CONECTE-SE CONOSCO

Destaque

Estado de calamidade pública é decretado em Bananeiras, na PB, por causa da crise hídrica

Publicado há

em

Foi decretado nesta quarta-feira (22) estado de calamidade pública na cidade de Bananeiras, no brejo paraibano. A medida publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) foi tomada por causa da grave crise hídrica que assola a região.

De acordo com o documento, o decreto passa a valer a partir da publicação e dura, inicialmente, 180 dias. Segundo os números atualizados da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), o reservatório que abastece de Bananeiras está na faixa laranja, cor definidora em estado de observação. Municípios catalogados assim são os que possuem reservatórios com capacidade preenchida inferior a 20%, Bananeiras registra, nesta quarta-feira (22), 5,09% da capacidade total preenchida.

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) anunciou a suspensão do abastecimento regular de água em Bananeiras no dia 6 de setembro. À época, a companhia afirmou que a barragem de Canafístula, reservatório que abastece a cidade, secou e não havia mais possibilidade de captar água para distribuição.

O estado de calamidade pública aplicado diz respeito, principalmente, ao âmbito financeiro. A situação anormal que, neste caso, foi autorizada pelo poder legislativo da Paraíba ressalta que o estado não tem mais meios para lidar com a crise e necessita de intervenção do Governo Federal com medidas emergenciais de apoio.

Soluções para abastecimento

 

Procurado pelo g1 para indicar quais as alternativas utilizadas desde a suspensão do abastecimento regular, o diretor de Operação e Manutenção da Cagepa, Thiago Pessoa, afirmou que esse colapso era esperado desde março, quando teve início o racionamento dos recurso hídricos na cidade. Para lidar com a suspensão do abastecimento regular, a Cagepa reativou, em setembro, o Sistema Bica dos Gatos.

Um recurso antigo de Bananeiras que estava em desuso e não tem vazão suficiente para atender toda a cidade, em todos os dias e horários. Com isso, a alternativa garante água potável para região central do município, apenas alguns dias durante a semana. Além disso, o uso de carros-pipa segue como suporte principal, e o local mais próximo de abastecimento fica em Solânea, cidade vizinha.

Para lidar com os próximos meses, o diretor da Cagepa afirmou que, em parceria com a Prefeitura de Bananeiras, vai perfurar poços que funcionarão como chafariz.“O Brejo paraibano é uma região conhecida pelo alto volume de água, principalmente no inverno, mas em 2021 a quantidade ficou muito abaixo do esperado, o que gerou uma situação de risco de colapso para 19 cidades”, explica.

Ainda de acordo com a Companhia, uma solução pensada a longo prazo é a construção de uma adutora que receba água do Rio São Francisco tendo a cidade de Campina Grande como caminho. O projeto está em andamento.

Redação: G1

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Omicron: O que Brasil deve fazer para impedir a chegada da nova variante detectada na África do Sul

Publicado há

em

Coronavírus

CRÉDITO,GETTY IMAGES

Legenda da foto,Após Alfa, Beta, Gama e Delta, Omicron entra na lista das variantes de preocupação do coronavírus mantida pela OMS

A variante omicron (antes chamada de B.1.1.529) foi detectada na África do Sul nos últimos dias e chamou a atenção dos cientistas pela quantidade e pela variedade de mutações, algumas delas inéditas.

Essa nova versão do coronavírus parece estar se espalhando rapidamente pelo país africano: em menos de duas semanas, há indicativos de que ela caminha para se tornar dominante, após uma onda bem forte causada pela variante Delta por lá.

Nas últimas horas, outros quatro países além da África do Sul detectaram casos de covid-19 causados por essa nova variante: Botsuana, Israel, Hong Kong e Bélgica.

Por ora, os principais grupos que realizam a vigilância do coronavírus no Brasil não detectaram episódios da doença relacionados a essa nova versão do patógeno por aqui. Em nota, o Ministério da Saúde afirmou que tampouco identificou casos no Brasil e que está em constante vigilância quanto a isso.

Na noite de sexta-feira (26), o ministro da Casa Civil anunciou o fechamento das fronteiras para voos vindos de seis países do sul da África a partir de segunda (29).

bbc

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

Black Friday no Supermercado Leomar É pra encher o seu armário

Publicado há

em

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Destaque

3° Batalhão de Bombeiro Militar realiza solenidade militar para comemorar 30 anos de história

Publicado há

em

Nesta quinta-feira, 25, o 3° Batalhão de Bombeiro Militar, localizado em Guarabira, realizou uma solenidade militar para comemorar seu 30° aniversário, completado hoje, dia 26 de novembro.

A formatura contou com a presença do efetivo do batalhão, autoridades civis e militares, além do Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Araújo, que em seu discurso reconheceu a importância do 3° BBM, um dos mais antigos da Corporação, e fez um apanhado das ações realizadas nestes quase três anos de seu Comando.

O Major Fernando, comandante do 3° BBM, agradeceu o empenho e a dedicação da tropa, dos praças aos oficiais. Ressaltou ainda a responsabilidade de ser o comandante da unidade justamente na passagem do 30° aniversário e de suceder os ex-comandantes que atuaram decisivamente para construir o 3°BBM tal qual conhecemos hoje.

Como justa homenagem aos ex-comandantes da unidade, o Major Moisés Filho, que esteve à frente do Batalhão entre abril de 2019 até setembro deste ano, recebeu uma placa como forma agradecimento e reconhecimento pelo seu trabalho enquanto comandante.

A formatura também foi marcada pela entrega dos diplomas de “Amigo do 3°BBM” e do “Preito de Gratidão”, destinados àqueles que contribuíram com as ações e trabalhos desempenhados pelo Batalhão ao longo do ano. Também foram entregues os certificados de “Destaque Operacional” para os militares que se destacaram nos diferentes pelotões, além do certificado de “Praça Mais Distinta”. Os militares agraciados foram escolhidos por seus colegas de unidade através de votação.

Na oportunidade, o Comandante Geral ainda agraciou vinte e oito militares com a “Medalha do Valor Militar – 1°, 2° e 3° Grau”, que são concedidos a militares com, respecticamente, 10, 20 e 30 anos de efetivos serviços prestados.

A solenidade foi encerrada com a exibição de um vídeo que resumiu, com vídeos e fotos, os 30 anos do 3° Batalhao de Bombeiro Militar, com imagens de ocorrências marcantes, eventos, ações e projetos sociais, treinamentos e formaturas.

#CBMPB #3BBM #30anos #guarabira

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA

Copyright © 2021 Portal Mídia Orgulhosamente criado com ❤️ por FNX CORPORATION.