Bolsonaro cumpre agenda em Pernambuco nesta quinta-feira

Nordeste soma 42,3 milhões de eleitores e, no primeiro turno, Lula venceu nos 9 estados da região.

Candidato à reeleição, o presidente Jair Bolsonaro (PL) cumpriu agenda de campanha nesta quinta-feira (13) no Recife (PE).

Esta é a primeira viagem de Bolsonaro ao Nordeste após ter associado a vitória de Lula (PT) na região no primeiro turno ao analfabetismo (leia detalhes mais abaixo).

O presidente desembarcou no Aeroporto Internacional Gilberto Freyre e seguiu para um hotel na Zona Sul da cidade, onde teve reunião com apoiadores. Em seguida, fez um pronunciamento aos apoiadores na área externa do hotel.

Durante o encontro na parte interna no hotel, Bolsonaro disse acreditar que fez “o possível” para combater a Covid e pediu desculpas pelo “exagero” em declarações sobre a pandemia, mas defendeu a política adotada pelo governo.

O Brasil soma cerca de 700 mil mortes por Covid e, durante toda a pandemia, Bolsonaro disseminou fake news sobre as vacinas, reiterou que não iria se vacinar e desrespeitou as orientações das entidades médicas e organismos internacionais.

“Acredito que tenha feito o possível para ajudar no combate à Covid. Houve, da minha parte, algum exagero por parte de algumas palavras. Peço desculpas, mas faz parte da emoção. Talvez da educação que eu tive em casa — bastante rígida, e agradeço a meus pais — e também dos 15 anos no Exército brasileiro”, declarou o presidente.

Bolsonaro também voltou a defender itens da pauta conservadora e disse que o governo pode desonerar a folha do setor de saúde.

“Pedi para ele [Paulo Guedes] desonerar a folha [de pagamento] da saúde no Brasil, são 17 setores que já estão desonerados, e ele falou que eu poderia anunciar a desoneração da saúde no Brasil. O impacto é compatível. […] A desoneração passa a ser de 1% a 4% do faturamento bruto da empresa. Vai ser vantajoso e vamos dar mais uma sinalização para questão do piso da enfermagem no Brasil”, declarou o presidente.

Em razão da agenda de Bolsonaro na cidade, o Exército bloqueou parte da Avenida Boa Viagem, no Pina, na Zona Sul.

Apoiadores do presidente permaneceram em frente ao hotel onde Bolsonaro tem agenda e, enquanto aguardavam a chegada do candidato, entoaram músicas contra o PT e o ex-presidente Lula.

Candidato à reeleição, presidente Jair Bolsonaro (PL) cumprimenta apoiadores no Recife (PE) nesta quinta-feira (13) — Foto: Priscilla Aguiar/g1

Vitória de Lula no Nordeste

O segundo turno está marcado para o próximo dia 30. E a viagem de Bolsonaro a Recife é a primeira do presidente ao Nordeste desde a polêmica em que relacionou a vitória de Lula (PT) nos estados da região no primeiro turno ao analfabetismo de parte da população.

Ao todo, no primeiro turno, Bolsonaro venceu em 13 estados, e Lula, em 14 estados. Desses 14, nove estados são da região Nordeste. A região soma 42,3 milhões de eleitores e fica atrás somente do Sudeste (66,7 milhões de eleitores).

No último dia 5, três dias após o primeiro turno, Bolsonaro disse: “Uma notícia importante, pessoal: ‘Lula venceu em nove dos dez estados com maior taxa de analfabetismo’. Vocês sabem quais são esses estados? São do nosso Nordeste. Não é só taxa de analfabetismo alta o mais grave nesses estados. Outros dados econômicos agora também são inferiores nessas regiões.”

A declaração gerou repercussão negativa para o presidente em meio à disputa do segundo turno. Lula pediu a quem tem “uma gota” de sangue nordestino que não vote em Bolsonaro.

Diante da repercussão negativa, Bolsonaro disse que não atacou os nordestinos.

Candidato à reeleição, presidente Jair Bolsonaro (PL) participa de agenda de campanha e discursa no Recife, nesta quinta-feira (13) — Foto: Priscilla Aguiar/g1

No pronunciamento a apoiadores nesta quinta-feira, Bolsonaro disse que “corre sangue de cabra da peste” na filha dele.

“Aqueles que falam que eu não gosto de nordestino, fiquem sabendo que a minha princesa, dona Michelle, é filha de um cabra da peste do Ceará. Sou apaixonado por uma nordestina. E a minha filha, em suas veias, corre sangue de cabra da peste”, afirmou Bolsonaro.

Pesquisas eleitorais

As pesquisas de intenção de voto no segundo turno têm mostrado Bolsonaro em segundo lugar, atrás do ex-presidente Lula (PT).

Levantamento Ipec divulgado no último dia 10, por exemplo, mostrou Bolsonaro com 42% das intenções de voto (45% dos votos válidos), enquanto Lula apareceu com 51% das intenções de voto (55% dos votos válidos).

O colunista do g1 Valdo Cruz informou que, para a campanha de Bolsonaro, a eleição ainda está “em aberto”, mas que o atual presidente da República precisa evitar cometer erros que tem cometido, entre os quais ameaçar o Supremo Tribunal Federal e conceder entrevistas em tom destemperado.

G1

Related posts

Deixe uma resposta