Homem é preso suspeito de fazer aborto em sua mulher e jogar feto em lixeira

Vítima estava com 26 semanas de gestação e segue internada em estado grave em virtude de hemorragia.

Um homem de 51 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil, nesta terça-feira, em Lucas do Rio Verde, no interior de Mato Grosso, suspeito de ter feito um aborto na própria mulher, de 42, e jogar o feto numa lixeira na rua. A vítima está internada em estado grave no Hospital São Lucas. Ela passou por uma cirurgia para conter a hemorragia.

A vítima chegou à unidade de saúde acompanhada do marido. Ela passou por exames que constataram que estava com 26 semanas de gestação — ou seja, seis meses — e sofreu um aborto provocado. O cordão umbilical do feto foi cortado. Uma médica, então, perguntou ao homem sobre o bebê e ele respondeu que havia jogado no lixo. A profissional mandou que ele buscasse o corpo.

O marido pegou o corpo e o levou até o hospital. A delegacia de Lucas do Rio Rio verde foi acionada. Equipes do Núcleo de Atendimento à Criança, Adolescente, Idoso e à Mulher foram para a unidade de saúde. Investigadoras ouviram o suspeito, confirmaram o que havia acontecido e levaram o homem para a delegacia. A vítima não pode ser ouvida por causa da gravidade de seu estado.

Um casal de filhos da mulher, uma adolescente de 17 anos e um rapaz de 19, também prestaram declarações. O suspeito negou, em depoimento, que tenha realizado o aborto. Mas diante das testemunhas ouvidas, do fato de o homem ter jogado o feto numa lixeira e ter ido buscá-lo, ele acabou sendo autuado em flagrante pelo crime de aborto qualificado pelo o delegado Eugenio Rudy Jr.. O corpo do bebê foi encaminhado para exame de necropsia.

Por O Globo

Related posts

Deixe uma resposta