Datafolha: 51% dizem que Bolsonaro é o candidato que mais ataca as mulheres

Dados da pesquisa Datafolha, encomendada pela Globo e pelo jornal “Folha de S. Paulo”, divulgados neste sábado (10) mostram que 51% dos eleitores apontam Jair Bolsonaro (PL) como o candidato que mais ataca as mulheres durante a campanha para a Presidência da República.

De acordo com a pesquisa, 31% não apontaram nenhum candidato. Lula (PT) aparece com 12% e Ciro Gomes (PDT). com 4%. Para 1%, todos os presidenciáveis atacam as mulheres na campanha.

Veja os resultados:

Quem mais ataca as mulheres

  • Jair Bolsonaro (PDT): 51%
  • Lula (PT): 12%
  • Ciro Gomes (PDT): 4%
  • Simone Tebet (MDB): 1%
  • Todos: 1%
  • Nenhum: 7%
  • Não sabe: 24%

 

Quando consideradas apenas as respostas das mulheres, o percentual de Bolsonaro sobe para 54%. A maior parcela, no entanto, é registrada entre os jovens de 16 a 24 anos: 60%.

Entre os eleitores de Lula, 80% acreditam que Bolsonaro é o candidato que mais ataca mulheres. Entre os de Ciro, 67% apontam o atual presidente. Já entre os de Tebet, o índice vai para 78%. No eleitorado de Bolsonaro, 32% indicam Lula como o candidato que mais ataca as mulheres, 35% não souberam responder, e 13% dizem que nenhum faz ataques.

A pesquisa ouviu 2.676 pessoas em 191 municípios nos dias 8 e 9 de setembro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no TSE sob o número BR-07422/2022.

O instituto também perguntou qual candidato mais defende as mulheres durante a campanha eleitoral para a Presidência da República. Lula foi o mais indicado, por 34% dos eleitores, seguido por Bolsonaro, por 22%.

Quem mais defende as mulheres

  • Lula (PT): 34%
  • Jair Bolsonaro (PL): 22%
  • Simone Tebet (MDB):13%
  • Soraya Thronicke (UNIÃO): 4%
  • Ciro Gomes (PDT): 3%
  • Vera (PSTU): 2%
  • Sofia Manzano (PCB): 1%
  • Outros Candidatos: 1%
  • Todos:1%
  • Nenhum: 4%
  • Não sabe: 15%

 

Defesa da família

 

O Datafolha perguntou aos eleitores qual candidato mais ataca a família na campanha eleitoral. Bolsonaro foi apontado por 40% e Lula, por 24%. Outros 25% não responderam e 1% avalia que todos atacam.

Sobre os que mais defendem a família na campanha, 39% apontaram Lula e 38%, Bolsonaro. Uma parcela de 10% não respondeu e 1% disse que todos defendem.

Respeito aos cristãos

 

Outro questionamento feito pelo instituto foi qual o candidato que mais ataca os cristãos durante a campanha eleitoral. Lula e Bolsonaro tiveram o mesmo percentual: 29%. Entre os evangélicos, 49% apontam o candidato do PT e 13%, Bolsonaro. Entre católicos, 38% indicam Bolsonaro, e 20%, Lula.

Quando perguntados sobre quem mais respeita os cristãos, 40% afirmam que é Bolsonaro, enquanto 27% indicam Lula. Entre os evangélicos, 62% acreditam que o atual presidente respeita mais os cristãos e 13% apontam Lula. Entre católicos, 35% indicam o petista e 29% o candidato do PL.

G1

Related posts

Deixe uma resposta