Empresário é espancado após reclamar de som alto de boate em MG

Empresário acusa os seguranças e o dono da boate Planeta Gol BH de terem feito as agressões.

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – O empresário Gustavo Brasil, conhecido em redes sociais por ser colecionador de carros antigos, foi espancado no fim da noite desta sexta (16) após reclamar do som alto de uma boate no bairro Santa Tereza, em Belo Horizonte (MG). Ele acusa os seguranças e o dono da boate Planeta Gol BH de terem feito as agressões.

Em nota, a Polícia Civil de Minas Gerais informou que apenas um suspeito, de 54 anos, “foi conduzido e ouvido por meio da Central Estadual do Plantão Digital, onde assinou um termo de ocorrência pelo crime de lesão corporal, responsabilizando-se a comparecer perante ao Juizado Especial Criminal”.

Em sua página no Instagram, Brasil disse que também teve o celular quebrado após sofrer uma ameaça de morte. Ele afirmou ainda que não foi a primeira vez que pessoas ligadas à casa de shows reagiram de forma agressiva:

“Fui ameaçado de morte, apanhei e tive meu celular roubado pelo dono e dois funcionários do Planeta Gol. Motivo? Chamei a prefeitura para denunciar os excessos na altura do som da casa de show. Detalhe, não fui o primeiro a sofrer lesões, a casa já tem um grande histórico de ameaças, violência, multas e interdições por descumprirem as normas do município”.

A reportagem tentou contato com a Planeta Gol através dos contatos que constam em suas redes sociais, mas não houve retorno até o fechamento da reportagem. Caso haja resposta, o texto será atualizado.

O empresário também gravou outro video no início da manhã de sábado em que relatou ter sofrido diversas escoriações no rosto e pelo corpo.

No Instagram, foi criado um movimento com a #foraplanetagol, de pessoas que também disseram estar insatisfeitas com o impacto do barulho provocado pela boate na vizinhança.

A prefeitura de Belo Horizonte informou que multou a boate após constatar o excesso de ruído e que seguirá monitorando o funcionamento do estabelecimento, que pode ser até fechado caso haja reincidência.

(UOL/FOLHAPRESS)

Related posts

Deixe uma resposta