Depois de enviar tropas à Ucrânia, Rússia se diz “aberta a negociar”

Porta-voz russa disse que o chanceler Serguei Lavrov discutirá a crise com o secretário de Estado americano, Antony Blinken

A Rússia afirmou que o ministro das Relações Exteriores Serguei Lavrov está disposto a discutir a crise com o secretário de Estado americano, Antony Blinken. A declaração foi feita nesta terça-feira (22/2) pela porta-voz do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova, durante o programa Soloviev Live, transmitido no YouTube.

“Mesmo nesses momentos tão difíceis, nós dizemos: estamos prontos para negociações”, revelou. “Sempre estamos a favor da diplomacia”.

De acordo com Zakharova, Lavrov vai para Genebra, na Suíça, conversar sobre o conflito com Blinken nesta quinta-feira (24/2).

Na segunda-feira (21/2), Putin ordenou que o exército russo adentrasse nos territórios separatistas no leste da Ucrânia depois de ter reconhecido sua independência, em atitude que pode desencadear uma guerra com Kiev.

Dois de seus decretos solicitam ao Ministério da Defesa a permissão para que “as forças armadas da Rússia (assumam) funções de manutenção da paz no território” das “repúblicas populares” de Donetsk e Lugansk

O representante russo na ONU, Vasily Nebenzya, reforçou a ideia de que o país está “aberto à diplomacia”, mas enfatizou que é necessário defender as regiões separatistas do que chamou de “agressão ucraniana”.

“Continuamos abertos à diplomacia para uma solução diplomática”, disse durannte uma reunião do Conselho de Segurança “No entanto, permitir um novo banho de sangue em Donbas é algo que não pretendemos fazer”.

metropoles

Related posts

Deixe uma resposta