Caso Júlia: padrasto é preso suspeito de matar adolescente que sumiu em João Pessoa

Foi preso na manhã desta terça-feira (12) o padrasto da adolescente Júlia, de 12 anos, que sumiu na última quinta-feira (7), em João Pessoa. De acordo com o delegado Rodolfo Santa Cruz, Francisco Lopes, que é namorado da mãe de Júlia, é suspeito de homicídio e confessou que matou a menina. A Polícia Civil encontrou um corpo na região da Praia do Sol, no bairro de Gramame, no mesmo local onde o suspeito indicou e próximo a casa da família. A perícia está investigando se seria o da menina.

Segundo Rodolfo, titular da delegacia de homicídios da capital, o padrasto foi ouvido pelo delegado Hector Azevedo, que disse que após a confissão, Francisco indicou onde estaria o corpo da menina.

G1

Related posts

Deixe uma resposta