Jornalista argentino comemora a morte da rainha Elizabeth 2ª: ‘Velha de m*’

O jornalista Santiago Cúneo comemorou a morte da rainha Elizabeth 2ª em seu programa online

O jornalista argentino Santiago Cúneo comemorou a morte da rainha Elizabeth 2ª em seu programa no Canal 22, transmitido pela internet.

Quando a morte da monarca foi confirmada, o programa exibiu na tela as palavras “morreu a velha de m*rda”, e Cúneo abriu uma garrafa de champanhe.

“Morreu a velha filha da p*ta, finalmente acabou. Uma salva de palmas para Satanás, que a recebeu”, disse o jornalista.

Então, pegando a garrafa de champanhe, ele continuou: “Eu prometi que faríamos um brinde. Esse lixo inglês, essa imundície, esse Lúcifer saiu do planeta Terra e isso é uma notícia boa para todos”. “Champanhe para todos. O filho da p*ta do marido dela já morreu, e estamos comemorando a morte de todos os malditos ingleses de m*rda que fazem parte dessa coroa imunda, pirata, ladra, genocida, assassina, que tanto nos atormentou.”.

Em 1982, a Argentina esteve em guerra com a Inglaterra pelo controle das Ilhas Malvinas, território na costa da Argentina dominado pela Inglaterra desde 1833. Foram dois meses de guerra, em que morreram 649 soldados argentinos, 255 britânicos e 3 civis das ilhas. No fim, a Inglaterra continuou no controle do território, e a vitória facilitou a reeleição da conservadora Margaret Thatcher como primeira-ministra do Reino Unido em 1983.

Essa não é a primeira polêmica de Santiago Cúneo: em 2018, ele foi denunciado pelo então presidente argentino Mauricio Macri após postar uma montagem de José de San Martín, figura importante para a independência argentina, segurando a cabeça decapitada de Macri.

clickpb

Related posts

Deixe uma resposta