Causa do incêndio em fábrica da Alpargatas é investigada e laudo deve sair após perícia no local

As chamas que se alastraram na fábrica da Alpargatas, no município de Santa Rita duraram até a tarde desta segunda-feira (21). O incêndio que atingiu na madrugada desta segunda-feira (21) o galpão do almoxarifado demorou para ser apagado devido ao tamanho do local.

Em contato com o ClickPB, a assessoria do Corpo de Bombeiros informou que o local tinha grande quantidade de borracha, além de produtos químicos e papelão. Esses elementos ajudaram a propagar ainda mais o fogo. “Só não concluiu por que ainda falta um ponto a ser eliminado do incêndio. Está sendo feito um monitoramento final para poder exterminar as pequenas brasas. Então, ainda hoje, todo o processo será finalizado”, explicou.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o que provocou o incêndio ainda será alvo de perícia. “Nossa preocupação de imediato foi com a extinção do fogo. Com esse trabalho efetivado, a empresa solicitará um perito ao Corpo de Bombeiro que irá ao local para fazer a vistoria e emitir um laudo pericial. Um perito da empresa irá colher materiais e após 30 dias será lançado o laudo com as causas”, disse.

Após a solicitação da empresa, o perito do Corpo de Bombeiro abrirá um processo que tem um prazo de 30 dias para emissão do laudo, podendo sair antes do prazo.

clickpb

Related posts

Deixe uma resposta