Jejum espiritual: por Bolsonaro, prefeito promete ficar 21 dias sem tomar Coca-cola

A prática tem sido adotada desde o primeiro turno, principalmente por pastores, influenciadores evangélicos e políticos de direita.

O prefeito de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, Gleidson Azevedo (PL), se juntou à campanha de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) e convocou “cristãos” e “líderes espirituais” para um jejum espiritual. Durante os próximos 21 dias, ele deixará de beber “Coca-Cola” para que os eleitores votem no candidato à reeleição.

A prática tem sido adotada desde o primeiro turno, principalmente por pastores, influenciadores evangélicos e políticos de direita. O argumento disseminado nas redes sociais é que uma eventual vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) representa ameaça ao país e à fé cristã.

Em um vídeo compartilhado nesse domingo (9/10), nas redes sociais, o prefeito afirma que a decisão é em prol do presidente.

“Como prefeito da minha cidade, convoco todos vocês cristãos e lideranças espirituais para a gente estar entrando neste jejum, porque agora é o momento de Deus agir”, afirmou.




 

Citando as abstenções, os votos recebidos pelo adversário, além dos nulos, diz convocar “todos” para “virar o jogo”. “Principalmente da população que ficou sem votar, ou quem votou no concorrente, ou anulou o voto, agora é hora de Deus agir. É um momento para a gente estar se unido e em jejum em prol do nosso presidente. Convoco todos vocês para podermos virar este jogo”, finalizou.

Gleidson é irmão do deputado estadual Cleitinho Azevedo (PSC), eleito senador com apoio de Bolsonaro. Antes mesmo desta aliança, desde o início do mandato ele já mantém uma posição de alinhamento com o governo do presidente e faz críticas ferrenhas a Lula.

A maior cidade do Centro-Oeste de Minas deu vitória para Bolsonaro no 1º turno com 49,12% dos votos, contra 42,31% de Lula. A nível nacional, o petista teve a maioria dos votos no dia 02 de outubro, 48,43% dos válidos, já o presidente 43,20%. O segundo turno está marcado para o dia 30 de outubro.

Por Estado de Minas

Related posts

Deixe uma resposta