Imprensa nacional repercute acusações do deputado paraibano Julian Lemos de que Bolsonaro bateria na primeira-dama: “sem provas”

O deputado federal Julian Lemos (UB), ex-aliado de Jair Bolsonaro (PL), contou em um podcast que o ex-capitão agrediu a primeira-dama, Michelle Bolsonaro. O parlamentar citou, sem provas, dois episódios.

O ex-aliado de Jair Bolsonaro (PL), o acusa de bater na primeira-dama Michelle Bolsonaro, depois de ela ter colocado silicone.

A imprensa nacional está repercutindo as acusações do deputado federal paraibano Julian Lemos (União-PB), contra o presidente. O ex-aliado de Jair Bolsonaro (PL),  o acusa de bater na primeira-dama Michelle Bolsonaro, depois de ela ter colocado silicone. As afirmações foram feitas primeiramente pelo parlamentar durante o programa da Arapuan Verdade e depois durante entrevista ao podcast Arretado.

Sites como UOL, Yahoo, Revista Fórum, Revista Veja, Terra e Jornal do Comércio, entre outra publicações, republicaram hoje as falas do deputado afirmando que a relação do presidente com a primeira dama Michelle é “fachada”.

“A relação é de fachada. Ela não quer nem ver ele. Nas primeiras férias dele, que ele foi pra uma ilha, ela foi colocar um silicone e ele deu uns tapas nela”, disse o político no vídeo, ainda afirmando que Michelle não esteve com Bolsonaro no primeiro discurso após a derrota dele para Luiz Inácio Lula da Silva (PT), nas eleições do último dia 30 de outubro, porque ela estaria “toda marcada”, declarou.

A assessoria de imprensa de Bolsonaro e Michelle não se pronunciaram sobre assunto.

Não é a primeira vez que o deputado faz acusações envolvendo a família do presidente. Em 2020, ele denunciou na imprensa que Eduardo Bolsonaro teria usado recursos do fundo partidário para dar de entrada na compra de um apartamento.

clickpb

Related posts

Deixe uma resposta