Bolsonaro nomeia dois novos ministros do STJ e promove militares

Em edição extra do Diário Oficial da União, Bolsonaro promoveu 14 oficiais de altos postos da Marinha e transferiu outros 11 para a reserva

Em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) nesta quinta-feira (24/11), o presidente Jair Bolsonaro (PL) nomeou dois novos ministros para o Supremo Tribunal de Justiça (STJ): Paulo Sérgio Domingues e Messod Azulay Neto. Os nomes foram indicados pelo mandatário em agosto e aprovados pelo Senado Federal na terça-feira (22/11).

O documento também traz uma grande movimentação de militares, entre exonerações e nomeações. Ao todo, Bolsonaro promoveu 14 oficiais de altos postos da Marinha.

Outros 11 militares foram transferidos para a reserva remunerada dos três braços das Forças Armadas.

Nesta quinta, o presidente recebeu comandantes no Palácio da Alvorada. O encontro ocorreu 24 horas após Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), rejeitar a ação do PL contra o resultado das eleições.Os comandantes do Exército, Marco Freire Gomes; da Marinha, Almir Garnier; e da Aeronáutica, Carlos de Almeida Baptista, estavam presentes no encontro. Além desses nomes, o ex-ministro da Defesa e candidato a vice no pleito deste ano, general Walter Braga Netto, participou da reunião.

metropoles

Related posts

Deixe uma resposta