Bolsonaro critica Alexandre de Moraes por impedir investigação de institutos de pesquisa

Para Bolsonaro, as empresas vão “continuar mentindo”, o que, segundo ele, poderia beneficiar o candidato do PT a presidente, Luiz Inácio Lula da Silva.

O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta sexta-feira o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, pela decisão que proibiu a Polícia Federal (PF) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) de abrirem procedimentos para investigar institutos de pesquisa. Para Bolsonaro, as empresas vão “continuar mentindo”, o que, segundo ele, poderia beneficiar o candidato do PT a presidente, Luiz Inácio Lula da Silva.

— Como a medida dele agora, do Alexandre de Moraes. Começou aí o Cade e a Polícia Federal investigarem institutos de pesquisa. O que ele fez? (Decidiu que) Não pode investigar. Ou seja, os institutos vão continuar mentindo. E nessas mentiras, quanto arrastam para o outro lado? (As pessoas) Geralmente votam em quem está ganhando.

Em decisão na quinta-feira, Moraes afirmou que a PF e o Cade não têm competência legal para realizar as investigações e determinou a apuração de possíveis práticas de abuso de autoridade, desvio de finalidade e abuso de poder político.

O Globo

Related posts

Deixe uma resposta