Candidaturas de Efraim Filho, Manoel Messias e Pollyana ao Senado ainda aguardam julgamento; Ricardo Coutinho continua fora da disputa

Caso Ricardo Coutinho permaneça com seu registro negado, ele também fica impedido de receber verba do fundo eleitoral.

Os dados da Secretaria Judiciária e da Informação (SJI) do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, os candidatos ao senado Efraim Filho, Manoel Messias e Pollyana ainda aguardam julgamento do registro de candidatura. Ainda segundo a SJI, o registro de candidatura de Ricardo Coutinho permanece como indeferido.De acordo com o calendário eleitoral, o dia 12 de setembro é a data em que devem estar julgados todos os pedidos de registro de candidatos, mesmo os impugnados e os respectivos recursos. Hoje também é o último dia para pedido de substituição de candidatura às eleições majoritárias e proporcionais, exceto em caso de falecimento de candidato.

Caso Ricardo Coutinho permaneça com seu registro negado, ele também  fica impedido de receber verba do fundo eleitoral, mas ele fica autorizado também a participar do guia eleitoral.
De acordo com o TRE-PB, Ricardo Coutinho estaria inelegível até 5 de outubro de 2022, e portanto depois da data do primeiro turno das eleições deste ano, marcado para 2 de outubro.

Em áudio compartilhado com correligionários, o ex-governador Ricardo Coutinho (PT) diz que manterá sua candidatura ao Senado pela Paraíba, apesar de ter tido o registro negado na semana passada pelo TRE.

“Ninguém é criança para achar que alguma Justiça nesse estado irá fazer algo por mim. Todo mundo sabe, evidentemente, que os caras jogam contra. Aí nenhum problema. A nossa situação virá do STF”, afirmou.

clickpb

Related posts

Deixe uma resposta