Elza Soares encerraria o desfile da Mocidade Independente no Carnaval 2022

A passagem de um ciclo. É assim que o jornalista e biógrafo da Mocidade Independente de padre Miguel, Fábio Fabato, vê a morte de Elza Soares – nesta quinta-feira (20), no Rio -, e a agremiação que a cantora mais cantou.

“Elza morre no dia de São Sebastião, que é padroeiro da escola, e que é também Oxóssi no sincretismo – orixá que é o próximo enredo da escola. E, antes desse, foi ela própria enredo da Mocidade. A escola entregou flores em vida, fez um carnaval bonito, ficou em terceiro lugar, foi para as campeãs. A Mocidade fica órfã, claro, mas não deixa nada a dever a Elza”, diz Fabato, que escreveu a sinopse do enredo deste ano.

 

Na sinopse do enredo “Oxóssi – Batuque ao caçador”, que construiu para o Carnaval 2022 (que segue indefinido por causa da variante ômicron), Fabato coloca a Mocidade encerrando seu desfile falando de sua batida, a batida da festa, de sua bateria. É lá que estaria Elza Soares.

“Ninguém mais colocou a Mocidade na boca do povo do que a Elza. Ela foi intérprete da escola de 1973 a 1977, em 1974 gravou ‘Salve a Mocidade’, que virou trilha da novela ‘O Rebu’ e todo mundo começou a conhecer a escola. Em 2010, foi madrinha de bateria, em 2020 foi enredo e em 2021 escreveu samba para participar da disputa na agremiação. A vida de Elza e da escola sempre caminharam juntas, fundidas. Ela é de lá, não é uma alienígena que chegou do nada”, diz .

 

Fabato acredita que a homenagem deve ser revista, mas para ficar maior e lembrar a cantora.

Escola encerrou festa ao saber da morte

 

O dia de São Sebastião é dia de festa na quadra da Mocidade Independente de Padre Miguel, que tem o santo como padroeiro.

A agremiação realizava um cozido festivo na tarde desta quinta-feira (20) para comemorar a data, mas encerrou o evento ao saber da morte de Elza Soares.

Elza Soares durante desfile da Mocidade, em 2020 — Foto: Marcelo Brandt/G1

Elza Soares durante desfile da Mocidade, em 2020 — Foto: Marcelo Brandt/G1

G1

Related posts

Deixe uma resposta