Juliana Peña sobre Amanda Nunes: “Não vou chutar cachorro morto”

Juliana Peña sobre Amanda Nunes: “Não vou chutar cachorro morto”

Dia sim e no outro também, a norte-americana lança todo tipo de provocação contra a lutadora brasileira

Diz um ditado que quem fala muito acaba dando bom dia a cavalo. É mais ou menos o que está acontecendo com a lutadora norte-americana Juliana Peña que, em dezembro passado, assombrou o mundo do UFC a derrotar a favoritíssima Amanda Nunes, tomando-lhe o cinturão do peso-galo (61 kg) do UFC.Durante a mais recente edição do reality show ‘The Ultimate Fighter’, onde as duas rivais ficaram novamente frente a frente, Juliana Peña foi totalmente contraditória quando disse que não faria uso do ‘trash talk’ para tentar desestabilizar psicologicamente a adversária.

No inglês americano, o termo ‘trash talk’ representa essas provocações que ocorrem durante as eventos esportivos, especialmente no UFC e no boxe. Mas Amanda voltou a dar fortes alfinetadas em Amanda quando declarou:

“Todas essas coisas que ela disse, tipo que eu não falei m*** e que eu estava querendo fazer as pessoas gostarem de mim ou algo assim, eu fiquei tipo, não, eu participei do show antes, então eu meio que sei como acontece a produção. Mas, dito isso, eu já venci você. Você não tinha sido finalizada, não tinha sido parada, você tinha esse título de GOAT e foi envergonhada, e você ficou tão frustrada que demitiu seu time inteiro. Você abandonou sua academia na qual estava há dez anos. Você teve que ver um psicólogo do esporte. Tipo, por que chutar um cachorro morto? Esse não é meu estilo, não é minha personalidade, e eu já sei o quanto dói nela. Não estou tentando jogar mais sal nas feridas. Eu já fiz meu trash talk no ringue. Não tem mais nada a ser dito por mim”, explicou Julianna.

Considerada por muitos como a maior lutadora de todos os tempos, Amanda Nunes ostentava uma invencibilidade de 12 lutas quando foi derrotada por Julianna Peña no último mês de dezembro. Agora, numa situação desconfortável, o que se vê é uma Amanda mais contida, recolhida, evitando falar mais do que o necessário, mas, no seu time de treinamento, a idéia básica e fundamental é que a lutadora brasileira está com a “faca nos dentes” para destroçar Juliana Peña na luta do dia 30 de julho.

metropoles

Related posts

Deixe uma resposta