Geraldo Alckmin diz que transição garantirá programas sociais: “continuidade aos serviços prestados”

Chefiando o gabinete de transição governamental, a transição do governo Jair Bolsonaro(PL) para o governo do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi iniciada nesta sexta-feira (4).

O vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin (PSB), garantiu que a transição de governo terá responsabilidades com todos os programas sociais já existentes. Em fala ao programa Arapuan Verdade, nesta sexta-feira (4), também relatou a preocupação com a transparência do processo.

Chefiando o gabinete de transição governamental, a transição do governo Jair Bolsonaro(PL) para o governo do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi iniciada nesta sexta-feira (4).

“O objetivo é de continuidade aos serviços prestados á população e que a gente possa, nesse período, ter todas as informações dessa gestão colocadas, além de nos prepararmos para a posse no dia 1 de janeiro”, disse Alckmin.

O vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, acrescentou a necessidade de não deixar obras paralisadas e informou que vai agendar reunião com o presidente da Comissão Mista de Orçamento, deputado Celso Sabino (União-PA).

“Esta é uma preocupação: garantir recursos para não ter interrupção de serviços públicos ou paralisação de obras públicas. Isso não está adequado no Orçamento enviado para o Congresso Nacional”, afirmou.

Na quinta (3), Alckmin se encontrou no Palácio do Planalto com o ministro Ciro Nogueira para a primeira reunião sobre a transição. Alckmin foi escolhido por Lula para coordenar a equipe de transição. Ciro, por sua vez, chefia os trabalhos pelo lado do governo Bolsonaro.

clickpb

Related posts

Deixe uma resposta