Justiça Eleitoral determina busca e apreensão na casa de Sergio Moro

Ex-juiz e candidato ao Senado pelo Paraná teria feito propaganda eleitoral irregular.

A Justiça Eleitoral cumpriu, na manhã deste sábado (3), mandados de busca e apreensão de materiais de campanha irregulares na casa do ex-juiz Sergio Moro (União Brasil), candidato ao Senado pelo Paraná. O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná tomou a decisão porque vários materiais impressos da campanha violam a legislação eleitoral.

As informações são do advogado Luiz Eduardo Peccinin, da Federação Brasil da Esperança, do Paraná, que foi quem entrou com um pedido na justiça, de acordo com a coluna de Mônica Bergamo, publicada neste sábado (3).

O advogado informou que as redes sociais de Moro têm publicado propaganda irregular. Segundo Peccinin, foram excluídos vídeos do canal de Moro do YouTube, inclusive aqueles com críticas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e dezenas de links nas páginas sociais de sua campanha.

Moro tem sofrido sucessivas derrotas depois que deixou a antiga Operação Lava Jato. Além de o STF ter anulado as condenações de Lula, em decisão no primeiro semestre do ano passado, o ex-juiz foi derrotado em junho no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP) – o órgão decidiu que Moro não poderia ser candidato pelo estado de São Paulo por fraude em domicílio eleitoral.

Por Folha de São Paulo

Related posts

Deixe uma resposta