Conselho aprova Caio Mario Paes de Andrade para presidente da Petrobras

Conselho aprova Caio Mario Paes de Andrade para presidente da Petrobras

Indicado pelo governo federal substituirá Fernando Assumpção Borges na presidência da estatal.

O Conselho de Administração da Petrobras aprovou nesta segunda-feira (27) o nome de Caio Mario Paes de Andrade como novo integrante do órgão e presidente da estatal. Com isso, ele substituirá Fernando Assumpção Borges, que ocupava interinamente a presidência desde 20 de junho.

Foram 7 votos a favor do indicado do governo e 3 votos contra na votação, que teve início às 11h.

Andrade foi indicado para o cargo pelo governo federal em maio deste ano, para substituir José Mauro Ferreira Coelho. Já Coelho ocupou o cargo por pouco mais de 60 dias, e renunciou em 20 de junho devido a críticas de políticos após um novo reajuste nos preços da gasolina e do diesel.

A expectativa era de que o nome de Andrade tivesse de dois a quatro votos contrários à indicação. O número não seria suficiente para impedir a eleição, com o governo tendo uma maioria no órgão após ter indicado seis dos dez conselheiros atuais.

Na última sexta-feira (24), o Comitê de Elegibilidade da estatal aprovou o nome de Andrade, permitindo a votação. A aprovação, entretanto, não foi unânime. O nome recebeu três votos favoráveis e um contrário. Segundo a analista da CNN Raquel Landim,  houve divergências sobre o conhecimento e a experiência dele para ocupar o cargo.

Um dos membros do comitê argumentou que o executivo não tem notório conhecimento no setor de petróleo e não tem experiência no comando de grandes companhias. A maior empresa dirigida por Andrade até agora tinha cerca de 100 funcionários.

De acordo com a ata da reunião do Comitê, Andrade negou ter recebido qualquer “orientação específica ou geral” do governo para mudar a política atual de preços dos combustíveis da Petrobras, que segue a cotação internacional do barril de petróleo.

Apesar do comunicado à companhia, na última quarta-feira (22) o presidente Jair Bolsonaro afirmou que, se eleito, Caio Paes de Andrade iria mudar os diretores da Petrobras para dar uma “nova dinâmica” à empresa e alterar a política de paridade de preços de importação “se for o caso”.

A expectativa inicial era de que o nome de Andrade só fosse eleito em uma Assembleia Geral Extraordinária de acionistas em julho, respeitando o tempo demandado entre o anúncio e a convocação. Entretanto, a renúncia de Coelho permitiu que a entrada do novo presidente fosse adiantada.

Quem é Caio Mario Paes de Andrade?

O novo presidente da estatal tem formação em Comunicação Social pela Universidade Paulista, pós-graduação em Administração e Gestão pela Harvard University e Mestre em Administração de Empresas pela Duke University.

O executivo vem da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, onde é responsável pela plataforma Gov.br. Em 2019 passou da iniciativa privada para a pública, onde atuou como presidente do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados), empresa pública de prestação de serviços de Tecnologia da Informação, até agosto de 2020, quando foi para a secretaria do Ministério.

Andrade também foi membro do Conselho de Administração da Embrapa e da PPSA (Pré-Sal Petróleo S.A).

Por CNN Brasil

Related posts

Deixe uma resposta