Canil clandestino é desarticulado e mais de 30 cães Spitz vítimas de maus-tratos são resgatados em João Pessoa

A ação envolveu equipes da Coordenadoria de Bem-Estar Animal da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), Polícia Ambiental e do vereador Guga.

A Prefeitura de João Pessoa desarticulou, em parceria com a Polícia Ambiental, nesta segunda-feira (17), um canil clandestino, no bairro do José Américo. A ação envolveu equipes da Coordenadoria de Bem-Estar Animal da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), Polícia Ambiental e do vereador Guga. Foram resgatados mais de trinta cães da raça Sptiz, encontrados em condições de maus-tratos.

Os cães estavam numa casa sem ambiente adequado, sujo, há muito tempo sem ser limpo, com fezes espalhadas pelo chão, vários animais sem acesso a local coberto, para se protegerem de sol ou chuva, sem alimentação e água. A denúncia chegou por meio das redes sociais do vereador Guga, que acionou a Semam.

Deixar animais em condições de maus-tratos é crime, previsto na Lei de Crimes Ambientais. O dono do canil desarticulado no José Américo será autuado pelo crime de maus tratos. O secretário de Meio Ambiente, Welison Silveira, destacou o trabalho da Coordenadoria de Bem-Estar Animal, que vem promovendo diversas ações. “Essa é uma Coordenadoria que vem se mostrando extremamente atuante, transformando a política ambiental da gestão em ações práticas, a exemplo do cadastro dos protetores de animais, viabilização do Castramóvel, as orientações para os donos de carroças de tração animal, os eventos de adoção e agora a atenção para quem comete crime de maus tratos contra animais”, concluiu.

O coordenador de Bem-Estar Animal da Semam, Ítalo Oliveira, destacou que o trabalho é sempre feito em parceria. “Tivemos o apoio importantíssimo da Polícia Ambiental. Nossas ações estão articuladas por meio das redes e aplicativos de mensagem. Contamos com apoio dos protetores que estão em praticamente todos os bairros da cidade. São pessoas atentas, articuladas, que conhecem a legislação ambiental e nos ajudam a cuidar dos animais. Essa é uma causa que foi abraçada pela Semam e estamos cada vez mais atentos”, concluiu.

Os cães resgatados estão temporariamente aos cuidados de protetores independentes. Segundo a Semam, assim que a situação legal dos animais for definida, eles serão castrados e disponibilizados para adoção.

clickpb

Related posts

Deixe uma resposta