Intensidade máxima: 3 dicas para gozar na penetração profunda

Amada por uns, temida por outros. A penetração profunda envolve muito mais que intensidade sexual. Também mexe com o psicológico e é fetiche de muita gente. Mas para ter prazer nesse tipo de sexo é preciso entender algumas questões por trás dessa penetração tão intensa.

“Sobre os aspectos psicológicos, penetração também tem a ver com maior intimidade, pois o ato de penetrar tem seu simbolismo. Por exemplo, entre ficar na superfície ou penetrar, existe uma grande diferença, e sexualmente quanto mais há uma entrega e confiança, por parte de ambos, tanto por quem penetra ou por quem recebe penetração, há também maior sintonia e até prazer nesse ato”, afirma a psicóloga sexual Aline Cristina de Moraes, da plataforma Sexo sem Dúvida.

Questões anatômicas

Vale esclarecer, que além das questões psicológicas, as anatómicas também influenciam no prazer quando se trata de uma penetração mais profunda. A fisioterapeuta pélvica Isabella Moura, da Sexo sem Dúvida, esclarece que o tamanho do pênis e do canal vaginal são responsáveis também pelo desconforto ou prazer nessa postura.

Veja algumas dicas para ter prazer na forma de máxima conexão no sexo.

Velocidade
Se quer garantir prazer em uma penetração profunda, vale considerar as intensidades de velocidade. ” O tipo de penetração deve ser leve e devagar, porque se for rápido e forte, tipo britadeira, pode gerar dor”, aconselha a psicóloga sexual.

Tesão total
Outra dica fundamental é não começar a penetração profunda se a pessoa que for penetrada não estiver 100% lubrificada e no ponto alto do tesão.

“O clímax para curtir essa penetração também varia de acordo com a química e intensidade que as pessoas querem estar dentro uma das outras”, explica Isabella Moura.

Outro fator essencial para não machucar na penetração é que tenham tido estímulos suficientes para que a mulher já esteja na fase de excitação sexual. “Se ela não está lubrificada em seu canal vaginal, não é momento de penetrar, por exemplo”, reforça a sexóloga Aline.

Estímulo do clitóris
A psicóloga lembra que cerca de 65 a 75% das mulheres realmente não sentem prazer somente com a penetração. “O canal vaginal não tem tantas terminações nervosas como o clitóris, então sempre é necessário o estímulo desse órgão para ter total prazer”.

Ou seja, a dica essencial para penetração profunda é que o clitóris seja estimulado ao mesmo tempo, e não seja feito de forma muito forte, sempre perguntando para a mulher se está confortável, prazeroso e assim tornar tudo melhor.

Posições para aproveitar a penetração
Algumas posturas podem colaborar para a penetração ficar ainda mais profunda. De acordo com as especialistas, vale apostar no papai e mamãe: “É uma boa porque além da penetração, podem ficar olho no olho”, indica Aline.

Outra posição que garante benefícios é a cavalgada, em que a mulher fica por cima e pode controlar a intensidade. E ainda de quatro, mas vale confirmar se não está machucando. E por fim, a pessoa penetrada deita e coloca um travesseiro embaixo das costas e um travesseiro embaixo da pelve para dar mais conforto e a pessoa com pênis penetra por cima.

 

Metrópolis/Coluna Pouca Vergonha

Related posts

Deixe uma resposta