Eliza Virginia denuncia Wesley Safadão ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos por erotização infantil após vídeo com filha

A gravação foi feita pelo cantor para divulgar a música Macetando, que faz referência ao ato sexual.

A deputada federal Eliza Virginia (PP-PB) no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH)  comemorou a repercussão em torno da denúncia feita pela parlamentar contra o cantor Wesley Safadão. A deputada acusou o cantor de suposta erotização infantil em um vídeo publicado por ele com a participação de sua filha Ysis, de 8 anos.

“A notícia teve repercussão nacional. A maioria dos brasileiros é conservadora, não se admite que se exponha uma criança dessa forma. O próprio pai mandando a filha ‘macetar’, o que ele quer dizer com isso?”, questiona a parlamentar.

No documento apresentado ao órgão, a parlamentar alega que houve “erotização infantil” na gravação em decorrência da letra explícita da música composição do próprio artista. “Ficamos horrorizados. Minha bandeira é lutar contra a exploração sexual e o abuso infantil. E, no vídeo, o Wesley Safadão canta e dança com a filha de 8 anos uma letra de música que fala sobre sexo explícito. Ele faz apologia à pedofilia”, acusou ela, em um vídeo publicado no Instagram.

A gravação foi feita pelo cantor para divulgar a música Macetando.  Ao tomar conhecimento da viralização do vídeo, a deputada denunciou o cantor a Maurício José Silva Cunha, Secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Procurada pela imprensa, a equipe de Comunicação Social de Wesley Safadão informou que “até o presente momento, o artista não foi notificado ou intimado e não se pronunciará sobre o caso”.

clickpb

Related posts

Deixe uma resposta