócio dela, que decidiu fazer um pix no valor pedido por ele.

A transação foi concluída na sexta-feira (24) quando a transferência foi feita para uma conta cujo CPF apresenta uma dívida de cerca de R$ 80.000,00 (oitenta mil reais).

Depois da transferência o criminoso não manteve mais contato e bloqueou o telefone. Ao perceber que haviam sido vítimas de um golpe, os empresários resolveram levar o caso à polícia civil. Um boletim de ocorrência e foi feito na delegacia de Guarabira.

A empresária que pediu para não ser identificada nem o nome do seu estabelecimento, disse que quer alertar outros empresários para não caírem no golpe.

Ela disse que além da revolta, está com a sensação de impotência e decepcionada com o episódio.

 

Mais detalhes no Manhã de Notícias, a partir das 7h com Michele Marques.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.