Defesa do ex-goleiro Bruno entra com pedido de liberdade condicional na Justiça do Rio de Janeiro

Defesa do ex-goleiro Bruno entra com pedido de liberdade condicional na Justiça do Rio de Janeiro

Ele cumpre pena atualmente em regime semiaberto domiciliar, em São Pedro D’Aldeia, onde vive. O ex-atleta abriu uma lanchonete na cidade da Região dos Lagos.

A defesa do ex-goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza entrou com um pedido de liberdade condicional na Vara de Execuções Penais (VEP) do Rio no último sábado (16). A solicitação foi feita pelo advogado Luiz Gregório, que representa o ex-atleta.

Bruno foi condenado a mais de 20 anos de prisão por participação na morte da modelo Eliza Samudio, em 2010. Ele cumpre pena em regime semiaberto domiciliar desde 2019. Atualmente, ele tem uma loja de açaí em São Pedro D’Aldeia, na Região dos Lagos.

No regime de liberdade condicional, o réu fica obrigado apenas a cumprir algumas condições impostas pela VEP, como obter ocupação lícita, enquanto que no regime de prisão domiciliar, o réu tem restrições de horários para voltar para casa.

A VEP vai encaminhar o pedido ao Ministério Público para que o promotor opine sobre o pedido da defesa de Bruno.

G1

Related posts

Deixe uma resposta