Dia do Forró: saiba mais sobre a celebração do patrimônio nordestino

Data é alusiva ao nascimento de Luiz Gonzaga, que completaria 110 anos se estivesse vivo

forró é uma dos maiores patrimônios que o Nordeste concedeu gratuitamente para o mundo (não só da música). O ritmo, que começou a ser desbravado nos anos 40, é um compilado de ideias musicais que fez com que o gênero se tornasse mundialmente conhecido através das várias personalidades que abraçaram, inicialmente, a junção entre a sanfona, a zabumba e o triângulo.

O Dia do Forró é celebrado desde 2005 como forma de homenagear o nascimento de Luiz Gonzaga, um dos símbolos maiores da cultura nordestina, que nasceu no dia 13 de dezembro, no Exu, em Pernambuco, e que completaria 110 anos se estivesse vivo.

Atualmente, o forró ganhou novas formas, estilos, instrumentos e até mesmo uma nova categoria, que é o forró estilizado (ou eletrônico). Apesar das transformações ao longo do tempo, o respeito pela história construída pela raiz de Luiz Gonzaga segue sendo a grande referência e o pilar dos forrozeiros que carregam o ritmo em seus palcos pelos quatro cantos do mundo.

Gonzagão morreu em 1989, mas deixou um acervo de cultura popular rico, através do forró, de suas composições e de sua história de vida, muito reconhecida e retratada pelo povo nordestino. Foram 50 anos de carreira e mais de 70 discos gravados.

portalt5

Related posts

Deixe uma resposta