Portal Mídia

O maior portal de Guarabira e do Brejo

Heloísa Bolsonaro diz que ela e Eduardo foram à Copa “sem clima”

Esposa de Eduardo Bolsonaro disse que eles foram à Copa do Catar fazer relações internacionais porque Itamaraty é de esquerda

Desde que foram flagrados pela transmissão da Fifa na torcida durante jogo do Brasil na Copa do Mundo do Catar, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) e sua esposa, Heloísa, têm sido muito ironizados pelos opositores e criticados por seus próprios aliados. As cobranças têm incomodado o casal, que está desde a última segunda (28/11) se justificando.

A esposa do filho do presidente Jair Bolsonaro postou, nesta quinta (1º/12), stories no Instagram reclamando de “quem está zombando dos pen-drives“. E escreveu que a viagem não teve clima de felicidade nem teve custos aos cofres públicos.

“Uma viagem ao Catar não é planejada em um mês. Assumimos o compromisso com o anfitrião um ano atrás e, no início deste ano, começamos a pagar parcelado. Não houve ônus para a Câmara nem jatinho privado”, iniciou Heloísa, em uma série de quatro postagens nos stories da rede social.“Ter ido para a Copa, representando o Brasil, foi algo organizado pra ser vivido num momento de felicidade. Quando tivemos o resultado das eleições no Brasil ficamos arrasados e sem clima pra nada. Por várias vezes discutimos ‘qual o clima de irmos viajar?’. Mas não viemos apenas para assistir um jogo. Quem só enxerga isso, não vê adiante e o que existe por trás”, seguiu a esposa de Eduardo, que se identifica no Instagram com o trocadilho “BolsoNORA”.

Heloísa escreveu longamente sobre o papel do marido como espécie de embaixador de fato do governo do pai e chegou a acusar o Itamaraty e os diplomatas de carreira de serem “todos de esquerda”.

“Eduardo é uma figura que transita muito bem internacionalmente e independente do que possa acontecer no Brasil, mais do que nunca, isso é preciso manter”, escreveu ela. O parlamentar chegou a ser cogitado pelo pai para ser embaixador do Brasil nos Estados Unidos, mas a resistência do Senado, que teria que aprovar o nome, acabou abortando esse plano.

Os pen-drives da discórdia

Eduardo Bolsonaro começou a se justificar a ida ao Catar ao dizer que toda a imprensa mundial estaria no país para a Copa e que ele havia viajado com “pen-drives sobre a situação do Brasil”. A explicação foi automaticamente transformada em meme no Brasil e ampliou as críticas à viagem do casal.

Para Heloísa, trata-se uma injustiça.

“Quem está zombando dos pen-drives não faz a menor ideia que certas conversas e certos assuntos só podem ocorrer pessoalmente e com conteúdos em mãos. Vocês viram apenas um recorte público, como na foto. Certos encontros não tem sequer foto postada”, disse ela, com um ar de mistério que serve de recado aos bolsonaristas insatisfeitos com o resultado da eleição, que se indignaram ao ver o filho do presidente indo para a Copa, enquanto estão há mais de um mês em portas de quartéis.

“Para quem acha que tudo se resume a futebol, posso garantir uma coisa: a bola está rolando e ainda tem muito jogo”, escreveu ela.

Veja todas as postagens de Heloisa dos stories:

Publicidade do parceiro Metrópoles 1

Eduardo também posta

O próprio Eduardo Bolsonaro segue justificando por ter visto Brasil e Suíça na área vip do estádio.

Também no Instagram, ele fez postagem dizendo que não viajou em jatinho privado e que pagou do próprio bolso as passagens para o Catar. Em outra postagem, colocou um link para o que a esposa escreveu. “Vale a leitura”, disse.

metropoles

curtida no instagram, comentário no instagram, seguidor do instagram-4294405.jpg

nossas redes sociais

%d blogueiros gostam disto: