DEZ PETISTAS, SEIS MULHERES, QUATRO NEGROS E UM INDÍGENA: O MINISTÉRIO DE LULA ATÉ O MOMENTO

O presidente eleito Lula dedica os últimos dias antes de sua posse, em 1º de janeiro de 2023, na montagem de seu ministério. Na manhã desta quinta-feira (22), Lula anunciou 16 nomes, que se somam aos cinco divulgados inicialmente no dia 8 de dezembro. Restam ainda 16 cargos a serem preenchidos até a próxima terça-feira (27), quando ele apresentará a relação final. O petista negocia a distribuição dos ministérios com partidos como o MDB, o PDT, o União Brasil e o PSD. A tarefa, admite ele, é complicada. “É mais difícil montar um governo do que ganhar as eleições”, brincou ele mais cedo ao comentar o assunto.

O petista tem sido cobrado por aliados a dar maior diversidade à escolha de seus auxiliares. Dos 21 indicados até o momento, apenas seis são mulheres. Ao menos 14 são filiados a partidos políticos: dez são do PT, três do PSB e uma do PCdoB. Quinze dos novos ministros se autodeclaram brancos, quatro negros, um pardo e outro, indígena. Veja a relação dos ministros já confirmados até agora.

Congresso em Foco

Related posts

Deixe uma resposta