Adriano Galdino vai prestar queixa nesta quarta-feira e diz que recebeu por WhatsApp textos, áudios e vídeos com ameaças até de “tiro na cara”

Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta quarta, o deputado disse que recebeu por WhatsApp textos, áudios e vídeos com ameaças até de “tiro na cara”.

“Começaram a aparecer todo tipo de mensagem, eram vídeos e mais vídeos. Apareceram no WhatsApp até dizendo ‘dar um tiro de 12 na sua cara'”, revelou Adriano Galdino ao Arapuan Verdade. (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)

 

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, vai prestar queixa nesta quarta-feira (16) após ter sofrido ameaças de morte por causa da votação de projeto de lei para policiais e bombeiros militares na ALPB. Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta quarta, o deputado disse que recebeu por WhatsApp textos, áudios e vídeos com ameaças até de “tiro na cara”.

“Começaram a aparecer todo tipo de mensagem, eram vídeos e mais vídeos. Apareceram no WhatsApp até dizendo ‘dar um tiro de 12 na sua cara'”, revelou Adriano Galdino ao Arapuan Verdade, conforme apurou o ClickPB.

Ainda segundo o deputado e presidente da Assembleia Legislativa, ele vai “prestar queixa agora a tarde e mostrar para o delegado para que sejam identificadas essas pessoas”.

clickpb

Related posts

Deixe uma resposta