Áudio de ministro do TCU insinua insatisfação militar com o momento político; em nota, ele diz que foi mal interpretado e repudia manifestações antidemocráticas

Um áudio do ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União (TCU), enviado para um grupo de mensagens, insinua uma insatisfação de militares com atual momento político do país. Após a repercussão negativa da fala, ele divulgou nota para dizer que foi mal interpretado e que repudia manifestações golpistas e antidemocráticas.

No áudio, que acabou se tornando de conhecimento público, Nardes afirmou que há um “movimento muito forte nas casernas” e que deve ocorrer um “desenlace” nos próximos dias.

Ao se explicar, na nota, Nardes afirmou que se tratava de um áudio “despretensioso”, enviado a amigos “apressadamente”.

“O ministro Augusto Nardes lamenta profundamente a interpretação que foi dada sobre um áudio despretensioso gravado apressadamente e dirigido a um grupo de amigos. Para que não pairem dúvidas, esclarece que repudia peremptoriamente manifestações de natureza antidemocrática e golpistas, e reitera sua defesa da legalidade e das Instituições republicanas”, justificou o ministro.

 

Sugestão de afastamento

 

De acordo com o blog da Andreia Sadi, o áudio de Nardes foi mal recebido dentro do TCU e começou a ser cobrado no tribunal e no Supremo Tribunal Federal (STF). Ministros sugerem o afastamento de Nardes.

No entorno do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, já há reação à fala de Nardes. A presidente do PT e integrante da transição de governo, Gleisi Hoffmann, disse que o áudio é grave.

“Estamos aguardando explicações públicas de Augusto Nardes sobre o áudio do golpismo. Grave que ministro do TCU se envolva nesse tipo de coisa. Qual a intenção dessa fala?”, questionou Gleisi.

G1

Related posts

Deixe uma resposta