Portal Mídia

O maior portal de Guarabira e do Brejo

Ex-secretária nazista de 97 anos é condenada por mais de 10 mil assassinatos

Irmgard Furchner trabalhou como estenógrafa e datilógrafa no campo de Stutthof, na Polônia, e foi considerada culpada pelo envolvimento em 10.505 mortes de 1943 até 1945.

Uma ex-secretária de 97 anos de um campo de concentração nazista foi condenada por seu papel no assassinato de 10.505 pessoas durante o Holocausto, no que pode ser o julgamento final desse tipo.

Irmgard Furchner trabalhou como estenógrafa e datilógrafa no campo de Stutthof, perto de Gdansk, na Polônia ocupada pelos nazistas, de 1943 até o fim do regime nazista em 1945.

Ela foi condenada na terça-feira a uma pena suspensa de dois anos, de acordo com um porta-voz do tribunal em Itzehoe, norte da Alemanha.

Como Furchner era adolescente na época dos crimes, o julgamento da mulher de 97 anos ocorreu perante um tribunal de menores e sua sentença a colocará em liberdade condicional juvenil, confirmou o tribunal à CNN.

Furchner fugiu semanas antes do início de seu julgamento, mas foi encontrada pelas autoridades depois de várias horas. Os procedimentos finalmente começaram no final do ano passado.

Dezenas de milhares de pessoas foram mantidas em condições brutais no campo de Stutthof, e mais de 60.000 morreram lá, de acordo com o Museu Memorial do Holocausto dos Estados Unidos.

Stutthof mantinha principalmente poloneses não judeus, bem como um grande número de judeus das cidades polonesas de Varsóvia e Bialystok e dos estados bálticos ocupados pelos nazistas, de acordo com o museu.

A Alemanha correu para levar os perpetradores dos crimes de guerra nazistas à justiça nos últimos anos, antes que seja tarde demais. Mas especialistas dizem que apenas uma pequena proporção dos envolvidos já enfrentou um tribunal.

Por CNN Brasil
curtida no instagram, comentário no instagram, seguidor do instagram-4294405.jpg

nossas redes sociais

%d blogueiros gostam disto: