Bolsonaristas comemoram notícia falsa sobre prisão de Alexandre de Moraes

Ouriçados pelas manifestações e bloqueio das rodovias pelo país, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) — derrotado nas eleições do último domingo — aparecem em vídeos lendo uma “ação” que informa sobre a “prisão em flagrante” do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Nas imagens que circulam pelas redes sociais, os bolsonaristas vibram e chegam a se emocionar ao ouvirem a fake news.

O manifestante que lê a ordem de prisão falsa no vídeo diz que a detenção do magistrado foi expedida pelo ex-juiz e promotor de Justiça aposentado Wilson Koressawa — que ficou famoso no início do ano por entrar com um mandado de segurança cível contra o jornalista William Bonner. Ele reclamou que o apresentador do Jornal Nacional estava incentivando a vacinação contra a covid-19.

“A gente sabe que o problema da Justiça brasileira é que ela é devagar. Mas a prisão do ministro Alexandre de Moraes já foi protocolada”, afirma o bolsonarista que aparece nos vídeos, seguido de olhares atentos dos manifestantes e aplausos. A história virou piada nas redes sociais.

Revoltados com o resultado das urnas que, no último domingo, deu vitória ao candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT), caminhoneiros bolsonaristas bloqueiam as estradas do país. Na noite de segunda-feira (31/10), o ministro Alexandre de Moraes determinou que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e as Polícias Militares estaduais desobstruam imediatamente todas as vias públicas que estejam com o trânsito interrompido.

No entanto, centenas de rodovias estão travadas pelos apoiadores do presidente. Após dois dias de silêncio, Jair Bolsonaro se pronunciou pela primeira vez sobre a derrota. Em um discurso de dois minutos e meio, ele agradeceu aos eleitores, criticou levemente os bloqueios nas estradas e não citou em nenhum momento a vitória do candidato petista.

correiobraziliense

Related posts

Deixe uma resposta